Demência digital aflige coreanos

lap_top_01.jpg01/07/2013 - A Coreia do Sul, vive um problema que só os países mais desenvolvidos e mais conectados digitalmente poderiam enfrentar. É a outra face da moeda.

Mesmo dispondo de internet de alta velocidade praticamente universalizada, à velocidade média de 40 megabits/segundo (Mbps), o país enfrenta alguns sérios problemas, como a chamada "demência digital", expressão criada no país para identificar a deterioração das habilidades cognitivas, muito mais comum entre as pessoas que sofreram alguma doença psicológica grave.


Para alguns médicos o uso excessivo de smartphones – utilizado por 67% da população coreana – bem como de dispositivos de jogos eletrônicos, prejudica o desenvolvimento equilibrado do cérebro.


Um artigo do jornalista Julian Ryall, publicado na edição de hoje (1º de julho) do jornal britânico "Telegraph", sob o título de "South Korea surge in digital dementia".

Comentário (0) Hits: 731

Ford testa "brake light" eletrônico

26/06/2013 - A Ford está desenvolvendo um "brake light" eletrônico capaz de alertar os motoristas que vêm atrás, mesmo que estejam com a visão obstruída por uma curva ou outros veículos. Em situações de emergência, o "Electronic Brake Light" envia um sinal que acende uma luz no painel dos carros de trás, permitindo aos motoristas frear mais cedo e evitar colisões.

Este é um dos 20 sistemas com potencial futuro de aplicação desenvolvidos dentro do projeto Safety Intelligent Mobility (sim), na Alemanha, que tiveram seu funcionamento demonstrado em um evento em Frankfurt.

Os testes de campo do projeto contaram com a participação de 500 motoristas e 120 veículos, incluindo 20 modelos Ford S-MAX. No total, foram registradas mais de 41.000 horas de testes e rodados 1,6 milhão de quilômetros, em vias públicas e pistas fechadas.

"A comunicação entre os carros e entre os carros e a infraestrutura viária representa um dos próximos grandes avanços na segurança veicular", diz Paul Mascarenas, vice-presidente de Pesquisa e Inovação da Ford. "A Ford está comprometida em avançar com os testes, na Europa e em todo o mundo, para torná-la uma realidade."

A Ford usou modelos S-MAX especialmente equipados para testar essa comunicação. Foram testados também o sistema de alerta de obstáculos, que indica a presença, posição e tipo de objetos potencialmente perigosos na pista, e o assistente de sinais de trânsito, que mantém contato com os centros de gerenciamento de tráfego para a atualização de informações.

O desenvolvimento do "Electronic Brake Light" foi liderado por engenheiros do Centro Europeu de Pesquisas da Ford em Aachen, na Alemanha.

Outras tecnologias testadas dentro do projeto foram:

-O Gerenciamento Público de Trânsito, que fornece previsões exatas do trânsito com base em diversas informações. Elas incluem a identificação de prováveis cenários de trânsito e seu impacto em cada ponto do trajeto quando ele for atingido, e não no momento da partida; e

-Acesso à Internet a Bordo, que permite, por exemplo, receber informação sobre vagas disponíveis de estacionamento ou conferir pontos de congestionamento usando imagens atualizadas das câmeras de trânsito.

A Ford está envolvida nos testes de campo "DRIVE C2X", patrocinados pela Comissão Europeia, e contribui para o "Safety Pilot Model Deployment", nos Estados Unidos, um teste de campo com mais de 2.800 veículos em cooperação com a Universidade de Michigan.

Os resultados desses programas estão contribuindo para o objetivo da Ford de criar padrões globais de equipamento e mensagens e viabilizar essas tecnologias de forma mais rápida, eficiente e econômica.

Foto: Divulgação
Burson-Marsteller Brasil

Comentário (0) Hits: 714

Tecnologia para Estádio de Brasília

mane.jpg11/06/2013 - A Siemens está fornecendo tecnologia para Estádio Nacional Mané Garrincha de Brasília, a arena esportiva mais moderna e sustentável a ser construída na América Latina. A empresa foi contratada para fornecer equipamentos de alta tecnologia, produtos e sistemas de automação para as áreas de segurança, construção e segurança do trabalho para o estádio que irá sediar a abertura da Copa das Confederações em 2013 e sete jogos da Copa do Mundo, em 2014.

Ford é premiada pela inovação em tecnologias móveis em congresso global na Ásia

07/05/2013 - A Ford foi premiada como a empresa que fez a melhor transição dos sistemas tradicionais para as plataformas móveis na Global Mobile Internet Conference, o evento mais importante dessa área na Ásia. O reconhecimento, entregue hoje, se deve ao sistema SYNC, tecnologia de conectividade embarcada desenvolvida pela marca em parceria com a Microsoft, que permite a conexão com telefone celular e dispositivos digitais por comandos de voz.

Segundo os organizadores, o sistema SYNC e o programa AppLink – que faz a interface do aparelho com aplicativos de smartphones – vão mudar substancialmente a forma como as pessoas utilizam serviços móveis e produtos dentro do carro. A Ford é a primeira fabricante de automóveis e também a primeira empresa de um setor tradicional da indústria a receber o prêmio.

"Estamos extremamente orgulhosos de receber esse prêmio, que reconhece o trabalho inovador desenvolvido pelo time da Ford na área de tecnologia", disse Kumar Galhotra, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto da Ford Ásia Pacífico. "Na Ford, não nos vemos somente como uma empresa de automóveis, mas também como uma empresa de tecnologia. Estamos entregando as tecnologias embarcadas mais avançadas para os consumidores de todo o mundo, com sistemas que permitem se conectar de modo simples e seguro na direção."

A Ford é a única montadora presente no evento que reúne líderes de empresas globais de internet e mobilidade, empreendedores e "startups" da Ásia e outras partes do mundo. O estande exibe um Ford Focus ST e permite aos visitantes testar o sistema SYNC e o SYNC AppLink.

Mais de 5 milhões de veículos já foram equipados com o SYNC desde o seu lançamento em 2007. Com o aumento da oferta do equipamento na Ásia e na Europa, a projeção é que ele esteja presente em mais 9 milhões de veículos até 2015.

A estratégia da Ford de usar uma plataforma aberta para a conexão com dispositivos móveis ajudou o SYNC a se destacar na indústria. Além da facilidade de uso, ele possibilita o aprimoramento contínuo da experiência do usuário. E, diferentemente de outros sistemas de conectividade móvel, não dá acesso aos registros de contato do usuário sem que o telefone esteja conectado, garantindo alto nível de privacidade.

O objetivo da Ford é oferecer uma experiência integrada de uso de smartphones a bordo, incluindo comandos de voz e por teclas e a exibição de informações na tela do veículo. Essa integração é feita por meio do famoso Software Development Kit, que permite aos desenvolvedores de aplicativos para smartphones modificar os programas existentes e trabalhar com o reconhecimento de voz do SYNC. O kit está disponível no site www.developer.ford.com

A liberação do kit ajudou a Ford a criar uma ligação mais aberta e colaborativa com as comunidades de desenvolvedores de aplicativos, equipamentos eletrônicos e dispositivos sem fio. O objetivo é criar uma experiência de conectividade mais inteligente e segura dentro do carro com os dispositivos móveis que os consumidores têm e adoram.

Burson-Marsteller

Comentário (0) Hits: 829

newsletter buton