Como o estilo de vida conectado impulsionará os pagamentos móveis

*Por John Gessau,
17/08/2017 - Os comerciantes têm se esforçado para responder a todas as mudanças comportamentais e expectativas dos consumidores atuais. Eles buscam criar uma experiência de compra que encoraje o consumidor a retornar procurando por mais. Por isso, provedores de serviços de pagamento (PSPs) e de tecnologia de vendas visam as necessidades desses comerciantes para oferecer suporte tecnológico apropriado.

O que impulsiona a inovação através de pagamentos móveis?

Dentro do mundo dos pagamentos comerciais, o celular tem alterado drasticamente o cenário. Pesquisas recentes da ACI Worldwide e Edgar, Dunn & Company indicam que os comerciantes reconhecem essa mudança nas perspectivas de pagamentos. 48% dos respondentes já usam carteiras móveis (o número deve subir para 77% em 12 meses) e 59% observam os pagamentos nas lojas como fator importante de impacto para o setor varejista.

A fim de prover o melhor suporte aos comerciantes, os PSPs não podem simplesmente ser reativos ao crescimento e às mudanças dos pagamentos através de dispositivos móveis, mas devem tentar antecipar as mudanças e desenvolver o conjunto de soluções mais adequado.

A motivação para dispositivos móveis

Os modos como os dispositivos móveis são usados ao redor do mundo para compras e pagamentos são os mais diversos – assim como as pessoas que os usam. Por isso, pode ser difícil para os varejistas e provedores determinar quais caminhos seguir ao pensar no futuro dos pagamentos móveis.

Ultimamente os consumidores têm se importado em solucionar seus próprios problemas – eles não ligam para as inovações e novidades do mercado, e este deve ser o ponto focal mais importante para qualquer estratégia de pagamentos móveis.

Em um nível mais amplo, conveniência, velocidade e segurança são vitais para os consumidores com vidas ocupadas e, muitas vezes, com desejo de realizar transações "em movimento". Pagamentos móveis – seja na forma de carteiras digitais, ou pagamentos via aplicativo – deveriam impulsionar naturalmente os consumidores à adoção ao girarem em torno dos métodos de pagamento que melhor se adaptam aos seus estilos de vida.

Os mercados emergentes são exemplo de uma área de alto crescimento para pagamentos móveis. Com uma infraestrutura bancária e de pagamentos limitada em muitos desses mercados, o celular oferece aos consumidores uma transação eficaz. Com o aumento rápido do uso de smartphones nesses mercados, os dispositivos móveis já desempenham um papel importante na vida cotidiana do consumidor.

Outro exemplo (desta vez, de um mercado maduro) é a cidade de Saarbruecken, na Alemanha. O município observou um aumento de 45% na receita gerada pelas vagas de rua depois que aplicativos móveis foram introduzidos. Antes, só era possível adquirir tickets nas máquinas tradicionais de pagamento em moeda. O novo formato resolve o problema dos motoristas que nem sempre carregam dinheiro consigo ou daqueles que precisam estender o tempo de permanência e não querem retornar até o carro para pagar mais um ticket.

Esses exemplos ilustram o quão importante é para comerciantes e provedores de pagamento pensar mais em conectar os pagamentos móveis aos problemas do dia a dia para resolver pontos de dor reais dos consumidores. Isso exige pesquisa e desenvolvimento mais orientados para usuários, em vez de soluções lideradas por produtos.

 

O segredo: fornecer soluções para atender a demanda do consumidor

Em vez de avançar no desenvolvimento e implementação de novas tecnologias para oferecer suporte a métodos de pagamento móveis completamente novos, é mais vantajoso que os provedores de pagamento recuem primeiro. É interessante explorar, por exemplo, se determinados casos de uso de estilo de vida podem ser combinados com o método de pagamento dominante em cada setor e geografia. Esta pode a chave para desbloquear pagamentos móveis fortes: focar mais em casos de uso do que em sistemas novos. Em alguns casos, os instrumentos de pagamento tradicionais alavancados por aplicativos de serviços tornam-se mais impactantes do que adicionar novos métodos.

No entanto, ficar à frente da curva de pagamentos móveis exige agilidade e capacidade de resposta ao desenvolver soluções. Do ponto de vista da tecnologia, a infraestrutura de pagamentos abertos permite aos comerciantes responder rapidamente à demanda do consumidor, implementando novas ferramentas sem custos extensivos de "re-desenvolvimento".

Certamente, os pioneiros ganham vantagem já que a adoção de smartphones continua a aumentar e a infraestrutura de pagamentos móveis se mantém em desevolvimento. No entanto, ainda há a necessidade de suportar tecnologias antigas em paralelo, pelo menos num futuro próximo.

Plataformas locais

Uma vez que o uso dos smartphones e as necessidades dos consumidores variam significativamente entre as geografias, é importante localizar as soluções de pagamento móvel. Isso exige a consideração de regulamentos, leis de proteção de dados, peculiaridades de preços e preferências dos consumidores em cada mercado. Esta não é uma tarefa fácil e é o motivo pelo qual os maiores fornecedores e provedores de soluções trabalham com parceiros globais para aproveitar os conhecimentos do mercado compartilhado.

Além dos desafios das nuances do mercado regional, as parcerias entre os prestadores de pagamento podem atuar como uma base mais ampla para o sucesso do crescimento e inovação dos pagamentos móveis.

Para os comerciantes, isso significa procurar por fornecedores que possuam tecnologia aberta e uma rede de parceiros bem pensada para sustentar a tecnologia com ideias locais e acesso ao mercado. Para os provedores de pagamento, isso pode significar firmar parcerias com empresas tradicionalmente seriam concorrentes. Tudo para atender melhor às necessidades dos comerciantes e seus clientes e para, efetivamente, suportar o crescimento geral dos pagamentos móveis.

*Por John Gessau, diretor de gestão de produtos da ACI Worldwide

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton