As fraudes mais comuns no e-commerce e como evitá-las

  • Imprimir

Com a popularização das compras online nos últimos anos e principalmente agora durante a pandemia, torna-se cada vez mais importante saber proteger-se contra os oportunistas que buscam se aproveitar dos iniciantes nesse canal recente de comercialização. A tecnologia de vendas online está bem evoluída e pode ser bastante segura, contato que os desenvolvedores da loja tenham tomado os cuidados necessários.

A primeira coisa que o comprador deve checar antes de realizar uma compra é se o site é criptografado. É possível checar isso olhando o cadeado ao lado do endereço do website na barra de endereços do navegador. Um site criptografado impede que os dados enviados via formulários de cartão de crédito seja legível para qualquer outro observador que não seja o servidor do próprio website. Isso garante que ninguém vai se interessar em interceptar os dados enviados por aquela loja, já que são inúteis.

Porém, isso por si só não garante que você não esteja caindo em uma fraude, pois existem outras maneiras de captar dados sem ter a necessidade de interceptar uma transação. Uma das técnicas mais utilizadas chama-se phishing, e consiste em criar um website falso de uma marca famosa ou confiável, e então disparar e-mails com ofertas muito boas. O cliente clica no link de uma oferta e acaba em um site que parece legítimo, porém direciona os dados para um servidor controlado pelo fraudador, que com isso consegue roubar os dados. Essa fraude tem muitas variantes, por exemplo mensagens de SMS pedindo recadastro no banco, confirmação de dados, resgate de prêmios e outros.

Para evitar cair nesse golpe, sempre cheque o endereço do navegador para ter certeza de que o site que você está é realmente legítimo. De preferência, sempre digite você mesmo o endereço ao invés de clicar em links.

Um hábito que pode ser perigoso é o de comprar em lojas desconhecidas. Nunca compre nada em lojas que não conheça a procedência. Prefira sempre as lojas confiáveis, a maioria dos lojistas já deixa seu produto em market places gigantes como o Mercado Livre ou a Amazon, dessa forma você pode comprar com confiança e garantia de recebimento. Caso a loja alvo de seu interesse não esteja em nenhum desses canais, pesquise por ela, busque opiniões da loja no Google, cheque sites como o Reclame Aqui, e principalmente procure o perfil da loja no Instagram, não tenha medo de perguntar e mandar mensagens nas Redes Sociais oficiais antes de concretizar a compra.

Nunca, em hipótese alguma, armazene o número do seu cartão de crédito em uma loja pequena. Use cartões virtuais e não assine serviços que não usem um canal confiável (Pagseguro, Mercado Pago ou etc...). Quando você armazena o número do seu cartão de crédito em alguma loja ele fica gravado em um banco de dados, e é impossível para o cliente final saber quem tem acesso a esse banco. Ele pode ser invadido ou a informação pode vazar por meio de funcionários ou administradores de sistema mal intencionados.

Tomando esses cuidados você garante que sua experiência de compra online será agradável e segura, para que você receba seus produtos em casa sem demais preocupações.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado