Quer saber se o seu smartphone foi ‘grampeado’?

app_smartphone.jpgEdward Snowden projeta equipamento que avisa se o smartphone foi ‘grampeado’

Luis Osvaldo Grossmann, Convergência Digital
09/04/2018 - O ex-espião Edward Snowden, em conjunto com o hacker Andrew Huang (mais conhecido como ‘Bunnie’ Huang) apresentaram semana passada no MIT (o Instituto de Tecnologia de Massachusetts) a proposta de um equipamento capaz de identificar se um smartphone está de alguma forma ‘grampeado’, emitindo ou recebendo sinais de rádio estranhos a suas funções normais.

O objetivo, segundo explicam em um paper chamado Neutralizando Abusos Legais da Vigilância Digital, é oferecer um monitoramento constante sobre emissões de sinais de rádio pelo smartphone. Eles explicam que mesmo quando o aparelho é colocado em ‘modo avião’, ele ainda permite explorações indevidas – e, por exemplo, continua enviando localização por GPS.

Para desenvolver o conceito, Snowden e Huang projetaram o que chama de ‘máquina introspectiva’ com base nas especificações técnicas de um iPhone 6 – mas como também indicam no paper, o objetivo é ter uma ferramenta que funcione tanto em sistemas iOS quanto Android.

O equipamento, que funciona como um mini osciloscópio, é conectado à entrada do SIM card – que é movido para a ‘máquina instrospectiva’ – de forma ler os sinais das antenas do smartphone, GPS, Bluetooth, WiFi e modem. Ao analisar os sinais dessas diferentes formas de rádio, o aparelho modificado alerta se houver transmissões que não deveriam estar acontecendo.

Expressamente, o primeiro foco é em fornecer ferramentas seguras para jornalistas – Snowden é diretor da Fundação Liberdade de Imprensa – mas como ressaltam, trata-se de uma ferramenta para proteger qualquer um da vigilância, notadamente estatal.

 

Comentário (0) Hits: 272

Brasil ativa 2 milhões de novos celulares 4G

5G_b.jpg05/04/18 – O 4G já soma 107,6 milhões de acessos e as redes de quarta geração estão em 3.861 municípios, onde moram 93% da população brasileira

O Brasil ativou em fevereiro 2 milhões de novos chips de 4G. Ao todo, o País já tem 107,6 milhões de acessos 4G, segundo balanço da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). No período de 12 meses, entre fevereiro de 2017 e fevereiro deste ano, foram ativados 41 milhões de novos acessos, um crescimento de 61% no período.

As redes de quarta geração também continuam em expansão, com crescimento de 127% em 12 meses. O 4G já está em operação em 3.861 municípios, onde moram 93% da população brasileira. Essa cobertura é mais de três vezes superior à obrigação estabelecida nos leilões das licenças de serviços móveis, de 1.079 municípios.

A cobertura de 3G , por sua vez, está em 5.151 municípios, onde moram 98,9% da população brasileira. Desde fevereiro de 2017, 157 novos municípios receberam as redes de 3G. Ao todo, o número de acessos 3G chega a 79 milhões no País. A cobertura 3G ultrapassa em muito a obrigação atual, que é de 3.917 municípios.

No total, o Brasil já conta com 205 milhões de acessos à internet pela rede móvel. Considerados os acessos fixos e móveis, os dados de fevereiro mostram um total de 234 milhões de acessos no País. Destes, 29,3 milhões são em banda larga fixa, segmento que cresceu 9% em 12 meses, com 2,4 milhão de novos acessos.

Comentário (0) Hits: 1155

Telefones públicos têm chamadas gratuitas

orelhao_oi.jpg02/04/2018 - Medida foi imposta pela Anatel contra a Oi, que descumpriu exigências fixadas pela agência sobre funcionamento de orelhões.

Moradores de 12 estados das Regiões Norte e Nordeste atendidos pela Oi vão poder fazer chamadas gratuitas nos telefones públicos da empresa, informou nesta segunda-feira (2) a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A gratuidade começou em 1º de abril e vale até 30 de setembro. Os telefones públicos terão que fazer, sem cobrança, chamadas para telefones fixos e celulares de todo o Brasil. Os estados onde a medida está em vigor são: Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Roraima) para telefones fixo ou celular de todo o país

Nos estados do Espírito Santo, Santa Catarina e de Sergipe, desde 01/04 as chamadas originadas de orelhões podem ser cobradas pela prestadora, uma vez que a Oi alcançou o patamar mínimo de aparelhos em operação exigidos pela Anatel. Em vários estados, chamadas telefônicas de orelhões da Oi se encontram gratuitas desde o ano de 2015.

A medida de imposição da gratuidade considerou os percentuais de disponibilidade de orelhões da Oi avaliados pela Anatel em 28/02. Segundo a regulamentação, as concessionárias não devem apresentar disponibilidade de orelhões abaixo de 90% nos estados e abaixo de 95% nas localidades sem telefone fixo individual.

A Agência também estabeleceu que uma nova aferição das condições de disponibilidade dos aparelhos deve ocorrer em 31/08. A nova medição indicará os estados em condição de gratuidade para o período de 01/10/2018 a 31/03/2019.

Comentário (0) Hits: 265

Gilberto Kassab admite vetos no PLC 79

kassab_2.jpgLuís Osvaldo Grossmann, Convergência Digital
29/03/2018 - O projeto de lei 79/16, que muda a Lei Geral de Telecomunicações e abre caminho para o fim das concessões de telefonia, pode sofrer vetos se o Senado resolver fazer modificações no texto. Segundo o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Gilberto Kassab (foto à esquerda), é a estratégia para evitar que o texto precise voltar à Câmara dos Deputados.

“O projeto é muito importante para o país e o Senado tem seu tempo. Fui perguntado se o projeto pode ser modificado e disse que é melhor não, porque se não voltar para a Câmara teria maior celeridade. Se tiver alguns excessos, podemos fazer entendimento em nome do governo e assumir compromisso de veto se houver consenso no Senado”, disse Kassab, ao explicar sua posição sobre eventuais vetos ao texto.

O ministro evitou antecipar quais pontos poderiam ser alvo dessa estratégia. “Quem vai dizer isso é o Senado e aí vamos avaliar para ver se vale ou não fazer esse entendimento. Se os senadores apontarem excessos na visão deles e o governo entender que é melhor vetar para não voltar para a Câmara, a gente pode fazer e depois iniciar uma nova tramitação na Câmara”, completou o ministro.

Comentário (0) Hits: 396

TV por assinatura registra queda em fevereiro

tv_digital_sp.jpg29/03/2018 - De acordo com dados encaminhados pelas empresas de TV por Assinatura à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), no mês de fevereiro de 2018 foram registrados 17.864.159 assinantes do serviço.  Em relação ao mês de janeiro de 2018, esse dado representa uma perda de 120.004 contratos ativos (-0,67%). Em comparação a fevereiro de 2017, a redução foi de 761.726 contratos (-4,09%).

Dos grupos acompanhados pela agência reguladora, em fevereiro de 2018 em relação a janeiro de 2018, a Oi registrou um aumento de 4.920 novos usuários (+0,32%) e a empresa Cabo obteve acréscimo de 131 usuários (+0,25%). A Sky registrou a maior redução em número de contratos ativos, a empresa teve perda de 71.204 contratos (-1,33%) e em segundo lugar ficou a Claro (NET) com menos 44.904 contratos (-0,50%).

Entre os grupos, na comparação de fevereiro de 2018 com fevereiro de 2017, o maior crescimento foi registrado pela Oi com  mais 189.722 contratos em operação (+14,22%), seguida pela Algar com aumento de 1.033 contratos (+1,07%). A Claro apresentou a maior redução com menos 800.257 contratos (-8,17 %), seguida da Vivo com redução de  98.085 contratos (-5,86 %), da Nossa TV com perda de 3.258 contratos (-2,55%).

Entre as Unidades da Federação, em 12 meses, em termos absolutos, registram redução: São Paulo, com queda de 401.441 contratos ativos (-5,62%), Rio de Janeiro, com redução de 98.929 (-3,90%) e Paraná, com menos 61.312 usuários (-6,84 %).  Em relação à variação percentual, os estados que mais perderam clientes foram: Amapá (-10,87%), Paraíba (-9,87%) e Sergipe (-9,61%). Em fevereiro em relação a janeiro, de 2018, o estado que mais apresentou redução, em termos absolutos, foi São Paulo com menos 42.345 usuários (0,62%)

Comentário (0) Hits: 398

GIRED desliga sinal analógico no Maranhão e Bauru

tv_digital.jpg27/03/2018 - O grupo de implantação da TV Digital (GIRED) aprovou nesta terça-feira (27/03) a indicação da data para o desligamento do sinal analógico de TV em São Luís (MA) e Bauru (SP) ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O desligamento nessas localidades será no dia 28/03, às 23h59, conforme previsto no cronograma de desligamento. Porém, nos municípios paulistas de Presidente Prudente e Rio Preto, o processo começa no dia 28/03 e vai até o dia 18/04.

Na pesquisa sobre o índice de digitalização, São Luís ultrapassou o percentual mínimo exigido pela regulamentação, com 95% dos lares aptos a receberem a programação digital. O melhor desempenho do país até o momento, superando o percentual de Salvador (BA). Em Bauru, essa taxa ficou em 91%. Já nos municípios de Presidente Prudente e em São José Rio Preto, ambos em São Paulo,  o índice foi de 89%.

A digitalização da TV aberta permitirá que os telespectadores assistam aos seus programas com maior qualidade de som e imagem, além de trazer outras vantagens, como suporte à recepção móvel, multiprogramação e interatividade.

Com o desligamento do sinal analógico, haverá a liberação da faixa de 700 MHz, atualmente ocupada por canais de TV aberta em tecnologia analógica. Essa radiofrequência será utilizada para ampliar a disponibilidade do serviço de telefonia e internet de quarta geração (4G LTE) no Brasil.

Comentário (0) Hits: 514

newsletter buton