Compliance garante vantagem operacional

  • Imprimir

movetogo.jpg01/11/2019 - Transparência e compromisso com prazo de entrega devem ganhar cada vez mais força diante do novo perfil da demanda no setor.

A mudança no perfil dos clientes deverá exigir uma política de compliance cada vez mais efetiva das empresas que atuam no setor de transporte e logística. Um sistema de compliance eficiente busca assegurar que todas as áreas e colaboradores de uma empresa estejam alinhados às regras da legislação vigente, respeitando o direito de colaboradores e consumidores.

Segundo especialistas do setor, a mudança no perfil de consumo pode ser explicada pelo crescimento do acesso à internet, que também contribuiu com o aumento das vendas no comércio digital e nos canais chamados de ‘marketplace’, que servem como plataforma para terceiros negociarem bens e produtos diversos. A modalidade também ajuda a valorizar a concorrência e premiar a eficiência das melhores transportadoras, uma vez que o cliente tem a opção de escolher a melhor modalidade de frete.

De acordo com dados da Movetogo, startup de transporte especializada na entrega de encomendas em território nacional, o volume de entregas no mercado de marketplaces, por meio de plataformas como a OLX e o Mercado Livre, responde por 5% das contratações da startup e deve continuar crescendo. De olho nesse mercado, a empresa investiu no lançamento de uma plataforma de cotação e contratação online de encomendas. O sistema permite que a encomenda seja conferida no momento da coleta, por meio de uma balança sem fio homologada pelo Inmetro para conferir o peso, com segurança, transparência e oferecendo a possibilidade de corrigir o valor do frete para mais ou para menos.

Para Cláudio Alvadjian, CEO da Movetogo e especialista em comércio eletrônico, compliance é a palavra-chave do setor. “É preciso sentir segurança na empresa. Muitas colocam valores para confundir. É preciso ser sempre transparente”, observa. Para o executivo, os gargalos da logística ainda geram perdas no setor. Infraestrutura Urbana, falta de segurança e burocracia nos postos de fiscalização durante o transporte resultam no atraso das entregas. “O cliente precisa solicitar documentações fundamentais antes de contratar o transportador como, por exemplo, apólice de seguro e análise completa do CNPJ. Outro ponto importante é verificar a tabela de preço na parte generalidades, onde o preço tem um impacto no preço do frete. Clareza no processo logístico e precificação são atributos que fazem uma empresa crescer”, completa Alvadjian.

Para ser considerado eficiente, o processo entrega para qualquer pessoa deve ser realizado dentro de um prazo relativamente curto, dentro dos grandes centros urbanos. “A Movetogo, por exemplo, lançou um produto com garantia de entrega da encomenda, em São Paulo e na Grande São Paulo, dentro de um intervalo de até três horas, após a coleta. A carga pode pesar até 500 quilos e ter um valor de nota fiscal de até R$ 35 mil. O valor para este tipo de entrega é a partir de R$ 139,00. O mais importante é buscar sistemas que ofereçam o método mais ágil, com o menor prazo de entrega”, observa Alvadjian.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado