Milhões de contas do Yahoo foram hackeadas

yahoo_2.jpg22/09/2016 - Os usuários que não mudaram suas senhas desde 2014 devem fazer imediatemante a atualização.

O vazamento expõe até 500 milhões de nomes de contas, endereços de email, números de telefone, data de nascimento e, em alguns casos, perguntas e respostas de segurança, avisou a empresa.

A Verizon, que adquiriu o Yahoo por US$ 4,8 bilhões em julho, disse em comunicado que as "informações sobre o impacto do vazamento ainda estavam limitadas".

"Vamos aguardar o andamento das investigações e avaliar os interesses globais da Verizon, incluindo os consumidores, clientes e acionistas", disse a gigante das telecomunicações.

Fonte: CNET

Comentário (0) Hits: 1418

China e Índia, os maiores mercados de Internet

banda_larga_2.jpg19/09/2016 - Índia ultrapassou os Estados Unidos e se tornou o segundo maior mercado de Internet do mundo, com 333 milhões de usuários, ficando atrás da China com 721 milhões.

Novo relatório divulgado hoje pela Comissão das Nações Unidas de Banda Larga para o Desenvolvimento Sustentável, confirma que apenas seis nações - incluindo China e Índia – juntas, respondem por 55% da população mundial não conectada, devido à dimensão da sua população.

Embora o acesso à Internet esteja se aproximando da saturação nos países mais ricos, a conectividade não se desenvolve rápido o suficiente para preencher as lacunas do desenvolvimento, em áreas como educação e cuidados com a saúde em países mais pobres do mundo, de acordo com o relatório de banda larga da UIT de 2016.

 

Estima-se que globalmente 3,9 bilhões de pessoas não tem acesso à Internet e entre estes países, estão China, Índia, Indonésia, Paquistão, Bangladesh e Nigéria, e respondem por 55% de todas as pessoas não conectadas, enquanto 20 países - incluindo os EUA - representam um total de 75% das pessoas que não utilizam a Internet. Estes resultados sugerem que os esforços direcionados em apenas alguns mercados-chave, poderiam ajudar a corrigir esse "fosso digital" entre aqueles que estão on-line e aqueles que ainda estão offline.

A Comissão acredita que o acesso à internet, poderá servir como um importante acelerador do desenvolvimento focado nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

 

 

Comentário (0) Hits: 1521

Julian Assange segue preso em Londres

julian_assange.jpg16/09/2016 - O fundador do WikiLeaks, que enfrenta extradição para a Suécia por acusações de agressão sexual, continua confinado na embaixada equatoriana em Londres.

Hoje o tribunal sueco manteve mandado de prisão contra Julian Assange. Esta decisão mantém Assange na pequena embaixada equatoriana em Londres, que tem sido sua casa por mais de quatro anos.

Em 2012 investigadores suecos emitiram um mandado prisão, exigindo que a polícia britânica prendesse Assange e o extraditasse. Temendo que em seguida seria extraditado para os EUA (para enfrentar a acusação de ter vazado no site WikiLeaks, telegramas e outros documentos americanos secretos), Assange se refugiou na embaixada do Equador. Ele está lá desde então, confinado em um escritório transformado em "casa".


Comentário (0) Hits: 1602

Roteador pode melhorar conexão lenta da internet

15/09/2016 - Nem sempre a operadora ou provedora que fornece banda larga é culpada pela conexão estar lenta. Reclamação de muitos consumidores, o problema pode estar na verdade no roteador antigo que é utilizado em casa. Além de não ter a velocidade e o desempenho necessários para atender as demandas de conectividade que só aumentam, eles utilizam um padrão de comunicação que não mais a atende: a banda de 2,4Ghz.

O que acontece é que essa frequência, que é responsável por levar o sinal da internet do roteador para cada equipamento conectado, é bem limitada, já que tem apenas três canais de transmissão. Ou seja, se um vizinho tiver um roteador que opere em 2,4Ghz e usar o mesmo canal a probabilidade de interferências é bem grande.

Segundo Rodrigo Paiva, gerente de Produtos da D-Link, para garantir maior tranquilidade na navegação o ideal é procurar roteadores que operem, além da banda de 2,4Ghz, com 5Ghz – são os equipamentos chamados dual band. Essa frequência é mais ampla e conta com 23 canais que não se sobrepõem.

“Esses roteadores têm o protocolo 11AC, que é a quinta geração do Wi-Fi e entrega muito mais potência, velocidade e confiança”, explica Rodrigo Paiva. Esse tipo de equipamento é fácil de ser achado no mercado e tem valores cada vez mais competitivos, sendo encontrados com preços a partir de R$ 399,00.


Comentário (0) Hits: 1146

Brasileiro acessa mais a internet pelo celular

mobilidade.jpg14/09/2016 - Dados da pesquisa TIC Domicílios 2015 mostram que 89% dos usuários de Internet no País acessam por meio de um smartphone, ultrapassando pela primeira vez o uso de computadores (65%)

Entre os usuários da rede que correspondem a 58% da população com 10 anos ou mais, 89% acessam a Internet pelo telefone celular, enquanto 65% o fazem por meio de um computador de mesa, portátil ou tablet. Na edição anterior, eram 80% pelo computador e 76% pelo telefone celular.

Em 2015, 35% dos usuários de Internet acessaram a rede apenas pelo telefone celular, sendo que em 2014 essa proporção era de 19%. O uso exclusivo pelo telefone celular ocorre especialmente entre os usuários de classes sociais menos favorecidas e aqueles da área rural. Um exemplo disso é que, entre os indivíduos de classes DE, 28% utilizam Internet, e a maioria deles (65%) usa a rede apenas pelo telefone celular. O mesmo acontece com as áreas rurais: 34% da população dessas áreas é usuária de Internet, e a maioria dessas pessoas (56%) utiliza apenas pelo celular.

Esta realidade coloca desafios importantes para o desenvolvimento de habilidades digitais requeridas para a nova economia digital. Entre os usuários de Internet que acessam apenas por telefone celular, a proporção dos que realizam atividades online, relativas ao trabalho ou a governo eletrônico, por exemplo, é menor do que aqueles usuários que acessam a rede também por computadores.

"As atividades de maior valor agregado são justamente as mais requeridas pela nova economia digital. No entanto, elas pressupõem habilidades digitais mais complexas, que vão além do uso instrumental das aplicações corriqueiras como as de rede social ou de envio de mensagens, demandando uma maior apropriação das novas tecnologias e aplicações. Neste sentido, o computador desempenha um papel fundamental para apropriação efetiva das tecnologias digitais pelos cidadãos — o que fica mais difícil para aqueles que somente acessam a rede pelo celular. É a partir da combinação do uso de diversos dispositivos, cada um com suas peculiaridades, e de aplicativos de maior complexidade que se possibilita o desenvolvimento de habilidades digitais mais sofisticadas", reforça Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br.

Acesso ao computador e Internet nos domicílios

Ainda de acordo com a nova edição da pesquisa TIC Domicílios 2015, a proporção de domicílios com acesso ao computador (50%) e a de domicílios com acesso à Internet (51%) permaneceram estáveis em relação a 2014. Nos domicílios da classe A, o acesso à Internet encontra-se praticamente universalizado.

Os padrões de desigualdade socioeconômica e regional destacados pela série histórica da TIC Domicílios continuam visíveis na 11ª edição da pesquisa: na classe DE apenas 16% dos domicílios estão conectados à Internet, e na área rural esta proporção é de 22%, permanecendo muito abaixo dos 56% dos domicílios de áreas urbanas. Aproximadamente 30 milhões de domicílios das classes C e DE estão desconectados, o que representa quase a metade do total de domicílios brasileiros.

“A Região Sudeste tem tanto a maior proporção de domicílios conectados quanto a maior quantidade em números absolutos de domicílios desconectados, o que corrobora que, mesmo nos grandes centros urbanos, questões de infraestrutura e socioeconômicas influenciam fortemente a possibilidade de acesso. A pesquisa também aponta a presença do tablet como computador exclusivo nos domicílios de baixa renda, sugerindo que este dispositivo seria a alternativa mais barata”, explica Barbosa.

 

 

 

Comentário (0) Hits: 1123

Kaspersky Lab descobre Backdoor no Mac OS X

cibercrime.jpg09/09/2016 - O sofisticado malware é capaz de captar áudio e vídeo da máquina infectada, além de registrar combinações de utilizadas no teclado.

A Kaspersky Lab anuncia descoberta de sofisticado Backdoor no Mac OS X, capaz de extrair diversos tipos de informação da máquina da vítima, incluindo roubo de dados, áudio, vídeo, bem como captura de tela e registro do que foi digitado no teclado da máquina infectada.

Esta descoberta é a versão para o sistema operacional Mac do Backdoor multiplataforma identificado pela empresa de segurança em janeiro deste ano, que opera em Windows, Linux e OS X.

O backdoor é instalado em computadores reais rodando qualquer sistema OSX. É como um malware qualquer que, ao ser instalado, dá ao cibercriminoso acesso ao sistema da vítima.
 
Importante ressaltar que não se trata de um backdoor intencional de conhecimento do fabricante, que também dá acesso a um sistema, mas sim de um backdoor que, de alguma maneira, é instalado no computador da vítima usando algum vetor de ataque (anexo malicioso a um e-mail, por exemplo). 

O malware é escrito em C ++, utilizando sistema multiplataforma QT e ligado ao OpenSSL. Quando executado pela primeira vez, o código malicioso produz cópias em vários locais na biblioteca do sistema, escondidos em pastas de aplicativos e serviços como Skype, Google, Firefox ou App Store da Apple.

Além de capturar a atividade na tela da vítima a cada 30 segundos e registrar a utilização do teclado, o golpe também pode detectar e monitorar dispositivos de armazenamento removíveis (USB) do usuário, vídeo ou gravações de áudio e até mesmo documentos do Office (.xls, .xlsx, .doc e .docx).

O malware também pode executar um código arbitrário nos computadores Mac, o que lhe permite manipular a máquina comprometida. E, por meio do servidor C&C o criminoso pode, ainda, definir seus próprios filtros sobre como o código malicioso deve espionar sua vítima e executar comandos adicionais.

"Além de ataques de malware como este, é vale lembrar que usuários do OS X também são alvo de diferentes ameaças, incluindo cibercriminosos e agências governamentais. Por isso, é importante que eles tenham solução de proteção de Anti-Malware para proteger seus dados pessoais", alerta Dmitry Bestuzhev, Diretor da equipe de investigação e análise para América Latina da Kaspersky Lab.
A Kaspersky Lab detecta este malware como HEUR:Backdoor.OSX.Mokes.a


Comentário (0) Hits: 1250

newsletter buton