Vídeo simula a sensação de pilotar um Mustang

ford_360.jpg16/07/2015 - A Ford produziu um vídeo filmado em 360º, que permite a todos experimentarem a potência do novo Mustang fastback equipado com motor 5.0 V8 e sentirem o prazer de pilotá-lo em uma das mais lendárias pistas da Fórmula 1, o Circuito de Silverstone, na Inglaterra.

Interativo, o filme possibilita o usuário rotacionar o ponto de vista de dentro do carro e conseguir diversas perspectivas da cena, utilizando o mouse ou o cursor. Assim como em um jogo de vídeo game, é possível explorar a tela em multi-perspectivas, gerando imagens como as vistas de helicóptero e do para-choque dianteiro, além de ver a posição do Mustang em um mapa ativo e verificar seu velocímetro e tacômetro.

"Queríamos que todos tivessem a oportunidade de pilotar o Mustang V8 em alta velocidade em uma grande pista de corrida", revelou Mark Truby, Vice-Presidente de Comunicações e Relações Públicas da Ford Europa. "O que torna este vídeo exclusivo é o fato do espectador ter o controle completo de sua visão em multi-perspectivas. Ele pode olhar em qualquer direção como se estivesse fisicamente na cabine do Mustang, obter a vista de helicóptero do carro, verificar sua velocidade e RPM. É totalmente imersivo.

Com duração de 80 segundos, o filme foi gravado em um único dia com seis câmeras GoPro, capturando as imagens de dentro do carro, seis drones e câmeras frontais no pára-choque. Seus frames foram cuidadosamente editados para garantir um filme com fluidez e sem cortes. Durante a filmagem, também foi necessário que o piloto profissional Paul Swift dirigisse o Mustang em alta velocidade durante 2,6 quilômetros na pista de Silverstone. "Eu nunca vi um filme desta qualidade em 360 ° antes – você sente como se realmente estivesse no carro", disse Swift. "Eu adoraria contar como ele é feito, mas isso é segredo absoluto!

Na versão on-line do filme, basta o telespectador clicar no icônico cavalinho, símbolo do carro. A câmera é ajustada através das teclas de seta do teclado, trackpad ou mouse. Ao clicar no ícone do helicóptero, o usuário tem a vista aérea da tela, e no do Mustang exibe a visualização da frente do carro. A versão mais básica do filme também está disponível para visualização no YouTube: https://youtu.be/3ifFZhMySq0

 

 

Comentário (0) Hits: 802

Instagram: 185 milhões de acessos na Copa America

07/07/2015 - Depois do fenômeno da Copa do Mundo, quando o Instagram se tornou uma opção para encontrar conteúdo e bastidores dos jogos, a Copa América chega para consolidar o papel da plataforma no mundo esportivo. Durante o Campeonato no Chile, entre 9 de junho e 4 de julho, 185 milhões de interações foram geradas por mais de 30 milhões de pessoas no Instagram.

Neymar, o atleta mais popular no Instagram, foi o jogador mais comentado do campeonato, seguido de Messi e James. O brasileiro também dominou quatro das cinco fotos mais populares – incluindo o post em que ele anunciou a saída da Copa América. O troféu também foi estrela, com posts de Gary Medel, Claudio Bravo e Eduardo Vargas .

Jogando em casa e campeão da Copa América, o Chile ganhou destaque também no Instagram, alcançando o topo da lista do jogo mais comentado – a final – e o emoji com a bandeira do país mais postado.

A partida mais popular não foi surpresa: a final entre Chile e Argentina; mas a Colômbia chamou a atenção estando em três dos cinco jogos mais populares. Brasil x Colômbia, Argentina x Colômbia e Colômbia x Venezuela. Veja abaixo os números detalhados:

Jogadores mais populares

1. Neymar
2. Lionel Messi
3. James Rodríguez
4. Willian
5. David Luiz
6. Danilo
7. Robinho
8. Thiago Silva
9. Gary Medel
10. Alexis Sánchez

Fotos mais curtidas

1. neymarjr - https://instagram.com/p/4C_iMxxtvU/
2. neymarjr - https://instagram.com/p/3w_upqxtgN/
3. neymarjr - https://instagram.com/p/4Otjwwxtmd/
4. neymarjr - https://instagram.com/p/36-h4tRtgI/
5. jamesrodriguez10 - https://instagram.com/p/4Fm39HILId/

Principais partidas por engajamento no Instagram

1. Chile x Argentina – 4 de julho
2. Brasil x Colômbia – 17 de junho
3. Argentina x Colômbia – 26 de junho
4. Brasil x Peru – 14 de junho
5. Colômbia x Venezuela – 14 de junho

Principais Hashtags

1. #copaamerica
2. #copaamerica2015
3. #chile
4. #neymar
5. #messi
6. #colombia
7. #argentina
8. #futbol
9. #copaamericachile2015
10. #chile2015

 

Comentário (0) Hits: 728

Evite ataques de phishing em sua conta do Facebook

11/06/2015 - O phishing é uma das estratégias ilegais mais utilizadas por hackers e representa um dos melhores negócios para os cibercriminosos. A metodologia do phishing é simples: os delinquentes cibernéticos criam emails, links e páginas da web desenhadas especificamente para se passarem por fontes seguras para roubar dados dos usuários.

A rede social Facebook é um bom exemplo disso. Essa plataforma social se tornou uma ferramenta muito popular para os cibercriminosos durante os últimos anos, que exploram a popularidade do Facebook e o medo dos usuários de perderem suas informações, roubando seus dados pessoais com supostas mensagens de amigos e solicitações de troca de senha ou mensagens que fingem ser do Facebook, e que não são.

De acordo com uma pesquisa da Kaspersky Lab, 22 por cento dos golpes de phishing são dirigidos ao Facebook. Além disso, mais de 35 por cento envolvem páginas da web falsas que se fazem passar pelas principais redes sociais. A pesquisa detalha que até o momento, já foram registrados mais de 600 milhões de tentativas de acesso de usuários de produtos Kaspersky a sites de phishing. Assim mesmo, diariamente, são feitos mais de 20 mil cliques que levam a páginas falsas do Facebook.

"Este tipo de ataque funciona porque joga com a confiança das pessoas. Os usuários tendem a confiar muito mais em mensagens que vêm de amigos do que as de pessoas estranhas. Os cibercriminosos por trás deste tipo de ataque sabem que o usuário abrirá mais facilmente um link, um email ou uma mensagem que tiver sido enviada por amigos do que se tiver sido enviada por um desconhecido", explica Fabio Assolini, Analista Sênior de Segurança da Kaspersky Lab.

Claro que os casos de phishing através de mensagens do Facebbok não são a única maneira de se atacar. Os criminosos também imitam mensagens de bancos importantes e de serviços de cartões de crédito para tentar acessar a informação bancária e as contas online. Seja qual for o serviço web, o objetivo dos atacantes sempre é o mesmo: aproveitar-se da confiança que os usuários têm em instituições populares para obter nomes de usuário, emails, senhas ou códigos PIN.

 

Existem diferentes maneiras de evitar ataques de phishing. Segundo os especialistas da Kaspersky Lab, antes de mais nada, devemos suspeitar de qualquer site que nos solicite informações pessoais.

1. Nunca responda uma solicitação de dados pessoais através de um email.

2. Insira suas informações pessoais apenas em páginas web seguras. Saiba que o site é seguro se ele começar com "https://" e se um ícone de cadeado aparecer no canto inferior direito do seu navegador. Clique no ícone para exibir o certificado de segurança da página e verifique se o mesmo foi emitido para o site do Facebook.

3. Procure sinais de falsificação nos emails, onde são solicitadas informações pessoais (erros ortográficos são um sinal importante). Se o link para o site que pede a sua informação pessoal redirecionar para uma página diferente do que o esperado, é um claro sinal de um ataque de phishing.

4. Não clique em links que peçam seus dados pessoais. É melhor que vá diretamente para o site digitando o URL na barra do navegador.

5. Certifique-se de que seu navegador, seu antivírus e todos os programas do seu computador estejam sempre atualizados com as versões mais recentes que incluem pacotes de segurança. Certifique que seu antivírus disponha de proteção contra os ataques de phishing.

6. Informe imediatamente seu banco ou sua plataforma de rede social sobre qualquer mensagem suspeita, especialmente se houve solicitação de dados pessoais ou financeiros.

7. Ative a autenticação de dois fatores em seu perfil, assim você precisará informar um código extra recebido por SMS ou gerado no aplicativo do Facebook em seu celular quando for logar na sua conta. Isso dificulta bastante um roubo de contas pois sem o código não será possível acessar seu perfil.

Usuários de dispositivos móveis devem ficar mais atentos, já que essas ameaças são muito comuns também em smartphones e tablets. No entanto, ao contrário do PC, dispositivos móveis muitas vezes usam navegadores que se escondem na barra de endereços, por isso vai ser muito mais difícil para os usuários móveis identificarem esquemas de phishing nessas plataformas.

 

 

Comentário (0) Hits: 1071

Kaltura faz parceria com Facebook para postar vídeos

kaltura2.jpg27/03/2015 - A Kaltura, companhia criadora da primeira plataforma de vídeo open source na web, anunciou nesta quarta, (25), acordo com o Facebook para desenvolver uma nova forma para distribuição de vídeos, que permite que conteúdos criados na plataforma sejam publicados diretamente na rede social, de forma nativa.

"Estamos muito animados com a parceria que fizemos com o Facebook", disse Ron Yekutiel, Chairman e CEO da Kaltura. "Vídeo está se tornando um modo essencial de comunicação em todos os setores, mas seu poder de conteúdo está centralizado na distribuição - como ele é entregue, para quem, de onde e com quais dispositivos poderão ser visualizados. Permitir que os clientes da Kaltura possam publicar vídeos nativamente no Facebook, oferecem oportunidades ilimitadas de ampliar e aprofundar o conteúdo de vídeo social", completa Yekutiel.

O conector de distribuição permite que marcas, donos de conteúdo e editores compartilhem o vídeo de forma automatizada, com acesso aos benefícios de vídeos nativos do próprio Facebook como "auto-play" e botões customizados de "call-to-action". Ao mesmo tempo, o proprietário do vídeo pode manter o controle central de distribuição na plataforma da Kaltura. A empresa planeja construir um painel de relatórios de análise, aproveitando a API do Facebook, que dará aos clientes a capacidade de mensurar o engajamento de vídeo na rede social.

De acordo com o Facebook, há em média mais de três bilhões de visualizações de vídeo na rede social todos os dias, sendo mais de 65% vistos a partir de dispositivos móveis.

Comentário (0) Hits: 823

Facebook quer os dados bancários de seus usuários

facebook-whatsapp.jpgFernando Paiva, do Teletime
23/03/2015 - Quando pagou US$ 22 bilhões pelo WhatsApp, o Facebook não estava atrás apenas do app de mensagens instantâneas mais popular do mundo, mas dos números celulares de centenas de milhões de pessoas, informação valiosíssima e que poderia ser cruzada com o próprio banco de dados da rede social. Agora, a empresa de Mark Zuckerberg vai acrescentar mais um campo importante ao seu banco de dados: os números de cartão de débito de seus usuários. O Facebook anunciou semana passada que vai incluir no Messenger, seu serviço de mensagens instantâneas, a funcionalidade de transferência financeira entre pessoas físicas.

A novidade chegará primeiro para os usuários norte-americanos ao longo dos próximos meses e depois será exportada a outros mercados cuja lista ainda não foi divulgada. Para enviar e receber dinheiro, as pessoas precisarão informar o número de seu cartão de débito (não funciona por enquanto com cartão de crédito e nem PayPal). Haverá um botão com o símbolo do cifrão dentro de cada conversa particular, para a realização de transferências. O serviço será para uso pessoal, não para negócios. O usuário poderá definir uma senha própria para sua utilização. A novidade estará disponível nas versões Android e iOS do app do Messenger. Nesta última, será possível adotar a impressão digital (Touch ID) como forma de autenticação. Não haverá cobrança pelas transferências: o serviço será gratuito. A compensação acontecerá dentro de três dias úteis.

Não foi divulgado se o serviço será lançado no Brasil. Fica a dúvida de como ele será gratuito aqui, onde transferências entre bancos diferentes, o chamado DOC, têm um custo alto.

Comentário (0) Hits: 717

LinkedIn lança Guia para ajudar usuários

guia-linkedin.jpg09/03/2015 - O LinkedIn, a respeitada rede profissional, elaborou um guia gratuito para que o usuário possa explorar o potencial da rede na construção de sua identidade profissional online, ampliação da sua rede de relacionamentos, networking, produção e recebimento de conteúdo relevante.

Iniciantes têm agora um passo a passo de como criar um perfil campeão, enquanto o usuário já familiarizado com a ferramenta tem a oportunidade de aprimorar alguns campos e tirar melhor proveito da rede social.

"Diferentemente do currículo tradicional, o perfil do LinkedIn é dinâmico. Ele acompanha o crescimento de cada pessoa e traz outras informações, além da experiência profissional, que nos ajuda a conhecer o usuário de maneira mais completa. Ele pode - e deve - ser atualizado com frequência.", afirma a gerente de comunicação do LinkedIn na América Latina, Fernanda Brunsizian.

Confira abaixo seis dicas rápidas do LinkedIn para tornar o perfil mais atrativo:

1) Foto corporativa: um perfil com foto é 14 vezes mais visto que o sem foto. É a imagem que dá credibilidade ao perfil, portanto, prefira imagens que traduzam a imagem que você quer passar em um ambiente profissional. A dica é colocar uma foto que transmita seriedade e profissionalismo sem perder a sua essência.

2) Cabeçalho: preencha sua posição atual ou então escreva uma mensagem que reflita sua inspiração profissional.

3) Tenha uma URL personalizada: será mais fácil de encontrar seu perfil em sites de busca.

4) Capriche no resumo: o que você faz como profissional e as suas conquistas devem caber em aproximadamente 300 palavras e no máximo dois parágrafos. O resumo deve ser escrito em primeira pessoa, com verbos ativos, em forma de narrativa e tom pessoal.

5) Experiência: descreva sua função com palavras-chave, isso ajuda na indexação do perfil nas buscas. Evite copiar e colar do seu currículo.

6) Conteúdo: adicione seu portfólio ao perfil com apresentações, vídeos ou infográficos.


Comentário (0) Hits: 865

newsletter buton