App une médicos e pacientes no Rio e em SP

beep_saude_2.jpg24/10/2016 - O aplicativo Beep Saúde foi lançado julho deste ano com o objetivo de resgatar uma das práticas mais tradicionais da medicina - a visita domiciliar ou onde o cliente preferir - e proporcionar uma experiência diferente para profissionais e pacientes, que alie qualidade e mais flexibilidade de agenda para ambas as partes.

Para o paciente utilizar o serviço de atendimento médico, basta baixar o Beep em celulares com sistema iOS ou Android e se cadastrar. O aplicativo é gratuito, mas é cobrado uma taxa de R$ 50,00 pela vacinação. Já os preços variam de acordo com a vacina, e estão entre R$ 80 (Hepatite B) e R$ 400 (PPD).

O Beep funciona de acordo com a localização do paciente. O aplicativo mostra para o usuário as beep_saude_3.jpgopções de médicos da especialidade desejada que estão disponíveis para atendimento imediato, em um raio de até 10km. A partir daí ele visualiza o currículo de cada um e pode "beepar" o profissional escolhido. Ao final da consulta, o paciente tem a opção de avaliar o atendimento, concedendo de 1 a 5 estrelas para o médico. Esta avaliação conta para a permanência do profissional na rede do Beep.

A vacinação em domicílio está disponível das 8h às 19h30 e oferece imunização para adultos, crianças, adolescentes, gestantes, com vacinas contra Dengue, Gripe, Hepatite A e B, BCG, PPD, HPV, Rotavirus, Sarampo, Cachumba, Rubéola, Febre Amarela e Tuberculose, dentre outras.

O aplicativo começa operando na cidade do Rio de Janeiro e São Paulo, conta com mais de 1000 médicos cadastrados, em todas as especialidades. O processo de seleção desses profissionais passa pela análise curricular e documental. São selecionados médicos formados nas mais tradicionais universidades e serviços de residência médica, com experiência comprovada.

Vantagens para médicos e pacientes

O maior objetivo do Beep é promover atendimento médico com qualidade e devolver ao paciente e ao médico o melhor uso do seu tempo. "Atualmente muitas pessoas chegam em casa após o trabalho e lembram que precisam ir ao médico, mas pela hora já não conseguem mais marcar a consulta, ou passam pela dificuldade de não conseguir uma data de atendimento próxima. Ou, pior, algum ente ou ela própria está sentindo mal e precisaria de atendimento de urgência, mas tem que passar pela via crucis das emergências dos hospitais, que estão lotadas e priorizam os casos mais graves. Com o Beep, essa pessoa pode escolher o médico que julgar mais adequado pelo currículo e pele preço da consulta, e rapidamente o profissional estará onde ela precisar", explica Vander Corteze, médico e idealizador do aplicativo. "Com o Beep queremos estimular o paciente a procurar um bom médico no momento em que o sintoma aparece e não deixar que o seu problema de saúde se agrave", completa.

Já o médico pode se mostrar on line no Beep quando quiser e puder, aproveitando aquela brecha na agenda para atender mais pacientes e assim otimizar o seu trabalho. Assim, o Beep é uma alternativa para incrementar a prestação de serviços particulares para além do consultório tradicional. No futuro, inclusive, Vander planeja incluir a opção 'encaixe' no aplicativo: assim o paciente que desejar checar se há vaga em algum ao consultório médico perto poderá encontrar um horário que está ou ficou vago na agenda do profissional.

O valor da consulta é fixada por cada médico, de acordo com suas expectativas. Todos oferecem recibo, que serve como comprovante para reembolso no plano de saúde e declaração do imposto de renda. Todas as consultas são pagas exclusivamente via cartão de crédito.

Apesar de iniciar a prestação de serviço somente com médicos, a meta é expandir para outros serviços médicos, como fisioterapia e enfermagem, entre outros. Vander Corteze estima fazer até 5 mil consultas por mês, fechando um ano de lançamento do Beep com mais de 150 consultas por dia e cerca de mil profissionais cadastrados.

O Beep tem o apoio de diversas sociedades de especialidades médicas para operar, e está em conformidade com a legislação.

Parceria com o Uber

O app tem ainda um sistema que funciona em parceria com o Uber. Ao chamar o profissional, o Bepp aciona o Uber e passa exatamente o valor da corrida do médico (ida e volta). Esse valor é adicionado ao preço da consulta e o paciente efetua o pagamento conjunto no cartão de crédito. Ao ser 'beepado', o médico tem a opção de chamar na hora o Uber e agilizar o deslocamento ou ir com seu próprio carro, se desejar.

Mesmo tendo essa parceria, Vander faz questão de cravar a diferença entre os serviços: "Medicina não é como transporte, não basta apenas enviar o médico mais próximo. A escolha do profissional por parte do paciente é um dos grandes diferenciais do Beep. O paciente pode escolher qual profissional irá atendê-lo analisando currículo, valor da consulta, distância e avaliações de outros pacientes", reforça.

 

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton