Próxima estação: use seu cartão no transporte público

metrorio_visa.jpg*Por Marcelo Sarralha
27/05/2019 - Para embarcar no metrô do Rio de Janeiro, não é preciso mais encarar longas filas para comprar ou recarregar o bilhete. Desde maio, basta aproximar o cartão de crédito do validador da catraca habilitada, pagar e o acesso é liberado. Fácil, prático e rápido. O Rio de Janeiro é a primeira cidade da América Latina a implementar a tecnologia de pagamento por aproximação no metrô.

Essa mudança na maneira de pagar no transporte público começou em Londres em 2014, fruto da parceria entre a Visa e o órgão governamental responsável pelo transporte público – com a posterior integração com outros modais. Desde então, os números comprovam que a adesão dos usuários só aumenta, de acordo com a Transport for London (TfL). A rede de transportes de Londres já registrou mais de 1,7 bilhão de viagens realizadas com pagamento por aproximação. Hoje, metade de todas as viagens de metrô é paga desta forma, um aumento de 25% na comparação com as transações em 2016.

Diariamente, cerca de 2,5 milhões de viagens no metrô, ônibus e trem usam o pagamento por aproximação.
Com o sucesso da experiência, a Visa lançou a solução de transporte Visa Ready MTT em 2017, que já soma mais de 150 projetos em cidades como Sydney, na Austrália, e Vancouver, no Canadá. Como a solução substitui a infraestrutura dos validadores, o que implica em altos custos, surgiu o desafio: como implementar essa operação e, ao mesmo tempo, baratear o processo? A alternativa seria aproveitar a infraestrutura existente e fazer um upgrade no sistema.

Por conta da complexidade do projeto, criamos um grupo de trabalho multidisciplinar, envolvendo profissionais de diversas áreas da Visa como Operações, Produtos, Risco, Marketing e Legal, além de representantes das empresas parceiras. Todas as semanas, durante um ano e quatro meses, o grupo se reuniu em um laboratório para executar cada fase do projeto, desde o entendimento do ecossistema, passando pelo desenvolvimento da solução e testes com os protótipos até atingir a certificação e o lançamento.

No mercado brasileiro, nosso principal desafio foi mostrar que a nova forma de pagamento é uma alternativa ao atual bilhete do metrô. A proposta é melhorar a experiência dos usuários do transporte público, inclusive para passageiros esporádicos, considerando o forte potencial turístico do Rio de Janeiro que atrai turistas internacionais. Outro desafio foi atestar a segurança dos cartões bancários, já que a indústria eletrônica de pagamentos investe constantemente em boas práticas de combate a fraudes devido às suas operações em larga escala.

O resultado do trabalho foi a solução Visa Secure Access Module (VSAM), desenvolvida de forma pioneira no Brasil, que permite a introdução de um chip nos validadores, capaz de aceitar a tecnologia NFC (Near Field Communication) presente nos cartões bancários e dispositivos móveis, como celulares, pulseiras e relógios. O pagamento por aproximação traz mais rapidez e praticidade para o usuário, além de apresentar uma tecnologia tão segura quanto a dos cartões com chip. Em um primeiro momento, o uso será exclusivo para crédito Visa, mas nosso objetivo é ampliar para débito e pré-pago, além de outras bandeiras, sendo uma solução agnóstica.

Também queremos expandir essa tecnologia para outras cidades brasileiras e países, além de integrá-la com outros modais como ônibus, trens e barcas, já que a implementação do sistema é bastante simples e requer baixo investimento. A solução é tão inovadora que, mesmo antes do lançamento no metrô carioca, inúmeras cidades brasileiras já entraram em contato conosco, demonstrando interesse em adotar esse recurso.

marcelo_sarralha_visa.jpgEm minha opinião, estamos fazendo uma verdadeira transformação digital no setor de transportes, agilizando o pagamento e permitindo o maior controle das despesas, que estarão reunidas em uma única conta. Acompanhei a execução do projeto em Londres e constatei os benefícios para o transporte público e, consequentemente, a fluidez no embarque de passageiros, contribuindo para a mobilidade urbana e a melhoria da qualidade de vida de toda a população. Acredito que o mesmo deve ocorrer no Brasil. Acima de tudo, o pagamento por aproximação no transporte público é um primeiro passo para popularizar ainda mais a sua utilização no País, que vem crescendo exponencialmente nos últimos anos. Essa mudança de paradigma no comportamento das pessoas será incorporada no dia a dia, estendendo seu uso para o pagamento de produtos e serviços.

*Marcelo Sarralha é Diretor Sênior de Produtos da Visa do Brasil

Crédito: Divulgação Visa

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton