10 tendências das mídias sociais para o próximo ano

consumer.jpg07/12/2016 - Para oferecer ao mercado as mais abrangentes e precisas informações sobre consumo, desempenho e planejamento de mídia, a Kantar IBOPE Media compartilha um estudo global da Kantar Media, com as 10 tendências das mídias sociais para 2017. Confira as análises completas no site da empresa. Abaixo, uma breve introdução do estudo:

1. Snap e Facebook: muito além do social - Diversificação como chave para o sucesso

Conquistar uma grande base de usuários de redes sociais já não é mais suficiente para as companhias que surgiram com foco neste segmento. A Kantar Media detalha como Snapchat e Facebook estão inovando na busca por novos usuários ativos.

2. Surfando a onda da "Realidade Aumentada" - O auge do ambiente web

Bastante popularizada a partir do fenômeno Pokemon Go, a chamada Realidade Virtual já chama atenção de diversos players do mercado de tecnologia – como Google, Apple, Facebook, Snap, Twitter e Amazon – e de veículos de mídia como o The New York Times.

3. A revolução da distribuição de conteúdo - A era das experiências

A distribuição de conteúdo costumava ser bem simples. Mídias e marcas publicavam nos seus sites/blogs e compartilhavam estes conteúdos nas redes sociais. Este processo evoluiu intensamente e a proliferação de canais de comunicação exigiu das marcas o desenvolvimento de conteúdos específicos e abordagens customizadas para cada um deles.

4. Os chatbots chegaram... mas não estão sozinhos - Iluminando o "dark social"

O movimento dos consumidores em direção ao uso massivo dos apps de mensagens já provoca, desde 2014, uma movimentação das marcas no mesmo caminho. Em 2016, os chatbots de atendimento – aplicativos que reproduzem códigos de conversas para gerar uma comunicação automatizada com os usuários – surgiram como outra grande tendência a se observar.

5. O crescimento das redes de pergunta e resposta - Celebridades e influenciadores ao seu dispor

Começou na China e agora está se espalhando por outros mercados ao redor do mundo, a adoção em massa de serviços de Q&A que permitem o envio de perguntas para celebridades e influenciadores. A Kantar Media analisa o lançamento do "Record" – app independente do LinkedIn.

6. Programas de influenciadores: aposta da moda ou sábio investimento? - A economia da confiança é mais que uma tendência

Em um cenário em que a identidade da marca não é mais restrita à sua própria mensagem, mas sim um reflexo das experiências coletivas de seus consumidores e fãs que seguem a companhia, a confiança é um atributo de suma importância. Neste contexto, o marketing de influenciadores se destaca. A linguagem moderna da confiança é engenhosa e, acima de tudo, alimentada por ótimas influências, classificações e críticas.

7. Redes sociais e TV: o casal do futuro - Ponto de partida para uma nova geração de telespectadores

As redes sociais sempre tiveram um vínculo com o conteúdo de TV/vídeo. Agora, o fenômeno "Social TV" marca a união da televisão com essas mídias, por meio das milhões de pessoas que compartilham as suas experiências com outros telespectadores nas redes sociais. O Kantar Twitter TV Ratings monitora as conversas sobre TV no Twitter. Em todos os mercados onde o serviço está disponível (Reino Unido, Espanha, Filipinas, Turquia e Brasil), descobrimos que as conversas fora da janela de transmissão tornaram-se maiores do que aquelas que acontecem durante a transmissão. Com as audiências discutindo os programas fora do horário de transmissão, vídeo e TV continuam se estendendo por meio das redes sociais.

8. Fale! - Os assistentes virtuais querem antecipar os seus desejos

Nas pesquisas feitas na internet, as perguntas realizadas com recursos de voz dobraram de 2014 para 2015. A ferramenta é mais uma evolução nos mecanismos de busca na web, que hoje já permitem a personalização de resultados por geolocalização e até uma compreensão melhor da intenção dos usuários. A ideia é que as ferramentas de pesquisa de fato tragam respostas às perguntas dos usuários, e não apenas resultados de uma busca.

9. Social commerce: quem será a galinha dos ovos de ouro? - Pinterest reivindica o trono

Ainda que as redes sociais tenham lançado recursos e ferramentas para facilitar a compra de produtos e serviços a partir de seus canais, a conversão ainda é complexa e apresenta resultados aquém das expectativas. Uma exceção parece ser o Pinterest. Uma pesquisa da Kantar Millward Brown relatou que 96% dos visitantes da rede social de compartilhamento de fotos usam o site para planejar uma compra, e 87% realmente fizeram uma compra depois de ver algo que apreciaram. Por isso, a capacidade do Pinterest gerar vendas é um importante diferencial da plataforma.

10. Office War! - Tormenta para Slack e outros players

O mercado de ferramentas digitais para comunicação dentro das empresas ainda é muito fragmentado. Este é um setor que enfrenta desafios como a falta de compatibilidade entre diferentes recursos e a resistência de algumas companhias em adotar ferramentas sociais por considerarem que elas desviariam a atenção dos funcionários. No entanto, a crescente presença de Millennials na força de trabalho tende a mudar esse quadro -- muitos deles veem as mídias sociais como a melhor maneira para romper as barreiras de comunicação, especialmente em grandes empresas.


Comentário (0) Hits: 4052

Instagram agora tem opção de vídeo ao vivo

instagram.jpg22/11/2016 - O Instagram atualizou sua plataforma com duas funcionalidades: vídeos ao vivo no Instagram Stories e desaparecimento de fotos e vídeos no Instagram Direct.

No Stories, o mecanismo de publicação rápida de fotos e vídeos, os usuários poderão compartilhar o vídeo em tempo real na linha do tempo dos amigos na hora que desejarem e ao final da transmissão a gravação deixa de existir. Já para o Direct, que permite envio de postagens para amigos e grupos, os usuários poderão ter mais controle de quanto tempo um vídeo ou foto ficará disponível.

A nova ferramenta do Instagram Direct está disponíveis para todos os usuários a partir desta segunda-feira, 21. E a opção de vídeos ao vivo do Stories entra em período de testes agora e deve chegar para toda comunidade da rede social nas próximas semanas.

Comentário (0) Hits: 4114

WhatsApp libera envio de gifs no iPhone

whatsapp.jpg07/11/2016 - O WhatsApp recebeu uma nova atualização para iPhone (iOS) que facilita ainda mais o uso de GIFs nas conversas. Os usuários podem tanto utilizar imagens da web quanto fazer suas próprias animações.

A partir da versão atual, o usuário conta com integração com o Giphy’s, um dos maiores bancos de imagens de GIF do mercado e que já é utilizado em outro serviço do Facebook, o Messenger. Além de poder pesquisar na enorme biblioteca do Giphy’s, o usuário pode editar suas imagens animadas, adicionando textos, stickers e desenhos feitos à mão.

As atualizações ainda não estão disponíveis em todos os iPhones, precisa aguardar para que esta nova função esteja disponível em todos os dispositivos.

1 - Clique no ícone da câmera para enviar uma foto (ou no sinal de "+" no canto inferior esquerdo e selecione fotos e vídeos)
2 - Clique no ícone da galeria de fotos
3 - Quando abrir a galeria de imagens, clique no canto inferior à esquerda no ícone ‘GIF”
4 - Escolha o GIF clicando na inagem ou pesquisando na barra de busca (onde lemos “Buscar GIPHY”)
5 - Depois que escolher o GIF, clique na opção enviar

Comentário (0) Hits: 3855

Spotify está agora nas Smart TVs Samsung

potify_1.jpg24/10/2016 - O Spotify, serviço de streaming de música, anuncia a nova experiência Spotify nas Smart TVs Samsung 2015 e 2016.

Todos os usuários Spotify, (exceto o Japão) tanto no acesso gratuito como no Premium, podem facilmente reproduzir, pular, navegar e pesquisar dentro de um catálogo de mais de 30 milhões de músicas diretamente em seus televisores com uma experiência otimizada para a tela grande.

Com o Spotify Connect, que transforma seu aplicativo em um controle remoto, você poderá controlar a sua música na TV usando o celular, desktop ou tablet. Para saber mais sobre como você pode ouvir em casa, entre em www.spotify.com/at-home

Smart TVs Samsung 2014 e modelos anteriores ainda têm uma versão mais antiga, apenas com Spotify Premium - atualizações adicionais em breve.

Comentário (0) Hits: 3382

Facebook apresenta novas funcionalidades

facebook.jpg19/10/2016 - Tradicionalmente, as pessoas recorrem aos amigos e familiares para pedir recomendações e dicas sobre um determinado tema. Pensando nisso, o Facebook lança hoje novos botões e funcionalidades para páginas com o objetivo de facilitar a interação entre usuários e empresas. Essas novidades permitem que as pessoas busquem recomendações, descubram eventos e novas formas de interagir com negócios, em qualquer lugar e com apenas o toque de um botão em dispositivos móveis. De acordo com a rede social, estas novas funcionalidades serão lançadas inicialmente nos Estados Unidos, mas devem chegar em breve ao Brasil

Recomendações pelo Facebook

Muitas vezes as pessoas procuram dicas de viagens, cabeleireiro ou, até mesmo, sugestões de ótimos lugares para comer e é comum recorrer à amigos ou grupos no Facebook. Um dos principais lançamentos é a aba de Recomendações e, com ela, é possível organizá-las todas em um apenas lugar.

Basta fazer um post pedindo dicas e ligar a opção Recomendações para que os comentários com dicas tragam o mapa para o local e salvas em uma aba separada. Será possível também acessar a área de Recomendações para fazer outras perguntas ou para ajudar amigos.

Encontrando Eventos

Os eventos foram reformulados para que seja possível receber recomendações com base nos eventos que amigos demonstraram interesse e eventos pelos quais as próprias pessoas se engajaram previamente.

Novos Botões de Interação

Uma vez que a pessoa já olhou as dicas dos amigos e escolheu o que fazer, o Facebook lança novidades para tornar as interações com as páginas de negócio ainda mais fácil. A partir de agora, as pessoas poderão tomar ações especificas como:

Pedir comida: será possível pedir comida diretamente na página de um restaurante. Basta clicar em "Iniciar pedido". Vale apenas para páginas nos Estados Unidos que fazem delivery pelos sites Delivery.com ou Slice.

Agendamentos: te indicaram um spa sensacional e quer marcar um horário? Clique no botão para solicitar um horário e eles irão confirmar a disponibilidade via Messenger.

Pedir um orçamento: alguns negócios locais terão um botão "Peça um orçamento" no topo da página.

Comprar ingressos para cinema e eventos: o Facebook vai tornar possível a compra de ingressos para filmes direto pelo Facebook, assim como de eventos em parceria com a Ticketmaster e Evenbrite.

 

Comentário (0) Hits: 2598

Bloqueio do Facebook é desproporcional

facebook.jpg10/10/2016 - A Proteste Associação de Consumidores avalia como desproporcional a sentença do juiz eleitoral de Joinville, Renato Roberge, que ordenou o bloqueio do Facebook em todo o País, por 24 horas, caso a empresa não cumprisse a decisão de remover um perfil da rede social.

O Facebook tirou do ar um perfil anônimo que publicava conteúdos para atacar o candidato a prefeito de Joinville Udo Döhler (PMDB). O caso ocorreu após a Justiça Eleitoral de Joinville determinar que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) suspendesse a rede social por 24 horas por "desobediência da legislação eleitoral". A página "Hudo Caduco" não se encontra mais disponível na rede social.

"É injusto que decisões como essa retirem o direito de milhões de usuários que se utilizam do Facebook, inclusive, profissionalmente", destaca Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Proteste.

O artigo 8º do Marco Civil da Internet institui a garantia do direito à privacidade e à liberdade de expressão nas comunicações, como condição para o pleno exercício do direito de acesso a internet.

A expectativa é que os tribunais reformem essa decisão de primeiro grau. A associação entende que cortar o serviço de comunicação entre pessoas gera prejuízos de vários tipos, além do desrespeito ao Marco Civil da Internet e é equivocada a interpretação do artigo 11 do Marco Civil no sentido de que se poderia bloquear a aplicação como um todo, quando na verdade a imposição é quanto a não coleta, armazenamento e tratamento de dados pessoais.

Como avalia o desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de São Paulo, Luiz Rizzato Nunes, tais decisões judiciais de bloqueios de aplicativos seria como o juiz mandar desligar toda a rede de telefonia de uma região porque a companhia telefônica se negou a entregar os dados das chamadas telefônicas de integrantes de quadrilhas de traficantes para que se possa fazer o rastreamento das ligações e descobrir os criminosos da rede.

Parte no processo do WhatsApp

A Proteste entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para ser admitida como parte interessada (Amicus Curiae) na ação ajuizada pelo Partido Popular Socialista, em julho último, que pede o fim de bloqueios a redes sociais como reiteradamente tem ocorrido com o WhatsApp. Liminar em vigor impede a suspensão do serviço.

O STF quer promover audiência pública sobre as decisões judiciais que determinaram o bloqueio do WhatsApp no Brasil. A manifestação foi publicada dia 27 de setembro, no Diário da Justiça, em despacho pelo qual o relator da Ação de Descumprimento de Preceito Constitucional (ADPF 403), ministro Edson Fachin, defende o debate diante do interesse público com o tema. O que motivou a ADPF foi a decisão do juiz Marcel Maia Montalvão, da Comarca de Lagarto, terceira maior cidade de Sergipe, com ordem para bloqueio do aplicativo em maio.

 

Comentário (0) Hits: 1425

newsletter buton