Computadores ganham o jogo de tabuleiro GO

  • Imprimir

tabuleiro_go.jpgPor Ethevaldo Siqueira
15/03/2016 - Em 1996 e 97, o computador Deep Blue da IBM derrotou o campeão mundial de xadrez, Garry Kasparov. Agora, passados 20 anos, novos avanços de Inteligência Artificial conseguem, o que parecia ainda mais improvável vencer o campeão coreano de um dos jogos típicos que parecia estar fora da capacidade das máquinas, por exigir a combinação de raciocínio e intuição muito superior àquilo que os computadores pareciam ser capazes.

O GO é jogado sobre um tabuleiro de xadrez com 19 por 19 quadrados pretos e brancos, e peças também de duas cores. Embora tenha nascido na China ou no Japão, os melhores jogadores de GO do mundo são da Coréia do Sul. Aliás, o campeão mundial desse jogo é um coreano, Lee Sedol.

A grande notícia é exatamente a derrota de Lee Sedol para o programa de Inteligência Artificial AlphaGo nas três primeiras partidas de GO, de uma série de cinco, embora esta não seja uma série oficial do campeonato mundial. O AlphaGo é um programa escrito por pesquisadores da DeepMind, uma softwarehouse de Inteligênica Artificial de Londres, que foi comprada pelo Google em 2014.

Embora esta seja uma façanha surpreendente, penso que estamos caminhando na beira de um abismo, sem ter uma corda para nos salvar dos riscos mais graves desses avanços da Inteligência Artificial.

Matéria relacionada: Devemos temer os computadores?

O computador que roda o Go

A Nature Video disponibilizou um vídeo mostrando as regras sobre o jogo, explicando como funciona o programa e o que isso significa para o futuro da AI.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado