telequestCBN Facebook Youtube

Hughes inicia testes finais do EchoStar XIX

hughes_4.jpg21/02/2017 - A Hughes Network Systems, anunciou a conclusão dos testes em órbita do do maior satélite de banda larga de alta capacidade do mundo, da Space Systems Loral (SSL), que vai operar na banda Ka.

Localizado em órbita geoestacionária a 35.786 km acima da Terra, o EchoStar XIX foi lançado com sucesso por meio do foguete Atlas V, da United Launch Alliance, no Centro Espacial Kennedy em Cabo Canaveral, na Flórida (Estados Unidos), no dia 18 de dezembro de 2016. Seus extensos testes em órbita foram completados de maneira extremamente eficiente.

“Agora começa a fase de testes finais de preparação para o lançamento comercial da nossa quinta geração do serviço HughesNet”, disse Pradman Kaul, presidente da HUGHES. “Como provedores do serviço número 1 de internet via satélite de alta velocidade da América, estamos entusiasmados em expandir a disponibilidade de velocidades ainda mais rápidas e mais dados para nossos clientes em toda América do Norte. A rápida conclusão dos testes em órbita é um testemunho do quão bem nossa equipe HUGHES e a SSL trabalharam lado a lado ao longo dos últimos meses para garantir um resultado bem-sucedido”, completa Kaul.

Projetado com a tecnologia HUGHES JUPITER System, o EchoStar XIX é um satélite de banda Ka de alta gama, com 138 raios que cobrem os Estados Unidos continentais, o Alasca, o México e partes do Canadá e da América Central. Ele será responsável pela HughesNet® Gen5, a próxima geração de serviços de internet via satélite de alta velocidade nos Estados Unidos, que oferecerá mais velocidade, mais dados e recursos mais avançados para consumidores e pequenas empresas, independentemente do local. Ele vai se juntar ao EchoStar XVII, que está em serviço desde 2012, e permitirá à HughesNet mais que duplicar sua capacidade atual. Atualmente, o serviço possui mais de um milhão de assinantes, e é o maior serviço de satélite do país, reconhecido em primeiro lugar na entrega de velocidades anunciadas,segundo o relatório anual Measuring Broadband America 2016, da Federal Communications Commission (FCC), pelo segundo ano consecutivo.

A HUGHES espera que o EchoStar XIX entre em operação no final do primeiro trimestre.

Comentário (0) Hits: 99

Que benefícios trará a mudança no marco regulatório?

igor_freitas_anatel.jpg14/02/2017 - O vice-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Igor de Freitas, defendeu, durante o "Seminário Políticas de Telecomunicações", realizado nesta terça-feira (14.02), maior divulgação dos benefícios que a sociedade terá com as mudanças no marco regulatório de telecomunicações. Ele disse que elas permitirão uma nova política de banda larga para o país. "O mundo das telecomunicações é a internet, é muito mais do que revisar contratos de concessão", afirmou.

Segundo Igor de Freitas, cabe a agência reguladora identificar quais são as lacunas de serviços de telecomunicações que precisam ser preenchidas para que a população brasileira tenha acesso aos diversos serviços. Ele disse que uma das prioridades é a classificação dos municípios brasileiros em relação à competição de telecomunicações. Também destacou a necessidade de uma revisão do modelo de aferição da qualidade dos serviços, que já está sendo realizada pela Anatel.

Igor de Freitas observou que o governo deve definir em quanto tempo quer universalizar a banda larga no país e qual é volume de recursos necessário para a construção da infraestrutura. A agência reguladora, informou, está fazendo um trabalho contínuo para a atualização da regulamentação e dos contratos de concessão. "A Anatel quer chegar na virada do ano com isto resolvido para começar os investimentos", disse.

O diretor de banda larga do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Arthur Coimbra, que também participou do seminário, afirmou que, se o país quer levar o serviço de banda larga às classes populares, deverá buscar uma fonte contínua de recursos.

Na foto acima Igor Freitas, vice-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) / Crédito: J. Freitas

Comentário (0) Hits: 112

Anatel divulga ações realizadas em 2016

anatel-fistel2.jpg10/02/2017 - De acordo com a Anatel, o atendimento ao usuário e a renovação da regulamentação do setor de telecomunicações marcaram o trabalho da agência em 2016. Algumas ações desenvolvidas pela agência, com impacto direto na vida do consumidor, foram a redução de tarifas das ligações fixo-móvel e a etapa final da implantação do nono dígito dos telefones móveis a nível nacional. O processo de desativação da TV analógica no país, que começou no em 2016, prossegue em 2017.

Serviços

A banda larga fixa, com 26,6 milhões de acessos em dezembro de 2016, foi o único serviço de telecomunicações que registrou crescimento no país em 2016, foram 1.104.483 novos contratos, aumento de 4% em relação a 2015. Mais de 58% dos municípios brasileiros passaram a contar com fibra ótica em 2016.

A telefonia fixa, com 41,8 milhões de acessos em dezembro de 2016, por outro lado, manteve a tendência de queda registrada nos anos anteriores. As empresas autorizadas tiveram uma diminuição de 6%, redução de 1.148.680 de telefones fixos. E as concessionárias sofreram redução de 3%, ou seja, menos 696,6 mil telefones fixos. O serviço de TV paga, com 18,8 milhões de assinaturas em dezembro de 2016, também registrou uma queda perto de 2%, redução de 311.362 assinantes.

A telefonia móvel, com 244 milhões de acessos, foi o serviço que apresentou a maior queda, reduzindo 13.747.515 linhas, equivalente a 5%. Apesar da queda, o serviço é o que tem maior potencial de crescimento e já está disponível em cerca de 73% dos distritos do país, sendo que 75% do total de acessos permitem a banda larga móvel.

As ligações locais e interurbanas de telefone fixo para móvel ficaram mais baratas no ano passado, caíram entre 15% e 22%. Também houve a unificação das tarifas locais de fixo-móvel, com isso o usuário de telefonia fixa paga o mesmo valor da ligação independente da operadora de telefonia móvel.

Até dezembro foram concluídas 8.050 fiscalizações pela Anatel. Os fiscais verificaram, entre outros, a qualidade dos serviços e o cumprimento da regulamentação dos direitos e dos consumidores.

Nono dígito

Em 2016, a Anatel finalizou o processo de implantação do nono dígito nos telefones móveis de todo o país, quando os usuários dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná também começaram a utilizar o 9 antes do número de celular. O processo teve início em 2013 no estado de São Paulo. Com a mudança, a capacidade do Plano de Numeração do Serviço Móvel Pessoal subiu de 37 milhões para 90 milhões de acessos por código de área.

Um dos motivos para a implementação do nono dígito foi atender a crescente demanda por aplicações que utilizem o Serviço Móvel dando suporte para comunicação Máquina a Máquina (M2M) e Internet das Coisas (IoT) . Estas tecnologias são usadas, por exemplo, para tele alarmes, automação residencial, e rastreamento de automóveis.

TV digital

O processo de desligamento da TV analógica começou em março do ano passado com o projeto-piloto em Rio Verde (GO). Em 16 de novembro de 2016, o sistema analógico foi desativado no Distrito Federal e em nove municípios do entorno, que tem aproximadamente quatro milhões de habitantes, com 1,2 milhão de domicílios.

Está previsto para o próximo mês de março o desligamento do serviço analógico em São Paulo. Também deverá ser implantado em 2017 o sistema digital em Goiânia, Salvador, Recife, Fortaleza. Durante o processo são distribuídos kits com antenas e conversores da TV analógica para digital. Todas as famílias cadastradas nos programas sociais do governo federal recebem o kit gratuitamente.

Atendimento dos Consumidores

Em 2016, a central de atendimento da Anatel registrou 3,9 milhões de reclamações dos consumidores de serviços de telefonia móvel, fixa, banda larga fixa e TV por assinatura. O número representa uma redução de 4% ou 176,5 mil das queixas em relação ao ano anterior, quando o total atingiu 4,1 milhões. As principais reclamações foram relativas a cobrança, qualidade, e cancelamento dos serviços.

Houve aumento de 1,9% das reclamações relativas a telefonia móvel em 2016 se comparado ao ano anterior e de 25,8% dos chamados "outros serviços", por exemplo de trunking e radioamador. Mas as queixas em relação a telefonia fixa caíram 8,6%; da banda larga fixa, 8,4%; e TV por assinatura, 12,5%.

Do total de reclamações, 47% ou 1,8 milhões foram em relação a telefonia móvel; 24,1% ou 943,8 milhões a telefonia fixa; 14,9% ou 581,1 milhões banda larga fixa; e 13,1% ou 511,1 milhões TV por assinatura.

Execução Orçamentária 2016

O total aprovado na Lei Orçamentária Anual (LOA) foi de R$ 495,5 milhões, sendo R$ 365,2 milhões para pessoal; R$ 14,4 milhões para benefícios; R$ 108,7 milhões para outras despesas correntes, e R$ 7,2 milhões para investimentos.

Em função dos cortes e contingenciamentos, o total dispendido pela Anatel foi de R$ 473,4 milhões, sendo R$ 360,7 milhões com pessoal, R$ 14,2 milhões com benefícios; R$ 92,7 milhões com outras despesas correntes e R$ 5,8 milhões com investimentos.


Comentário (0) Hits: 72

Mapa dos cabos submarinos do mundo

mapa_cabo_submarino2.jpgPor Ethevaldo Siqueira
07/02/2017 - O Mapa de Cabo Submarino é um recurso gratuito da TeleGeography.

Os dados contidos neste mapa são extraídos do Global Bandwidth Research Service e são atualizados regularmente.

Clique neste link

 

Comentário (0) Hits: 90

O que é VAS?

vas3.jpg01/05/2014 - Segundo explica o site Teleco, a comunicação de voz, fornecida por serviços públicos móveis e de telefonia fixa é a principal fonte de renda das operadoras de telecomunicações. No entanto, este tipo de serviço tem sido cada vez mais transformado em "commodities", tanto no mercado corporativo como no mercado residencial.

Com a crescente demanda por mobilidade e acesso a vários tipos de informações rapidamente no mundo de hoje, novas oportunidades de negócios surgiram, especialmente para operadoras de serviços móveis.

Estes novos serviços que proporcionam acesso a diferentes informações, recebem e enviam dados, são chamados de Value Added Services (VAS), ou em português, Serviços de Valor Agregado.

Embora também presente em menor escala no mercado de telefonia fixa, os serviços de VAS foram utilizados no mercado de telefonia móvel, cuja mobilidade e poder de computação fornecida pelo terminal, atende às necessidades de seus usuários de forma mais ampla e criativa.

Saiba mais aqui 

Comentário (0) Hits: 82

Imagine um computador que foi feito há 21 séculos

computador._2100jpg.jpgEthevaldo Siqueira
30/01/2017 - Há exatamente seis anos, no dia 30 de janeiro de 2011, eu publicava em minha antiga coluna no Estadão esta notícia sobre:

Um computador de 2.100 ANOS
30 de janeiro de 2011 | 12h25

Ethevaldo Siqueira
Você sabia que o computador científico Antikythera Mechanism é o mais antigo computador do mundo e foi criado há 2.100 anos na Grécia (100 aC)? Pois bem, um exemplar dessa maravilha foi resgatado de um navio que naufragou em 1901. Veja o vídeo de sucesso no YouTube que, postado no dia 9 de dezembro de 2010, já tem mais de 1,5 milhão de exibições. Acesse pelo endereço abaixo para ver esta notícia incrível.

(Hoje, 30 de janeiro de 2017, já são 2.855.940 visualizações)

Assista ao vídeo aqui

Comentário (0) Hits: 98

newsletter buton