ONU lança concurso "Jovens Inovadores" da UIT

onu_concurso.jpg09/04/2014 - A quarta edição do concurso mundial "Jovens Inovadores" da União Internacional das Telecomunicações (UIT) está com inscrições abertas até o dia 30 de maio. O concurso está aberto para jovens entre 18 e 26 anos de todo o mundo que tenham soluções originais para desafios globais em que as Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) possam ter um impacto significativo.

O concurso oferece aos jovens a oportunidade de participar de oficinas de habilidades empreendedoras, de conhecer e se relacionar com empresas líderes em TIC, e de mostrar seus projetos na UITTelecom World 2014, que acontecerá entre os dias 7 e 10 de dezembro de 2014, em Doha, no Catar. No final, serão premiadas duas iniciativas com um financiamento no valor de 10 mil dólares.
Para mais informações, acesse o site do concurso, a página no Facebook ou envie um e-mail para a organização: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. colocando "2014 Young Innovators' Competition" no assunto.

http://www.onu.org.br/onu-lanca-concurso-jovens-inovadores-sobre-tecnologias-de-informacao-e-comunicacao/

Comentário (0) Hits: 2085

Aquecimento global: quem apertou o botão de pausa?

warm_economist2.jpgThe Economist
17/03/2014 - O abrandamento do aumento das temperaturas ao longo dos últimos 15 anos deixa de ser inexplicável para ter duas teorias.

Entre 1998 e 2013, a temperatura da superfície da Terra aumentou a uma taxa de 0,04 °C a cada década, muito mais lenta do que o aumento de 0,18 °C na década de 1990.

Enquanto isso, as emissões de dióxido de carbono (o que seria esperado para elevar as temperaturas acima) aumentaram de forma ininterrupta. Essa pausa no aquecimento levantou dúvidas sobre a mudança climática. Alguns céticos dizem categoricamente, que o aquecimento global parou. Outros argumentam que a compreensão do clima pelos cientistas é tão falho, que não pode ser aceito com confiança.

A explicação convincente da pausa, portanto, é importante tanto para a compreensão sobre clima, quanto para a credibilidade da ciência climática. Na verdade, eles fazem um bom trabalho. E se tudo estiver correto, a pausa seria agora explicada com duas teorias.

Ilustração: Claudio Munoz

http://www.economist.com/news/science-and-technology/21598610-slowdown-rising-temperatures-over-past-15-years-goes-being

Comentário (0) Hits: 616

Fórum Global de Educação da Microsoft

MOOC.jpg11/03/2014 - Começa hoje, em Barcelona (Espanha), a 9ª edição do Microsoft in Education Global Forum. Neste ano, o evento vai reunir mais de mil educadores, representantes de escolas e de governos de mais de 90 países de todo o mundo. O objetivo é discutir o uso de tecnologia no ensino e os diferentes modelos inovadores que têm sido aplicados mundialmente.

Também serão conhecidos os vencedores globais do prêmio Educadores Inovadores. O Brasil chega a esta edição do evento com cinco professores concorrendo em diferentes categorias. A lista é formada por quatro vencedores da etapa nacional e pela professora Margarida Telles, que venceu a edição 2012 e retorna este ano com uma nova versão de seu projeto. Acesse nesse link detalhes sobre os trabalhos brasileiros selecionados.

Além dos educadores, representantes dos colégios Nave Recife e Gente, selecionados no concurso de Escolas Mentoras, participam do evento em Barcelona. O colégio estadual José Leite Lopes (Nave Rio) também participa do evento como parte do grupo de World Tour Schools, formado por 34 instituições selecionadas mundialmente pela Microsoft como referência em práticas de ensino inovador.

"A riqueza dos projetos apresentados por países de todo o mundo é algo impressionante e permite que o evento seja uma oportunidade de troca de experiências e melhora das práticas que já existem. Nós da Microsoft estamos muito orgulhosos de poder fazer parte dessa evolução", afirma Antonio Moraes, diretor de educação da Microsoft Brasil.

A Microsoft vem firmando parcerias para ampliar o uso de tecnologia em instituições de ensino no Brasil e em outros países. Um dos recentes acordos firmados pela companhia foi com a secretaria de educação do Estado de São Paulo. A parceria prevê que os 4,3 milhões de alunos da rede pública estadual tenham acesso gratuito ao Office 365, pacote de softwares na nuvem da Microsoft, em até cinco dispositivos.

A oferta aos alunos do Estado de São Paulo faz parte do Student Advantage, programa que permite a instituições de ensino estenderem o uso do Office 365 a seus alunos caso o pacote já seja utilizado na administração e por seus professores.

Comentário (0) Hits: 2058

BID disponibiliza cursos MOOC via edX

free_education.jpg07/03/2014 - O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou hoje, (07) que vai começar a oferecer cursos de desenvolvimento social e econômico por meio da edX, empresa sem fins lucrativos de aprendizagem on-line fundada pela Universidade de Harvard e pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). O BID torna-se a primeira organização especializada na América Latina e no Caribe a criar cursos através da plataforma de ensino on-line altamente respeitável e inovadora.

Ao aderir ao edX, o BID ampliará sua linha de ofertas de cursos on-line e presenciais sobre questões de desenvolvimento para um público muito mais amplo de funcionários públicos, partes envolvidas em políticas e outros na região e no exterior. A plataforma do BID será chamada IDBX e estará disponível em edX.org. Veja matéria da edX na Telequest.

"Estamos extremamente felizes por unirmos forças com o edX. Nossa parceria é natural, em que o BID compartilha sua experiência e conhecimento sobre questões de desenvolvimento e o edX sua experiência na oferta de cursos através de plataforma de software livre de última geração e tão utilizada", disse Federico Basañes, Gerente de Conhecimento e Aprendizagem do BID.

"Temos o prazer de dar as boas-vindas ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) na comunidade edX", disse Anant Agarwal, presidente do edX. "Apoiamos o trabalho do BID para melhorar a vida das pessoas nos países em desenvolvimento. Trabalhando com o BID, estamos ansiosos pela criação de cursos de alta qualidade on-line que envolverão e desafiarão milhões de alunos em todo o mundo."

Os primeiros cursos abertos, on-line e em massa (MOOCs) do BID a serem oferecidos através do edX incluem "Gestão para resultados de desenvolvimento nos governos subnacionais" e "Melhor previdência, melhores empregos", ambos com ênfase na América Latina e no Caribe. Inicialmente, esses cursos serão oferecidos em espanhol. Especialistas do BID estão elaborando a maioria dos cursos, mas outros serão desenvolvidos em parceria com as principais universidades das Américas.

O edX é uma empresa sem fins lucrativos que oferece cursos on-line de 38 universidades e seis organizações líderes de todo o mundo. O edX está concentrado em transformar a aprendizagem on-line e no campus através de metodologias inovadoras, experiências semelhantes a jogos e pesquisas de ponta em uma plataforma de software livre.

Veja mais: www.iadb.org ou numa versão mobile em www.iadb.mobi

Comentário (0) Hits: 2247

Fundação Lemann apoia startups educacionais

started.jpg26/02/2014 - A Fundação Lemann lança esta semana o Start-Ed nas Escolas, programa de estímulo a startups educacionais que já tenham um produto pronto para utilização. Será oferecido um aporte financeiro de R$ 100 mil a R$ 300 mil para o piloto da ferramenta em escolas públicas, uma avaliação de especialistas sobre o impacto na aprendizagem e um apoio para a elaborar a estratégia de distribuição do produto.

O Start-Ed nas Escolas tem como objetivo estimular startups que desejam colocar em prática suas soluções. O apoio será focado em incentivar o uso em escala – adaptado à realidade de redes públicas de ensino – e um maior impacto educacional, melhorando o desempenho dos estudantes atendidos, as condições de trabalho dos professores e dos gestores escolares.
Para participar é preciso ser empresa ou organização sem fins lucrativos que tenha a ferramenta apoiada como principal projeto da instituição. É preciso ainda estar apto a prestar serviço para escolas públicas e ter um produto ou ferramenta totalmente finalizado para ser usado por no mínimo 500 alunos, ainda em 2014.

Os pilotos devem começar no segundo semestre letivo de 2014, com expectativa de continuação ao longo do ano de 2015, para acompanhamento total de 18 meses. As inscrições de projetos podem ser realizadas até o dia 14 de março por meio do formulário: https://pt.surveymonkey.com/s/StartEdnasEscolas.

Já a divulgação dos selecionados será realizada por meio do site da Fundação Lemann, em 11 de abril. Mais informações estão disponíveis no edital: http://fundacaolemann.org.br/uploads/arquivos/start_ed_nasescolas_final.pdf

O que é o Start-Ed - O Start-Ed é um programa criado pela Fundação Lemann em 2013, com o intuito de contribuir para o desenvolvimento de um ambiente empreendedor no Brasil focado em tecnologia e educação. Em 2014, o Start-Ed se amplia em duas categorias: o Start-Ed nas Escolas e o Start-Ed Lab, voltado a empreendedores com projetos em estágio de desenvolvimento.

Comentário (0) Hits: 1439

Educação online com qualidade é um sucesso

free_education.jpg20/02/2014 - Você já imaginou a possibilidade de fazer um curso online ministrado por um ganhador do Prêmio Nobel, gratuitamente? O curso existe, tem oito semanas e começou nesta segunda-feira, (17).

O curso Os Mercados Financeiros, ministrado por Robert Shiller, ganhador do Prêmio Nobel - já obteve mais de 100.000 inscrições em todo o mundo.

"É o nosso curso MOOC mais popular neste momento", diz Lucas Swineford, diretor-executivo da difusão digital e educação on-line de Yale. Provavelmente é um recorde, termos 110.000 inscrições confirmadas para um curso de negócios on-line".

robert_shiller.jpgEm um vídeo no site da Coursera que introduz o conceito de Mercados Financeiros para os alunos, Shiller diz que este curso abordar o mercado de ações e o mercado de títulos, o sistema bancário, os mercados de opções, mercados futuros e os mercados de riscos.


"Alguns dessas assuntos são desconhecidos para a maioria das pessoas, por isso é um curso básico, e objetiva também explicar o seu funcionamento na sociedade", diz ele.

Legenda: Robert Shiller, da Yale, será o primeiro ganhador do Prêmio Nobel, a ministrar um curso da MOOC

Comentário (0) Hits: 1434

newsletter buton