Facebook adiciona criptografia no app Messenger

messenger_up.jpg08/07/2016 - O Messenger há muito tempo ocupa um espaço secundário dentro do serviço mensagens de voz e texto, perdendo para o gigante WhatsApp, o aplicativo de mensagens que o Facebook comprou por US$ 19 bilhões.

Desde 2014, o Facebook está empenhado em empodeirar o Messenger. Em junho, o presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, contratou David Marcus, um executivo da PayPal, para assumir o Messenger: a empresa adicionou uma série de recursos para o serviço, incluindo o envio de dinheiro para amigos através do aplicativo, fazer chamadas de voz ou vídeo, ou encomendar um carro particular de dentro do aplicativo.

Na sexta-feira, 08, o Facebook começou a liberar a possibilidade de usuários terem conversas protegidas por criptografia de ponta-a-ponta (end-to-end). Em abril deste ano, o WhatsApp já havia adotado a mesma tecnologia de segurança.

"O fato de termos 1,65 milhões de pessoas no Facebook já faz do Messenger o melhor app disponível na maior rede social do mundo", disse Marcus em uma entrevista. "Por causa da escala de nossa rede, eu sinto que nós realmente temos uma grande chance de isso acontecer."

"Para fazer o Messenger ser a plataforma de comunicação preferida e primária, nós temos que construir capacidades diferentes de qualquer outro aplicativo", disse ele.

Legenda: David Marcus, que lidera a operação do Messenger no Facebook, durante conferência, em San Francisco.

Fonte: New York Times
Crédito: Jim Wilson/The New York Times

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton