BlaBlaCar: 2 anos no Brasil com 1,6 milhão de usuários

blablacar_2.jpg06/12/2017 - Plataforma cresce em capitais e em cidades menores que não estão ligadas diretamente por outras opções de transporte público

Em apenas dois anos desde seu lançamento no Brasil, a plataforma de caronas BlaBlaCar anuncia ter ultrapassado 1,6 milhão de usuários, o dobro do resultado esperado para 2017. Além da economia gerada para condutores e passageiros em suas viagens, a empresa atribui seu crescimento às necessidades de novas opções de transporte de longa distância no país. Das 38 mil rotas cadastradas no aplicativo, cerca de 20 mil conectam cidades que não estão ligadas por transporte público.

De acordo com dados do IBGE de 2016, a rede brasileira de transportes entre cidades é composta por mais de 65 mil rotas para viagem por terra ou via fluvial. Ainda assim, alguns municípios não são conectados pelas modalidades de transporte tradicionais. É o caso de rotas como Barueri (SP) - Rio de Janeiro (RJ), Ribeirão Preto (SP) - Sorocaba (SP), Campinas (SP) - Ubatuba (SP) e até capitais como Belo Horizonte (MG) - Florianópolis (SC), que formam trechos já utilizados por usuários da BlaBlaCar.

“Ao conectar condutores com lugares vazios no carro a passageiros indo para o mesmo destino, viabilizamos uma rede de transporte criada pelos próprios usuários. Com isso, colaboramos para a mobilidade entre as cidades brasileiras sem a necessidade de investimento público em infraestrutura”, explica o diretor geral da empresa no Brasil, Ricardo Leite. O gestor destaca também que, como as caronas dependem das publicações feitas pelos condutores, algumas rotas são sazonais, e não estão presentes na plataforma de forma constante.

Crescimento ancorado em marketing e boca a boca

A fim de crescer até três vezes no próximo ano, Leite aposta em aumentar os investimento de marketing nas regiões Centro-Oeste e Nordeste, além de cidades menores do Sul e Sudeste. “Até agora, focamos em um público-alvo que representa apenas 30% da população brasileira. Temos um potencial imenso de crescimento”, afirma o gestor. Esta expansão conta também com a ajuda dos usuários do aplicativo, que são hoje os maiores promotores do serviço: cerca de 85% dos novos cadastros chegam por indicação de amigos ou familiares.

Entre as razões que motivam o uso da carona está o aspecto social deste tipo de transporte. É o que conta Alexandre Campos Gonçalves, de 45 anos, natural da região metropolitana de Porto Alegre, e morador de Itapema, em Santa Catarina. "Eu tenho uma história bem bonita com a BlaBlaCar. Sou cadeirante e tinha sérios problemas de depressão. Depois que eu comecei a viajar entre Santa Catarina e Porto Alegre, Porto Alegre - Santa Catarina para ver meus filhos, foi uma experiência incrível. Fiz vários amigos, venci a depressão e acredito que a carona me ajudou”, afirma Alexandre.

Para manter o ambiente de confiança, a plataforma verifica o número de telefone e endereço de e-mail dos usuários, além de moderar as fotos e mini biografias. Estas informações fazem parte do perfil público dos viajantes, junto com as avaliações das pessoas com quem eles compartilharam uma carona. Outra inovação lançada pela empresa para aumentar a confiança do seu serviço é a verificação de documentação. O Brasil foi o segundo país a adotar o recurso, que hoje está presente em outros 5 dos 22 países onde a empresa atua.

Confira abaixo outros dados sobre a BlaBlaCar:

● Antecedência de publicação das vagas: 11% são publicadas com mais de uma semana de antecedência, 22% com 3 a 7 dias para a data da viagem, 29% com 1 a 3 dias, e 38% nas 24 horas que antecedem a carona.

● Celular x desktop: 83% dos condutores utilizam o smartphone para publicar uma carona, já entre os passageiros, 85% preferem reservar a viagem pelo celular.

● Distância média das viagens no país: 200 km.

● Algumas rotas internacionais que já foram feitas pelo aplicativo: Montevidéu (Uruguai) - Porto Alegre (RS),  Paulínia (SP) - Ushuaia (Argentina) e Bogotá (Colômbia) - São Paulo (SP), entre outras.

● Principais motivos de compartilhamento: visitar a família é a razão apontada por 37% dos viajantes para pegar a estrada. Visitas a namorado(a)s e amigos são apontadas por 26% dos usuários do aplicativo como a razão para as suas caronas, enquanto 18% usam a BlaBlaCar para viagens de negócios, e 19% indicam outros motivos.

● Idades: a plataforma é mais popular entre pessoas de 25 a 35 anos (48%), seguidas pelos jovens até 25 anos (25%). Os usuários com entre 35 e 45 anos representam 19% do total, e aqueles com mais de 45 anos, 8%.

●  Sazonalidade: grandes eventos e feriados costumam atuar como propulsores do movimento de caronas.  No feriado de 12 de outubro, por exemplo, o aplicativo foi o 4º mais baixado na Play Store do Google. Neste mês de dezembro, incentivados pelo Natal e ano novo, os usuários da BlaBlaCar devem compartilhar mais de meio milhão de assentos na plataforma, um incremento de 250% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Sobre a BlaBlaCar

A BlaBlaCar conecta condutores que fazem viagens de longa distância a passageiros indo para o mesmo destino. Eles viajam juntos e dividem os custos do trajeto. Cada passageiro faz uma contribuição justa pelo seu assento e o condutor não obtém lucro. Os perfis dos usuários contêm foto, minibiografia, verificação de telefone, email e documento (opcional), além de avaliações de companheiros de viagem anteriores.

O serviço está disponível no endereço www.blablacar.com.br e em aplicativos para iPhone e Android.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton