17 de maio é o Dia Internacional das Telecomunicações

dia_telecom2.jpg16/05/2014 - A UIT - União Internacional de Telecomunicações (em inglês, International Telecommunication Union) é a agência da ONU especializada em tecnologias de informação e comunicação.

Foi fundada como International Telegraph Union (União Internacional de Telégrafos), em Paris, no dia 17 de maio de 1865. Suas principais ações incluem estabelecer a alocação de espéctros de ondas de rádio e organizar os arranjos de interconexões entre todos os países permitindo, assim, ligações de telefone internacionais. É uma das agências especializadas da Organização das Nações Unidas (ONU), tendo sua sede em Genebra, na Suíça.

 

Comentário (1) Hits: 1653

FCC: contra a neutralidade de rede nos EUA

eutralidade_eua2.jpgLigia Aguilhar, Estadão
15/05/2014 - Proposta aprovada pela comissão permite que provedores vendam para empresas acesso a um tráfego mais rápido na rede, ferindo o conceito de neutralidade. A Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC, na sigla em inglês, órgão regulador da área de telecomunicações e radiodifusão) aprovou nesta quinta-feira, 15, a proposta do chefe da comissão, Tom Wheeler, para novas regras sobre a neutralidade da internet no país.

A proposta prevê que os provedores de banda larga garantam uma qualidade mínima dos serviços, mas permite que as empresas paguem os provedores para ter um serviço melhor, ou seja, conexões mais rápidas. Isso significa que negócios que vendem streaming de vídeos ou música, por exemplo, que exigem mais banda larga, podem ter que pagar mais às operadoras para garantir a qualidade dos seus serviços.

Tom Wheeler nega que esteja tentando criar duas internets.
FOTO: NYT

http://blogs.estadao.com.br/link/eua-aprovam-novas-regras-contra-a-neutralidade-de-rede/

Comentário (0) Hits: 1600

Plataforma inteligente para o setor da saúde

stefanini_heath2.jpg14/05/2014 - A Stefanini, multinacional brasileira com atuação no setor de serviços em TI, anuncia o lançamento da plataforma inteligente Parli, que auxilia médicos e operadoras de saúde em diversas áreas, minimizando o tempo em trabalhos mecânicos e aumentando a eficiência operacional.

De acordo com a empresa, o Parli contribui com:

Redação de laudos médicos - médicos responsáveis por laudos escrevem ou gravam uma quantidade enorme de textos diariamente. Mesmo quando gravam, a transcrição deve ser feita por enfermeiros especializados, já que não se pode permitir erros em laudos ou diagnósticos. O Parli elimina a necessidade de usar profissionais altamente treinados em trabalhos mecânicos, já que transcreve os laudos à medida que os médicos os concluem, gerando arquivos físicos e eletrônicos

Ronda e consulta médica - o Parli permite ao médico manter suas mãos livres enquanto visita ou consulta pacientes. Na média, um médico atende um cooperado em plano de saúde em menos de 15 minutos, e passa boa parte desse tempo digitando diagnósticos ou receituários. Com o Parli, ele ganha esse tempo, tornando a interação com o paciente mais pessoal.

Atendimento - O Parli será usado para atender clientes em centrais de atendimento. O objetivo do programa não é substituir os humanos em decisões críticas, mas resolver questões simples e que sobrecarregam centrais de atendimento como localização de médicos e centros de diagnóstico, e informações sobre coletas de exames e prazos.

"A Stefanini é a primeira empresa da América Latina e uma das primeiras do mundo a trazer ao mercado o conceito de Interface Conversacional. Isso significa uma enorme evolução na maneira como nos comunicamos com sistemas e computadores. Ao invés de usar códigos de programação ou ícones gráficos, usamos voz para buscar, comandar, sanar dúvidas e interagir com computadores e praticamente quaisquer sistemas", afirma Alexandre Winetzki, Diretor da Woopi.

Composta por um conjunto de softwares, sistemas e processos que permitem acelerar e melhorar a performance de call centers, service desk e outros sistemas que tenham por objetivo interagir com o consumidor ou usuário, seja por meio de voz, internet ou aplicativos móveis.

Desenvolvida nos centros de pesquisa da empresa, a plataforma é integrada por tecnologias de última geração, provenientes de equipes próprias e parceiros internacionais, como a Nuance, líder mundial em processamento de voz. As equipes das duas empresas têm trabalhado intensamente para criar tecnologias únicas no mercado nacional.

O conjunto de algoritmos de inteligência artificial que compõe a plataforma tem a finalidade de substituir o atendimento humano baseado em scripts por ferramentas altamente sofisticadas que interagem com o usuário, buscando atender às suas necessidades.

Comentário (0) Hits: 782

Solução de mobilidade para o canteiro de obras

mobus2.jpg14/05/2014 – A ferramenta contempla as quatro etapas de entrega da obra: fim da construção, inspeção final, vistoria com o cliente e entrega das chaves. O objetivo é oferecer às construtoras uma ferramenta que dê condições claras e objetivas para o controle de cada uma das etapas da entrega, diminuição dos custos com assistência técnica e melhoria da sua imagem perante o mercado.

A Teclógica, empresa de gestão dos processos de TI e negócios, lança um novo módulo no sistema MOBUSS Construção: Vistoria & Entrega. As principais características do módulo são: controle e acompanhamento visual da fase de entrega das unidades e áreas comuns do empreendimento; agendamento individual e em lote das inspeções, reinspeções e vistorias com o cliente; formulários configuráveis para as fases de inspeção final e vistoria com o cliente; aplicação dos formulários com possibilidade de abrir e controlar as não conformidades; visualização em formato de agenda dos compromissos marcados e assinatura eletrônica no dispositivo móvel dos termos de vistoria.

Luiz Carlos Scheid, diretor Comercial da Teclógica, explica que a fase de entrega da obra é um período de curta duração, que leva cerca de três meses, mas possui uma série de atividades críticas e dependentes entre si que precisam ser concluídas dentro do tempo planejado para não ocasionar atrasos para o cliente final. "Nesta fase, está em curso a desmobilização da obra, o que gera a expectativa de cessar os custos diretos da construção. Na contramão disso surgem demandas significativas de ajustes e concertos oriundos das inspeções finais no empreendimento, daí a importância das construtoras estabelecerem processos eficientes nessa fase", afirma o executivo.

O módulo já está sendo utilizado por algumas construtoras, que têm dado um feedback muito positivo, principalmente quanto a representação gráfica do status de cada unidade e os indicadores de andamento dos trabalhos. Outro destaque é a integração da equipe que inspeciona com a que realiza os concertos, que devem estar bem integradas.

O sistema conta hoje com cinco módulos: Apontamento (mão de obra e equipamentos), Segurança (reuniões, EPIs, documentos trabalhistas), Qualidade (inspeções e treinamentos), Assistência Técnica e Vistoria & Entrega.
O MOBUSS Construção pode ser utilizado em smartphones e tablets pelos profissionais que estão nas obras, oferecendo aos gestores, com maior precisão e em tempo real, informações sobre o andamento do trabalho e garantindo subsídios para tomada de decisão e para redução de custos, riscos e improdutividade. Com ele é possível fazer análises parciais entre o executado e o planejado durante o dia nas obras, controlar os materiais utilizados na obra, gerenciar a área de segurança, equipamentos e perdas (quebras de equipamentos, chuva, ociosidade etc.), analisar os processos de recursos humanos (horas trabalhadas, folgas, faltas etc.), entre outros.

Sobre a Teclógica

Fundada há 19 anos, a Teclógica oferece ao mercado soluções sob medida para variados segmentos de negócio, proporcionando operações mais inteligentes e flexíveis e o crescimento sustentável de seus clientes. Seus principais serviços são Consultoria, Desenvolvimento de Sistemas, Gerenciamento de Aplicações e Prestação de Serviços SAP, sempre com a garantia da utilização dos conceitos de Best Practices da SAP e com certificações CMMi em cada uma destas áreas. www.teclogica.com.br

Comentário (0) Hits: 873

App Speedyboy ajuda a contratar motoboys

logo-big.jpg12/05/2014 - Depois do sucesso de aplicativos que identificam os táxis mais próximos do usuário, agora empresas e profissionais liberais podem se beneficiar na hora de contratar serviços de entrega, por meio da plataforma digital Speedyboy (www.speedyboy.mobi.

Disponível para smartphones do sistema Android e iOS, o aplicativo promete mais agilidade, segurança e praticidade para todos que usam.

A plataforma de logística B2B e B2C é baseada no sistema de geolocalização, que a partir do endereço de retirada, identifica os motoboys mais próximos para o serviço. Segundo Cesar Augusto dos Santos, Diretor de Operações do Speedyboy, a ideia é garantir um pool de benefícios não só para as empresas, mas também para os próprios motoboys.

"Esse novo serviço oferece aos motoboys a possibilidade de reduzir drasticamente seus gastos com combustível, lubrificantes e reduz a depreciação de sua moto, contribuindo, ainda, para a redução de poluentes nas cidades onde atuam", comenta Santos.

Ao fazer um pedido, o contratante terá mais agilidade para a retirada de sua entrega, com a vantagem de acompanhar em tempo real a corrida. Já o motoboy ganha no deslocamento e preenchendo seu tempo ocioso, porque poderá trabalhar sempre na área onde estiver, sem precisar atender a um chamado do outro lado da cidade, por exemplo. Os entregadores recebem notificações em seu smartphone sobre novas entregas em sua região.
Para fazer o pré-cadastro e saber mais, acesse: www.speedyboy.mobi

Comentário (0) Hits: 1076

Faixa de 700 MHz: a convivência entre o LTE e TV Digital

700mhz2.jpg07/05/2014 - Em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, 7 de maio, a ABINEE, entidade que representa os fabricantes de equipamentos de telecomunicações, apresentou os resultados dos testes de convivência entre o Sistema de banda larga móvel (LTE) e o Sistema de TV Digital.

Segundo o diretor do grupo setorial de telecomunicações da Abinee, Luciano Cardim, os testes foram realizados pelo CETUC/PUC-RJ, a partir da preocupação da indústria sobre possíveis interferências entre os dois Sistemas. "Os estudos apontaram que, mesmo nas eventuais situações desfavoráveis, a convivência entre os dois sistemas é sempre possível, desde que aplicadas técnicas de mitigação", disse Cardim.

Para Wilson Cardoso, membro do grupo setorial, os testes demonstraram também que as interferências da TV Digital no Sistema LTE não foram suficientes para afetar a disponibilidade de banda larga móvel aos usuários.

Ele destacou que as avaliações realizadas pelo CETUC foram feitas com equipamentos comerciais – ERBs, televisores, celulares e chips – aderentes aos padrões de cada tecnologia em condições de uso. "Após os resultados obtidos em laboratório e também em campo, podemos afirmar que agora temos parâmetros reais para avaliar a convivência dos sistemas. Se tivéssemos usado somente os padrões teóricos, teríamos incorrido nos mesmos erros do Japão e da Inglaterra", afirmou Cardoso.

O professor Carlos Rodriguez, pesquisador do CETUC/PUC-RJ, que conduziu os testes contratados pela Abinee, afirmou que é perfeitamente possível a convivência entre os dois Sistemas, mesmo em situações extremas, como foi verificado no estudo feito em Aparecida/SP, utilizando o sistema comercial de TV digital, da emissora local.

Segundo ele, também foram desenvolvidas avaliações em sistema não comercial com montagem de gerador e amplificador para TV Digital no campus do Inmetro, em Xerém/RJ. "As situações práticas em campo apresentaram melhor desempenho que as avaliações teóricas e laboratoriais, o que reforça a possibilidade de convivência entre os sistemas. As interferências identificadas são perfeitamente mitigáveis", disse o professor Carlos Rodriguez.

Com base nos resultados alcançados, Luciano Cardim ressaltou que Abinee reitera o apoio à realização do leilão de 700 MHz de acordo com o cronograma da Anatel, previsto para agosto de 2014. "Entendemos que devem ser priorizados os investimentos e a melhoria da qualidade da rede móvel, bem como a disponibilização de todo o espectro de 45+45 MHz para a banda larga móvel", concluiu o diretor da Abinee.

Os testes, patrocinados por Alcatel-Lucent, Motorola Solutions, Nokia e Qualcomm, foram entregues pela Abinee à Anatel, que deverá agregá-los aos seus estudos com vistas à realização do leilão da faixa de 700 MHz.

Participaram da coletiva de imprensa pela Abinee, Luciano Cardim, Wilson Cardoso, e os membros do grupo setorial Francisco Giacomini, Eduardo Lima e Murilo Moyses, e a assessora da entidade Vera Lúcia de Oliveira. Pelo CETUC – Centro de Estudos em Telecomunicações da PUC-Rio – participaram os professores Carlos Rodriguez e Marlene Pontes, coordenadora do projeto, e também o diretor Flávio Hasselmann.

Comentário (0) Hits: 1554

newsletter buton