telequestCBN Facebook Youtube

Nokia Siemens defende TD

nokia_td.jpg09/06/2013 - O ano de 2013 marca a longa história de contribuição da Nokia Siemens Networks para a padronização, harmonização e desenvolvimento da tecnologia Time Division (TD), a partir do TD-SCDMA, na China, em 1998. Hoje, a empresa está na vanguarda do desenvolvimento e inovação de TD-LTE como uma tecnologia premiada.

Ao longo dos anos, a Nokia Siemens Networks e suas empresas-mãe têm conduzido a padronização de diferentes tecnologias, de TD-SCDMA como tecnologia 3G até o TD-LTE-Advanced como padrão 4G da ITU (União Internacional de Telecomunicações). A empresa é a única fornecedora mundial na China, com mais de 9 anos de investimento em TD-SCDMA e tem plena capacidade para apoiar as operadoras na transição imperceptível de TD-SCDMA para TD-LTE.

"Temos um compromisso de longo prazo para com a China, especialmente na área de desenvolvimento da tecnologia TD e, especificamente, TD-LTE, na qual temos apoiado a padronização, desenvolvimento e teste de sistemas, bem como o desenvolvimento do mercado global", disse Markus Borchert, presidente da região da Grande China na Nokia Siemens Networks. "Nossa posição de liderança global em LTE, construída sobre nossas fortes capacidades tecnológicas, combinada com nossos recursos de serviços locais, nos torna um forte parceiro para as operadoras na China e no mundo."

A constante busca por inovação colocou a Nokia Siemens Networks em uma posição única na indústria para alcançar uma série de metas como pioneira do mundo. Em 2001, o primeiro sistema de teste TD-SCDMA foi demonstrado em Beijing, e foi realizada a primeira chamada de vídeo TD-SCDMA. Em 2009, a empresa foi a primeira a mostrar uma demo de TD-LTE femtocell, seguida pela primeira chamada TD-LTE e handover compatível com 3GPP R8. Em 2012, a Nokia Siemens Networks alcançou uma velocidade recorde de 1,6 Gbps em TD-LTE-Advanced. Os clientes da Nokia Siemens Networks são capazes de confiar nos produtos inovadores da empresa com base no compromisso de longo prazo com tecnologia TD de acordo com os padrões da indústria.

"A Nokia Siemens Networks tem feito parte do desenvolvimento da tecnologia TD nos últimos 15 anos", disse Rajeev Suri, CEO da Nokia Siemens Networks. "Temos desempenhado um papel fundamental tanto no desenvolvimento do padrão TD, como na sua implantação mundial. Nossa inovação em TD continua, com base nos muitos registros que já possuímos. "

Em 27 de maio de 2013, Rajeev Suri foi um dos membros de um pequeno grupo de líderes empresariais alemães que encontrou o primeiro ministro da China, Li Keqiang. Esta reunião ressaltou o excelente relacionamento e o forte engajamento que a Nokia Siemens Networks tem com as operadoras e organizações na China.

Hoje, no coração da solução TD-LTE, líder no mercado, da Nokia Siemens Networks está o Flexi Multiradio 10 Base Station. Em 2011, a empresa foi reconhecida com um prêmio da Indústria de Informação da China por sua inovação e liderança em TD-LTE, e em 2013, com o prêmio TD-LTE de desenvolvimento de mercado no GTI Summit. Em fevereiro de 2013, a Nokia Siemens Networks anunciou sua mais recente inovação: o primeiro tráfego de descarregamento de dados do mundo entre TD-LTE e FDD-LTE, e a solução de balanceamento de carga FDD-TDD.

Para compartilhar suas considerações sobre o assunto, participe da discussão com @NokiaSiemensNet no Twitter usando # mobilebroadband e # MBBFuture.

Comentário (0) Hits: 264

Ericsson vence 3 prêmios na CTIA

connected_vehicle_cloud_brochure.jpg07/06/2013 - A Ericsson acaba de vencer três prêmios de inovação tecnológica na CTIA, maior evento norte-americano de mobilidade da Cellular Telephony Industry Association, que se realiza em Las Vegas, EUA.

O primeiro deles é uma solução Connected Vehicle Cloud, da Ericsson, que acaba de ganhar o prêmio E-Tech.
A solução foi a primeira colocada na categoria Soluções Empresariais e de Negócios em Geral, da premiação promovida pela CTIA. Nessa área, foram foram avaliados cerca de 300 projetos com base em inovação, funcionalidade, importância tecnológica, implementação e diferencial. Mais informações, acesse http://www.ericsson.com/br/news/1706788

O segundo avanço premiado da Ericsson foi uma solução Solução Smart Grid Communications Management, reconhecida por sua contribuição para o avanço das tecnologias de smart grid (rede elétrica inteligente), como Produto de Smart Grid do Ano de 2012. O prêmio foi patrocinado pela SmartGrid.TMCnet, um website da TMC e da Crossfire Media. O prêmio reconhece os produtos que contribuíram para o avanço das tecnologias de smart grid e reflete a vasta gama de inovações que impulsionam esse mercado. Mais informações, acesse o link http://www.ericsson.com/br/news/130604-ericsson-wins-2012-smart-grid-product-of-the-year-award_244129228_c)

O terceiro prêmio vencido pela Ericsson foi na área de Connected TV para uma solução de transmissão de vídeo por LTE (Long Term Evolution). O novo produto responde à necessidade crescente de vídeo por LTE, atendendo à demanda dos consumidores por serviços de TV Anywhere. Além disso, o prêmio Prêmio reconhece os méritos da inovação que pode revolucionar a transmissão de vídeo em redes móveis.

Operadoras e emissoras podem transmitir conteúdo de vídeo de alta qualidade para qualquer pessoa, em qualquer lugar e a qualquer hora, sem necessidade de buffer.

Mais informações, acesse o link: (http://www.ericsson.com/br/news/130604-ericssons-lte-broadcast-solution-wins-connected-tv-award_244129228_c)

Foto: Divulgação Ericsson
Connected Vehicle Cloud

Comentário (0) Hits: 291

Verizon: sigilo telefônico quebrado

sigilo.jpg06/06/2013 - A Agência Nacional de Segurança (NSA, na sigla em inglês, National Security Agency), do governo dos EUA, está recolhendo registros (ou gravações) de conversas telefônicas feitas por usuários da Verizon, a maior operadora de telefonia celular norte-americana. A denúncia está na edição de hoje (06-06-2013) do jornal inglês The Guardian. Alguns outros veículos, inclusive o portal The Independent American, dizem que Obama está pondo em prática uma decisão secreta de tribunal obtida com base na política de combate ao terrorismo do ex-presidente George W. Bush e transformando os Estados Unidos num "estado policial". O título da notícia no Guardian é este:

America's surveillance state: anger swells after revelations of NSA monitoring

Nokia Siemens defende TD

TD_LE_3a.jpg06/06/2013 - O ano de 2013 marca a longa história de contribuição da Nokia Siemens Networks para a padronização, harmonização e desenvolvimento da tecnologia Time Division (TD), a partir do TD-SCDMA, na China, em 1998. Hoje, a empresa está na vanguarda do desenvolvimento e inovação de TD-LTE como uma tecnologia premiada*.

Ao longo dos anos, a Nokia Siemens Networks e suas empresas-mãe têm conduzido a padronização de diferentes tecnologias, de TD-SCDMA como tecnologia 3G até o TD-LTE-Advanced como padrão 4G da ITU (União Internacional de Telecomunicações). A empresa é a única fornecedora mundial na China, com mais de 9 anos de investimento em TD-SCDMA e tem plena capacidade para apoiar as operadoras na transição imperceptível de TD-SCDMA para TD-LTE.

"Temos um compromisso de longo prazo para com a China, especialmente na área de desenvolvimento da tecnologia TD e, especificamente, TD-LTE, na qual temos apoiado a padronização, desenvolvimento e teste de sistemas, bem como o desenvolvimento do mercado global", disse Markus Borchert, presidente da região da Grande China na Nokia Siemens Networks.
"Nossa posição de liderança global em LTE, construída sobre nossas fortes capacidades tecnológicas, combinada com nossos recursos de serviços locais, nos torna um forte parceiro para as operadoras na China e no mundo."

A constante busca por inovação colocou a Nokia Siemens Networks em uma posição única na indústria para alcançar uma série de metas como pioneira do mundo. Em 2001, o primeiro sistema de teste TD-SCDMA foi demonstrado em Beijing, e foi realizada a primeira chamada de vídeo TD-SCDMA. Em 2009, a empresa foi a primeira a mostrar uma demo de TD-LTE femtocell, seguida pela primeira chamada TD-LTE e handover compatível com 3GPP R8. Em 2012, a Nokia Siemens Networks alcançou uma velocidade recorde de 1,6 Gbps em TD-LTE-Advanced. Os clientes da Nokia Siemens Networks são capazes de confiar nos produtos inovadores da empresa com base no compromisso de longo prazo com tecnologia TD de acordo com os padrões da indústria.

"A Nokia Siemens Networks tem feito parte do desenvolvimento da tecnologia TD nos últimos 15 anos", disse Rajeev Suri, CEO da Nokia Siemens Networks. "Temos desempenhado um papel fundamental tanto no desenvolvimento do padrão TD, como na sua implantação mundial. Nossa inovação em TD continua, com base nos muitos registros que já possuímos."

Em 27 de maio de 2013, Rajeev Suri foi um dos membros de um pequeno grupo de líderes empresariais alemães que encontrou o primeiro ministro da China, Li Keqiang. Esta reunião ressaltou o excelente relacionamento e o forte engajamento que a Nokia Siemens Networks tem com as operadoras e organizações na China.

Hoje, no coração da solução TD-LTE, líder no mercado, da Nokia Siemens Networks está o premiado Flexi Multiradio 10 Base Station. Em 2011, a empresa foi reconhecida com um prêmio da Indústria de Informação da China por sua inovação e liderança em TD-LTE, e em 2013, com o prêmio TD-LTE de desenvolvimento de mercado no GTI Summit. Em fevereiro de 2013, a Nokia Siemens Networks anunciou sua mais recente inovação: o primeiro tráfego de descarregamento de dados do mundo entre TD-LTE e FDD-LTE, e a solução de balanceamento de carga FDD-TDD.

Para compartilhar suas considerações sobre o assunto, participe da discussão com @NokiaSiemensNet no Twitter usando # mobilebroadband e # MBBFuture.

Comentário (0) Hits: 362

4º Congresso do Livro Digital

27/05/2013 - A Câmara Brasileira do Livro (CBL) realizará o 4° Congresso Internacional CBL do Livro Digital, nos dias 13 e 14 de junho de 2013, no Centro Fecomércio de Eventos, em São Paulo, para debater os novos horizontes do segmento digital. O tema central do evento será "O Livro Além do Livro" e suas palestras abordarão assuntos como o papel do livro digital na educação, o limite entre os games e os livros digitais infantis, a influência do livro digital na leitura e o livro nas redes sociais.

Entre os nomes do Brasil, o Congresso contará com a presença de Lucia Santaella e Patricia Konder Lins e Silva no painel "O livro digital e sua influência no aprendizado". Para o debate sobre o livro digital e seu papel para atrair os jovens na literatura, está confirmado o nome de Toni Brandão, um dos poucos autores multimídia do Brasil. Deonísio da Silva, escritor e professor universitário, também marcará presença para conversar sobre o livro digital na universidade.

A autora e ilustradora Angela-Lago vai abordar o Livro Digital Infantil ao lado de Marisa Lajolo. Entre os convidados internacionais, estão confirmados Rainer Just, o novo Presidente da International Federation of Reproduction Rights Organizations (IFRRO), Victoriano Colozon e Magdalena Vincent, Presidente do Centro Espanhol de Direitos Reprográficos (CEDRO, na sigla espanhola).

O trio irá discorrer sobre a evolução dos direitos autorais digitais. O espanhol Javier Celaya, vice-presidente da Associação de Revistas Digitais Espanholas, para falar sobre à os desafios das pequenas e médias livrarias no mundo do livro digital. David Langridge, diretor sênior de desenvolvimento de parcerias da Microsoft, dará foco à educação na era digital e Harald Henzler, CEO da Smart Digits, tratará dos desafios que as editoras estão enfrentando no mercado digital.

Mais informações sobre o Congresso: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou www.congressodolivrodigital.com.br.

Comentário (0) Hits: 550

O desafio da comunicação via satélite

satelite.png24/05/2013 - O emprego de satélites é, talvez, a única solução viável para incentivar a disseminação de banda larga e cobrir as vastas extensões territoriais do Brasil, em particular nas áreas rurais. Por sua baixa demográfica, muitos municípios enfrentam também muitas dificuldades de acesso, de modo a permitir a complementaridade com outras tecnologias.

Esse foi um dos aspectos mais debatidos no 1º. Painel ABRASAT, realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Telecomunicações via Satélite (ABRASAT), e pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações via Satélite (SINDISAT), na terça-feira (21), em conjunto com 57º Painel Telebrasil, que se realiza em Brasília.

newsletter buton