Brasil tem 337 mil linhas móveis a menos

app_smartphone.jpg30/09/2019 - Números divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informam que o Brasil registrou 228,25 milhões de linhas móveis em operação em agosto de 2019, menos 337,01 mil (-0,15%) na comparação com o mês anterior e redução de 6,11 milhões (-2,61%) nos últimos doze meses. Em agosto, 122,35 milhões das linhas móveis eram pré-pagas (53,60% do total) e 105,90 milhões pós-pagas (46,40%). As linhas móveis pós-pagas cresceram 751,71 mil unidades (+0,71%) em relação a julho e registraram aumento de 10,99 milhões (+11,58%) nos últimos 12 meses.

Em agosto de 2019, a Vivo teve a maior participação de mercado com 73,67 milhões de linhas em operação (32,28% do total) seguida da Claro com 56,51 milhões (24,76%), da Tim com 54,68 milhões (23,96%) e da Oi com 37,51 milhões (16,43%). As demais operadoras móveis detinham 5,88 milhões de linhas (2,57%). Com exceção da Claro que teve um acréscimo de 33,37 mil linhas entre julho e agosto de 2019 (+0,06%), as quatro grandes operadoras móveis nacionais apresentaram diminuição no total de linhas em operação tanto na variação de julho a agosto quanto nos últimos 12 meses.

Os números da telefonia móvel estão no Portal da Anatel. Nas planilhas disponibilizadas pela Agência, há informações sobre a quantidade de linhas do Serviço Móvel Pessoal (jargão técnico que o órgão regulador utiliza para se referir à telefonia móvel) por tecnologias, empresas, código nacional e unidades da Federação.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton