Chatbot é ferramenta eficaz para empresas

chatbot.jpg*Por Renato Moreira
11/09/2017 - Não se deve duvidar de nada neste mundo, mas com a tecnologia essa frase é ainda mais verídica

Chatbot é, na verdade, uma derivação do termo "bot" – abreviação em inglês da palavra robô – que significa "robô que fala" (em tradução livre), mas que pode ter algumas outras variações, como web bot, spybot, bots de captura, dentre muitos outros, cada um com uma função predefinida, para o bem e às vezes para o mal!

De forma resumida, chatbot é um programa de computador que tem a capacidade de simular uma conversa com um ser humano, com regras e fluxo de respostas preestabelecidas, podendo gerenciar uma interação a cada inserção de dados (Input) ou até mesmo usando inteligência artificial, podendo adquirir conhecimento com o tempo.

Atualmente existem bilhões de dispositivos móveis, como os smartphones, que são utilizados para acessar redes sociais, sistemas bancários, mídias e aplicativos de mensagens. Rotineiramente os usuários precisam interagir com algum canal de atendimento dessas empresas – agora imagine o tamanho do Call Center para poder suprir toda essa demanda. É aí que pode entrar o chatbot, muito eficiente para perguntas e respostas rotineiras, como sanar dúvidas sobre algum produto ou até mesmo executar algum serviço bancário.

Os Bots podem e são utilizados para diversos outros fins. Há muito tempo os jogos já utilizam esta tecnologia para poder simular um jogo multiplayer mesmo não estando conectado à internet. Outra função interessante é a análise e a personalização de conteúdo relevante a um determinado perfil de uma pessoa, podendo ser em um jornal digital ou até mesmo em um site de compras – ele entrega o conteúdo personalizado, bem razoável!

Mas como a vida não é fácil, os Bots também são utilizados para o mal. Eles são utilizados para geração de spams, ataques automatizados, espionagem, monitoração e captura de dados para fins nada nobres. Utilizando inteligência artificial, um programa central pode realizar pequenas alterações nos Bots para que eles possam burlar os sistemas de defesa (antivírus, firewalls) com o objetivo de enganar o usuário, explorando possíveis vulnerabilidades sempre com uma pequena, mas nova, tática.

Alguns especialistas já falam que os Bots vão acabar com a era dos aplicativos. Mesmo com smartphones cada vez mais sofisticados, sempre esbarramos com problemas como espaço para armazenamento, memória RAM e processamento insuficiente, o que dificulta cada vez mais a instalação e a utilização de novos apps. Muitas empresas estão embutindo as aplicações (Bots) nos sistemas de mensagens e nas redes sociais, facilitando muito a vida dos usuários e das próprias empresas, transferindo toda a operação para sua estrutura.

Ou seja, o mundo não é mais o mesmo – nem mais as conversas –, mas isso pode não ser tão ruim em um momento que essa tecnologia possibilite e facilite o acesso às informações e ajudem as pessoas nas tarefas e em suas tomadas de decisões do dia a dia.

*Renato Moreira – Executivo de Contas da DBACorp

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton