"Fumaça" caiu no truque do perfil falso do Facebook

fumaca.jpgVice
27/03/2014 - A instrução da polícia é a seguinte: "assim que ele chegar, confere se é ele mesmo. Se for, faz um coque no cabelo e nós agimos". Ele chega no banco de trás de um Siena vermelho e a convida para entrar. O destino? Um motel. Antes de entrar, ela faz um coque. Nesse momento, três viaturas cercam o carro onde se encontra Cristiano dos Santos Gonçalves, conhecido pela polícia de Alvorada, no Rio Grande do Sul, como Fumaça.

Acusado de três homicídios motivados por acertos de contas no tráfico, Fumaça foi perseguido pela polícia diversas vezes e sempre conseguiu fugir – daí seu apelido. Quando estava são e salvo no conforto do lar, ele postava fotos em seu perfil do Facebook ostentando dinheiro, joias e óculos, dizendo que nunca o pegariam.

Um dos investigadores do 1º Distrito Policial de Alvorada teve uma sacada: 90% dos amigos de Facebook do Fumaça eram mulheres e isso poderia ser um sinal. Assim, ele e o delegado Maurício Barison Barcellos criaram o perfil de Lucinha, com fotos que quase não mostravam seu rosto (e, mesmo assim, a polícia não divulgou para nenhum veículo). Loira e parecida com uma policial do distrito, Lucinha curtia coisas que Fumaça também curtia, como funk e maconha. E ela foi esperta. Adicionou alguns amigos de Fumaça antes, porque assim seria mais fácil ele aceitar a sua solicitação de amizade. A partir daí, o lance era seduzir.

http://www.vice.com/pt_br/read/o-fumaca-caiu-no-truque-do-perfil-falso-do-facebook?utm_source=vicefacebr

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton