Encontros on-line são portas abertas para ciberataques

kasper_seguranca_2.jpg27/11/2017 - De acordo com a Kaspersky Lab, 41% das pessoas que usam serviços de encontros on-line experimentaram algum tipo de incidente de segurança no computador, como ter seus dispositivos ou contas pirateadas 

Dizem que o amor é cego; com certeza isso é verdade quando falamos de compartilhamento de informações em encontros on-line com a expectativa de garantir um “match”. Uma pesquisa da Kaspersky Lab sugere que o excesso de informações compartilhadas em sites de encontros on-line gera resultados indesejados, abrindo portas não apenas para um novo namoro, mas também para golpistas e criminosos virtuais. Mais de um décimo (13%) dos usuários de encontros on-line admitem fornecer dados pessoais para os possíveis parceiros depois de alguns minutos ou horas de conversa, mesmo correndo riscos.  

Pode parecer inofensivo e uma forma rápida de encontrar um possível par, mas os usuários de serviços de encontros on-line têm revelado informações pessoais e sigilosas, sem pensar duas vezes, e muitos as divulgam publicamente em seus perfis. Um quarto (25%) admite compartilhar seu nome completo publicamente no perfil de sites de namoro; um décimo já compartilhou o endereço residencial e detalhes profissionais ou segredos comerciais, e a mesma parcela de usuários já compartilhou fotos suas sem roupas nos perfis, expondo muito mais do que percebem.

Os usuários estão ainda mais propensos a divulgar informações a pessoas que são “matches” no mundo dos namoros virtuais: 16% fornecem dados pessoais aos possíveis parceiros, e um décimo faz isso depois de alguns minutos ou horas. 15% contam fatos vergonhosos sobre si mesmos, e 14% enviam suas fotos íntimas ou sem roupas para os pares. Se caírem em mãos erradas, essas informações podem ser usadas para explorar os usuários, acessando suas contas e dispositivos, ou até para fins de extorsão, quando criminosos virtuais exigem pagamentos das vítimas.

Junto com essa necessidade de compartilhar tantas informações, sendo muito ativos na Internet, os usuários de serviços de namoro on-line se expõem a mais ameaças virtuais. Segundo a pesquisa, 41% das pessoas que marcam encontros pela Web já tiveram algum tipo de incidente de segurança de TI, por exemplo, seus dispositivos ou suas contas foram invadidos, ou foram vítimas de ransomware, em comparação com 20% dos outros usuários. Portanto, elas são mais vulneráveis e suscetíveis a ataques.

Esses dados geram preocupações, e os usuários estão inquietos com sua segurança ao marcar encontros on-line. 63% temem que os dispositivos usados nesses serviços sejam infectados, e 61% se preocupam com a possibilidade de seus dados serem roubados ou divulgados pelo próprio aplicativo ou serviço de encontros. A espantosa porcentagem geral de 55% já foi vítima de algum tipo de ameaça ou problema ao marcar encontros on-line, tanto no mundo virtual quanto no real. Porém, apesar de tudo isso, é preocupante que pouquíssimos usuários desses serviços usem métodos simples para se proteger; apenas 21% bloqueiam o acesso aos dados do dispositivo pelos aplicativos de namoro, e só 27% usam uma solução de segurança ou antivírus.  

“Os usuários precisam ter cuidado para não fornecer informações demais em seus perfis públicos ou para possíveis namorados, e muito mais que isso”, diz Andrei Mochola, chefe de negócios ao consumidor da Kaspersky Lab. “Da mesma forma que você não informa seu endereço e telefone a qualquer pessoa na rua ao conhecê-la, os usuários de sites de encontros on-line precisam cuidar da segurança de seus dados, e não supor que estão seguros e protegidos no site ou aplicativo. Essa recomendação se estende além dos serviços de namoros virtuais, e os usuários da Internet devem se proteger e às suas informações pessoais na Web, independente de onde estejam.”  

Não importa se você costuma marcar encontros on-line, a Kaspersky Lab acredita no direito de todos de não ter receios em relação à cibersegurança. Valendo-se de seus 20 anos de história, a empresa oferece uma seleção completa de soluções para ajudar os usuários a se protegerem. O Kaspersky Free oferece proteção básica contra malware gratuitamente e, para quem precisa de proteção e recursos mais abrangentes, o Kaspersky Internet Security fornece uma opção avançada para proteger todos os aspectos da vida digital do usuário.

 

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton