Novo cenário para acesso à web nos EUA

web_anatel.jpg15/01/2014 - Segundo o jornal Washington Post, um tribunal federal de apelações derrubou nesta terca-feira, (14) a regra da neutralidade da rede ('net neutrality'), apesar do esforço do governo para proteger a concorrência na web, permitindo aos provedores de Internet a vender maiores velocidades de download para grandes empresas, mesmo se o acesso a outros sites da web continuam lentos.

Em última análise, a decisão pode limitar as escolhas dos consumidores na Internet, alertaram os críticos. Empresas milionárias, como o Google, Netflix e Facebook podem comprar melhor acesso a empresas e lares americanos, enquanto os novos concorrentes ou menos abastados mantêm sua carga de conteúdo de forma mais lenta.

http://www.washingtonpost.com/business/technology/court-creates-new-game-for-web-access-in-america/2014/01/14/539c9a2a-7d3e-11e3-95c6-0a7aa80874bc_story.html

Comentário (0) Hits: 975

Telefonica nega proposta de compra da TIM Brasil

telefonica.jpg06/01/2014 - A Telefónica afirmou nesta segunda-feira (6) desconhecer negociações para uma oferta para compra da companhia móvel brasileira TIM, da Telecom Itália. Na semana passada, a publicação de matéria em jornal italiano a respeito de conversas para realização dessa transação gerou alterações na bolsa e movimentou os papéis das empresas envolvidas.

Segundo agência Reuters, a Telefónica estaria negociando uma oferta conjunta pela TIM justamente com as concorrentes Oi e América Móvil. "A Telefónica quer esclarecer que não faz parte de nenhum veículo e que não tem detalhes de nenhum tipo sobre a dita potencial aquisição para revear ao público para sua avaliação pelo mercado", informou a companhia de telecom espanhola por meio de comunicado à comissão de valores mobiliários daquele país. 



A companhia frisou também que mantém contato com o órgão regulador da concentração no mercado brasileiro, o Cade, apenas para discutir a imposição de restrições à aquisição da operadora móvel Vivo e da multa de R$ 15 milhões por supostamente ter violado o acordo com o órgão quando da aquisição de uma participação na Telecom Italia, em 2007. De acordo com a Telefónica, as conversas com o Cade não tratam de uma possível compra e desmembramento da TIM.

Comentário (0) Hits: 806

Internet das Coisas aumentará para 26 bilhões em 2020

RFID.jpg26/12/2013 - De acordo com o Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia, a Internet das Coisas, que exclui PCs, tablets e smartphones, aumentará para 26 bilhões de unidades instaladas, em 2020, representando um crescimento de quase 30 vezes em relação aos 900 milhões, em 2009.

O Gartner afirma que os fornecedores de produtos e serviços da Internet das Coisas vão gerar um faturamento adicional superior a US$ 300 bilhões, principalmente em serviços, em 2020. Isto resultará em US$ 1,9 trilhão em valor econômico global adicionado, por meio de vendas em diversos mercados.

Vida digital com a “Internet das Coisas”

mundo_digital.jpg26/12/2013 - A mobilidade e a conectividade ilimitada das pessoas, por meio do uso dos dispositivos móveis, já é uma realidade. O crescimento dessa tendência segundo André Andrade, CEO do Titans Group, é o principal pilar do planejamento e estratégia de empresas focadas no futuro. Em breve, todos os objetos estarão conectados, a chamada "internet das coisas" e as pessoas precisarão de serviços que facilitem o gerenciamento de sua vida digital de forma integrada, simples e segura, uma vez que todos eles permitirão acesso aos arquivos e conteúdos dos usuários.

De acordo com o Gartner, as vendas de aparelhos móveis devem crescer 11,3%, em 2013. A área de aplicativos móveis irá faturar US$ 74 bilhões, em 2016, impulsionada por 305 bilhões de downloads.


Para as operadoras de telecomunicações, provedores de Internet e provedores de serviços de valor agregado premium que souberem analisar as tendências mundiais dos consumidores, atrelando essas informações a seus clientes, o horizonte de oportunidades é imenso. O Gartner aponta ainda que, neste ano, a receita mundial de serviços móveis deve ser de US$ 1 trilhão. Somente na América Latina, a previsão é de que as cifras cheguem a US$ 121 bilhões, em 2013, e aos US$ 140 bilhões, em 2016.


Não se trata apenas de aproveitar as oportunidades, mas de ofertar serviços extras, os chamados "serviços de valor agregado" (VAS), para reter e fidelizar o usuário. Afinal, os clientes estão cada vez mais exigentes, informados e interessados, analisam ofertas, qualidade e variedade, em busca de soluções que facilitem e agreguem valor as suas atividades diárias em seus Gadgets.


A tendência é de que todos os serviços estejam conectados e os usuários, cada vez mais, demandem soluções que facilitem o gerenciamento de sua vida digital de forma integrada, simples e segura. Ou seja, ofertar soluções diferenciadas e inovadoras também será um elemento chave para conquistar definitivamente o usuário.

Comentário (0) Hits: 859

Itaú BBA adota ferramentas de colaboração

cisco_itau.jpg21/12/2013 - Com a dificuldade de deslocamento cada vez maior nos centros urbanos, ferramentas de colaboração como videoconferência e telepresença têm se tornado essenciais no dia a dia de executivos e investidores. E foi pensando nisso que o Itaú BBA adotou as soluções de colaboração da Cisco, ganhando tempo e reduzindo distâncias.

Videofones, salas de telepresença e até mesmo tablets permitem que os executivos do banco realizem chamadas e reuniões, minimizando custos com viagens e aumentando a produtividade. O projeto também prevê o atendimento a clientes externos do Itaú BBA, graças à conectividade e à segurança dos equipamentos da Cisco.

Além destes benefícios, o banco também obteve um ganho de agilidade nos negócios e uma proximidade maior com os clientes. Como o Itaú BBA tem foco em investidores institucionais e grandes empresas em várias partes do globo, ter a possibilidade de comunicação rápida e segura entre seus colaboradores e clientes é um fator fundamental para a expansão dos negócios.

A Cisco produziu um vídeo mostrando os detalhes do projeto de colaboração empregada no Itaú BBA. Por meio dele é possível ter uma ideia da utilização das tecnologias pelos executivos do banco e seus clientes. Veja o link:

 

Comentário (0) Hits: 907

Siri da Apple tem concorrente, diz analista

apple_siri.jpg13/12/2013 - Siri tem de enfrentar a concorrência. Especialistas compararam o sistema de comando de voz da Apple e o serviço do Google baseado em busca de voz, o Google Now, no início desta semana e conseguiram alguns resultados surpreendentes.
O analista Gene Munster da Piper Jaffray, disse a Alistair Barr do USA TODAY's que ele fez 800 perguntas aos dois sistemas e descobriu que o Google melhorou significativamente desde o ano passado. Google Now teve melhor desempenho ao "escolher a voz do usuário" em "ambientes não controlados."

Comentário (0) Hits: 975

newsletter buton