Michio Kaku prevê pesadelos e coisas boas do futuro

michio_kaku_commons.jpgPor Ethevaldo Siqueira
08/06/2018 - O cientista nipo-americano Michio Kaku é um dos mais conhecidos visionários do futuro tecnológico do mundo. Sua reputação é elevada, como físico, professor e pós-graduado em Harvard e Berkeley. Resumimos a seguir uma entrevista sua ao portal Futurism

Michio Kaku começa por uma advertência sobre os perigos dos drones. O cientista diz que "já dispomos de drones supervisionados até por seres humanos mal-intencionados, que podem dizer ao drone:

— Mate aquele homem.

Isso não é uma mera hipótese, pois, no futuro, o drone poderá reconhecer a forma humana e ter permissão para matar uma pessoa.

Michio Kaku, um dos maiores cientistas que estudam o futuro / Crédito: Wikimedia Commons / SPakhrin

Michio Kaku diz que – por um erro de software ou um curto-circuito – o drone pode até um dia ficar louco e passar a atirar em formas humanas independentemente de quaisquer instruções.

Na visão do cientista, nossa única preocupação séria, hoje, tem que ser com essas máquinas automáticas de matar. Não amanhã, com o máximo de segurança possível. Assim, não teremos que nos preocupar com robôs assumindo o poder."

Cinco previsões

Vejamos agora cinco coisas boas que Michio Kaku prevê para um futuro próximo.

Sobre vida extraterrestre, ele diz que "ainda neste século, faremos contato com uma civilização alienígena logo após captar suas comunicações de rádio."

Sobre Inteligência Artificial, ele lembra que "em mais algumas décadas, os robôs se tornarão tão inteligentes como um camundongo. Em seguida, como um ratão. Logo depois, como um gato, um cão ou um macaco. A partir daí, lá pelo final do século, eles poderão se tornar perigosos e até mesmo substituir os seres humanos.

Sobre a colonização de outros mundos, Michio Kaku afirma que "precisamos assegurar a sobrevivência da humanidade noutros mundos. Ou seja, precisamos de algo como uma apólice de seguro, um plano de backup. Os dinossauros, coitados, não tinham um programa espacial, nem backup. Só por isso é que eles não estão mais aqui. Ninguém está dizendo que devemos deixar a Terra e ir para Marte, mas um assentamento em Marte já é uma possibilidade definitiva.

Sobre o Bitcoin, Michio Kaku diz: "Você não pode deter a moeda virtual. Da mesma forma não nos é possível saber quais serão as coisas que realmente valerão a pena nesse mundo das criptomoedas. Bitcoin é jogo. É uma especulação. No que diz respeito à minha atitude pessoal em relação a isso, digo, não é produtivo. Bitcoin não é uma indústria produtiva."

Sobre carros autônomos ou sem motorista, Michio Kaku prevê que "com o transporte digitalizado da próxima década, os carros sem motoristas, guiados por GPS e radar, vão compartilhar boa parte de nossas rodovias". Acidentes e congestionamentos de trânsito se tornarão coisas do passado. E a boa notícia é que milhares de vidas serão salvas todos os anos."

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton