Vídeos de produtos ajudam na decisão de compra?

tv_smartphones2.jpg*Por Renan Mota
02/12/2019 - Se você chegou até aqui é por que tem buscado novas respostas sobre quais são as tendências no mundo do marketing. E se há ao menos uma estratégia na qual deve ficar de olho são os conteúdos em vídeo, os chamados vídeo marketing.

A fama dessa ferramenta tem a ver com a nova forma de consumir. As pessoas pesquisam; buscam por informações antes de decidir se compram ou não um produto ou adquirem um serviço. E mesmo que o usuário encontre respostas claras e objetivas em um texto, os vídeos são o formato preferido: de acordo com uma pesquisa feita pela empresa de análise de performance digital SearchMetrics, uma fração cada vez maior de pessoas têm buscado por vídeo em vez de texto ou fotos. Ele é capaz de solucionar as principais dúvidas e direcionar o cliente para o "sim".

Primeiramente, vamos pensar sobre a jornada de compra de um consumidor em potencial. A fase inicial é a descoberta. O indivíduo se dá conta que tem uma necessidade e passa a pesquisar informações para entender como enfrentar o problema. Em seguida, ele pensa e pesquisa por soluções. Como ele pode solucionar essa necessidade? Assim, ele analisa as soluções de compras, os tipos de produtos disponíveis no mercado e respectivos fornecedores. É aqui que o fator preço deixa de ser um elemento certeiro, já que no cenário atual, o consumidor leva em consideração a qualidade e satisfação de experiência da compra, desde a demonstração das características do produto até receber a embalagem intacta.

Neste contexto, o vídeo não apresenta apenas um conteúdo didático, é uma linguagem que traz o cliente para perto da marca ao unir pessoalidade. Um exemplo de vídeos com alto engajamento são os de "unboxing", em que acompanham o comprador em todas as etapas do processo, desde a remoção de cada componente, a montagem das peças e a exibição do produto acabado.

Esse tipo de conteúdo permite chamar a atenção para o design ou alguma especificidade do produto e os consumidores sabem o que exatamente receberão, ajudando a alinhar as expectativas em relação a compra. De acordo Kissmetrics, empresa de análise e estatísticas online, os visitantes do site que assistem a um vídeo de produto têm até 85% mais chances de comprá-lo. Em se tratando de pequenos e-commerces a avaliação dos clientes é ainda mais preciosa: uma pesquisa americana mostra que 68% das pessoas leem entre uma e seis avaliações de outros clientes antes de decidir se compram um produto. Ou seja, a famosa "boca a boca" não morreu, só se transformou.

Outra característica favorável aos vídeos de marketing e vendas é o potencial enorme de compatibilidade com as redes sociais. Um vídeo de um minuto pode ser editado para segundos e exibido no Instagram ou como teaser no Youtube. Um exemplo bem-sucedido é da empresa americana Advance Auto Paris, que criou vídeos com instruções de montagem, uso e manuseio, didáticos, não apenas para o site, também para o Facebook. O engajamento aumentou, graças ao compartilhamento deste tipo de conteúdo entre os seguidores -- uma propaganda orgânica, sem investimento em campanhas patrocinadas! Além disso, a presença da marca é fortalecida, sua relevância na memória dos usuários também o que lá na frente vai influenciar no processo de tomada de decisão.

Diante do novo comportamento de consumo, profissionais do marketing e vendas devem incluir essa estratégia no planejamento. Se você ainda não deu este passo, passou da hora de começar!

*Renan Mota é co-fundador da CoreBiz

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton