Médica identifica paciente com 'WhatsAppite'

  • Imprimir

whats_apping2.jpgEstadão, por Bruno Capelas
27/03/2014 - WhatsApp pode causar lesão por esforço repetitivo, fique atento! Você é daqueles que passa o dia inteiro trocando mensagens no WhatsApp, twittando ou curtindo posts no Facebook com o smartphone? Cuidado: você pode acabar lesionando seu corpo com o que uma médica espanhola identificou em uma paciente como 'WhatsAppite' – ou uma lesão por esforço repetitivo no pulso causada pela frequência excessiva com que se digita com as mãos.

Publicado no jornal médico britânico The Lancet, o caso da médica espanhola Inés Fernandez-Guerrero fala sobre uma paciente que não tinha nenhum histórico de trauma nas mãos, mas passou seis horas de seu dia de Natal em 2013 respondendo a mensagens que havia recebido no WhatsApp. "Ela fazia movimentos contínuos com as mãos e os polegares para enviar as mensagens", diz a doutora em seu relatório médico.

http://blogs.estadao.com.br/link/medica-espanhola-identifica-paciente-com-whatsappite/

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado