Livro Vida Móvel conta a história do telefone móvel

12/01/2017 - Lançamento da BEI Editora reconstrói, a partir de ensaios de texto e imagem, a história do telefone móvel e as transformações por ele determinadas, desde o lançamento do primeiro modelo até os atuais smartphones

Dos primeiros celulares aos modernos smartphones, a telefonia móvel percorreu um longo caminho nas últimas três décadas. Seja para entretenimento e relações pessoais, seja em atividades ligadas à rotina de trabalho das pessoas, os aparelhos celulares fizeram neste período uma transição de equipamento de comunicação móvel voltado à elite para a mais importante e popular ferramenta eletrônica do mundo. Foi a partir dessa transformação que a desejada inclusão digital passou de desejo a possibilidade real, e a partir do protagonismo dos smartphones assistimos à consolidação da chamada "era da informação".

É para investigar como e por que esses aparelhos se transformaram em objetos indispensáveis e infiltraram-se no cotidiano de bilhões de pessoas em todo o mundo que a BEI Editora lança Vida móvel, uma obra que mescla palavras e imagens em uma abordagem tanto científica como esteticamente apurada do tema.

No que tange ao texto, o livro reúne dois ensaios de fôlego: "A maior das ferramentas", do escritor e pesquisador norte-americano Noah Arcenaux, professor da Universidade de San Diego, nos Estados Unidos, que faz uma abordagem universal do tema, fruto de seus principais trabalhos acadêmicos, e "O nascimento de uma nação digital", do jornalista brasileiro Alexandre Matias, que aborda a transformação do Brasil em um país ultraconectado e digital.

Os textos de Arceneaux e Matias são permeados pelas interpretações dos fotógrafos Eduardo Longman e Fernando Laszlo. O primeiro apresenta a presença dos telefones em nossa rotina, a partir de fotografias tiradas nas ruas em diversas localidades e em diferentes situações cotidianas, enquanto o segundo traz um olhar esteticamente surpreendente do design dos aparelhos e de suas peças, em um ensaio de macrofotografia que literalmente desconstrói os aparelhos ao longo das páginas.

A onipresença dos celulares nas sociedades contemporâneas ainda é abordada pela jornalista Lúcia Guimarães, que abre Vida móvel com uma reflexão a respeito dos ganhos e das perdas do mundo ultraconectado, e em uma interessante linha do tempo, que destaca a evolução tecnológica a partir dos aparelhos que se tornaram marcos na história da telefonia móvel.

Vida Móvel

BEI Editora, 224 páginas
Edição bilíngue (português/inglês)
Preço: R$ 75,00

 

Comentário (0) Hits: 949

Edward Snowden é um espião? Novo livro diz que sim.

livro_snowden.jpg10/01/2017 - As pessoas que revelam segredos são ou heróis ou traidores, dependendo quais segredos são revelados e as inclinações do público para o assunto em questão. No caso de Edward Snowden, que espiou e depois divulgou uma grande quantidade de dados internos da Agência de Segurança Nacional americana em 2013, seus admiradores fizeram campanha para um perdão de última hora pelo presidente Obama, mas Donald Trump acha que a execução poderia ser mais adequada.

O jornalismo baseado nas revelações de Snowden ganhou o Prêmio Pulitzer para o serviço público em 2014 e o Oscar de melhor documentário em 2015; Por outro lado, muitos funcionários do governo americano pensam que Snowden, que vive na Rússia, deve ser levado para os EUA e ser processado por revelar informações confidenciais, revela matéria de hoje, (10) no The New York Times.

Em 2014, Edward Jay Epstein, o veterano escritor de espionagem, publicou um artigo provocador no The Wall Street Journal propondo uma outra maneira de olhar para Snowden: como um espião. Epstein escreveu que um ex-membro do gabinete do presidente Obama "disse a ele" que há apenas três possíveis explicações para o comportamento de Snowden: 1) Era uma operação de espionagem russa; 2) Era uma operação de espionagem chinesa; 3) Foi uma operação conjunta entre China e Rússia."

Agora Epstein produziu um livro detalhado elaborando melhor sua teoria. Snowden é conhecido por ter revelado que o N.S.A. Estava espionando ilegalmente cidadãos americanos, mas Epstein diz que ele levou quase um milhão de documentos que não tinham nada a ver com isso, e que ele não entregou aos jornalistas. O que aconteceu com eles? Como um não-funcionário relativamente humilde na agência, sem muito acesso oficial, conseguiu obter todo esse material em primeiro lugar? Por que ele escolheu fazer este anúncio ao mundo em Hong Kong, e por que ele ficou em Moscou desde que ele deixou Hong Kong?

Como a America perdeu seus segredos - Edward Snowden, o Homem e o Roubo
Por Edward Jay Epstein
Livro ilustrado com 350 páginas
Alfred A. Knopf. US$ 27,95 (disponível a partir de 17 de janeiro nos EUA)

Saiba mais aqui (se for assinante do The New York Times)

Comentário (0) Hits: 910

Bati o recorde: 47 anos de cobertura do CES

ethe_premio_ces2017.jpgPor Ethevaldo Siqueira
04/01/2017 - Vou cobrir nesta semana a 47ª edição do CES em Las Vegas, que completa 50 anos de existência, marca superior à de qualquer outro jornalista que já cobriu o evento – como comprovou nesta terça-feira (3 de janeiro de 2017) a CTA (Consumer Technology Association), entidade organizadora do evento.  Este ano foram 6.500 jornalistas de 81 países que participaram da apresentação das principais novidades da feira.

Por essa razão, recebi os cumprimentos de Gary Shapiro (foto), presidente da entidade.

Acompanhe a partir desta quinta-feira na CBN (às 6:35 da manhã e às 18:25) e neste portal (www.mundodigital.net.br) a cobertura desta edição de 50 anos do CES.

 

 

 

 

 

Comentário (0) Hits: 992

Mais novidades apresentadas no CES 2017

ces_2016_1.jpg05/01/2017 - A imprensa em Las Vegas acompanhou ontem, (04) os lançamentos da LG que apresentou o Hub Robot, robôs que utilizam um assistente pessoal como Alexia para residências e aeroportos (Airbot); refrigeradores inteligentes e a terceira geração de TVs LG Super UHD ultra finas. Enquanto isso, a Asus mergulhou na Realidade Aumentada e Realidade Virtual (VR) com o lançamento de novos dispositivos, enquanto a Intel usou sua conferência para apresentar soluções e apostas para 2017.

 

 

Comentário (0) Hits: 937

Campus Party traz o cofundador da Netflix

mitch_lowe.jpg15/12/2016 - A Campus Party Brasil, um dos maiores eventos de tecnologia e inovação do mundo, acaba de confirmar a palestra de Mitch Lowe, cofundador da Netflix, na edição de 10 anos do evento. Lowe é atualmente CEO da MoviePass, empresa pioneira em assinatura de ingresso para cinemas.

Mitch estará na Campus Party, na sexta-feira, 3 de fevereiro, às 13h. A CPBR10 ocorrerá entre 31 de janeiro e 5 de fevereiro, no Centro de Exposições do Anhembi.

O evento tem como missão entender como será o futuro de cinco anos para frente, com tantas mudanças e inovações ocorrendo de forma frenética e que cada vez mais mexem com o comportamento e o consumo da sociedade. "A edição 2017 marca nosso décimo aniversário e para celebrar estamos preparando um evento especial, repleto de novidades, tanto na área do camping, quanto no conteúdo - com a vinda de grandes nomes internacionais -, e nas atrações da área Open Campus, que é gratuita e aberta ao público", explica Tonico Novaes, diretor-geral da Campus Party Brasil.

A organização confirma a presença de Aubrey de Grey, pesquisador britânico no campo da gerontologia e diretor da fundação SENS. Além dele, estão confirmados: Pete Bethune, eco-aventureiro, conservacionista marinho e palestrante; muralista Eduardo Kobra; Grayson Chalmers, Diretor de Outsourcing na Riot Games e Chance Glasco, animador da franquia Call of Duty. Merecem destaque também os palestrantes Allan Orozco, professor de destaque da Universidade da Costa Rica (UCR Conselho) que trabalha com desenvolvimento de software em ultra-seqüenciamento genômico (NGS), Marcelo Finkelberg, diretor executivo de International Latin University e diretor da AciGames, Nathalie Trutmann, managing director da Hyper Island para América Latina, Embaixadora da Singularity University, e Chief Magic Officer da FIAP, Rod Hunt, premiado ilustrador Londrino e Duilia F. de Mello é um dos nomes mais conhecidos da ciência brasileira no exterior.

Outra grande novidade é a campanha Vire um Curador, na qual os campuseiros podem sugerir uma palestra ou atividade. Os conteúdos devem ser sugeridos e, após aprovação pela organização, enviados para votação. Aqueles que forem mais votados farão parte da edição de aniversário. Os campuseiros que proporem as atividades deverão entrar em contato com o palestrante sugerido e garantir a participação do mesmo no evento. Os vencedores ganharão uma entrada para a CPBR10. Quem se interessou e quer mais informações, pode acessar o link - http://brasil.campus-party.org/vire-um-curador-na-cpbr10

Ingressos

Já estão à venda os ingressos para a Campus Party Brasil pelo site: http://brasil.campus-party.org/. O valor do ingresso para todos os dias é de R$ 240,00 e, da entrada com camping individual, de R$360,00.

Serviço

Campus Party Brasil 2017
De 31 de janeiro a 5 de fevereiro de 2017
Pavilhão de Exposições Anhembi
São Paulo- SP

 

 

 


Comentário (0) Hits: 1041

Livro investiga a ascensão da telefonia móvel

07/12/2016 - Dos primeiros celulares aos modernos smartphones, a telefonia móvel percorreu um longo caminho nas últimas três décadas. Seja para entretenimento e relações pessoais, seja em atividades ligadas à rotina de trabalho das pessoas, os aparelhos celulares fizeram neste período uma transição de equipamento de comunicação móvel voltado à elite para a mais importante e popular ferramenta eletrônica do mundo. Foi a partir dessa transformação que a desejada inclusão digital passou de desejo a possibilidade real, e a partir do protagonismo dos smartphones assistimos à consolidação da chamada "era da informação".

É para investigar como e por que esses aparelhos se transformaram em objetos indispensáveis e infiltraram-se no cotidiano de bilhões de pessoas em todo o mundo que a BEI Editora lança Vida móvel, uma obra que mescla palavras e imagens em uma abordagem tanto científica como esteticamente apurada do tema.

No que tange ao texto, o livro reúne dois ensaios de fôlego: "A maior das ferramentas", do escritor e pesquisador norte-americano Noah Arcenaux, professor da Universidade de San Diego, nos Estados Unidos, que faz uma abordagem universal do tema, fruto de seus principais trabalhos acadêmicos, e "O nascimento de uma nação digital", do jornalista brasileiro Alexandre Matias, que aborda a transformação do Brasil em um país ultraconectado e digital.

Os textos de Arceneaux e Matias são permeados pelas interpretações dos fotógrafos Eduardo Longman e Fernando Laszlo. O primeiro apresenta a presença dos telefones em nossa rotina, a partir de fotografias tiradas nas ruas em diversas localidades e em diferentes situações cotidianas, enquanto o segundo traz um olhar esteticamente surpreendente do design dos aparelhos e de suas peças, em um ensaio de macrofotografia que literalmente desconstrói os aparelhos ao longo das páginas.

A onipresença dos celulares nas sociedades contemporâneas ainda é abordada pela jornalista Lúcia Guimarães, que abre Vida móvel com uma reflexão a respeito dos ganhos e das perdas do mundo ultraconectado, e em uma interessante linha do tempo, que destaca a evolução tecnológica a partir dos aparelhos que se tornaram marcos na história da telefonia móvel.

Vida Móvel é da BEI Editora, tem 224 páginas; edição bilíngue (português/inglês). Preço: R$ 75,00

Sobre os autores

Noah Arceneaux: Professor da Escola de Jornalismo e Estudos de Mídia, na Universidade de San Diego, seu principal tema de estudo é a história das tecnologias de comunicação. Em 2014, foi professor convidado pela Fundação Fulbright, em Delhi, Índia, pesquisando a proliferação de celulares naquele país. É coeditor de uma antologia sobre o tema The Mobile Media Reader (Peter Lang, 2012).

Alexandre Matias: É jornalista e dedica-se à pesquisa de cultura, comportamento e tecnologia desde 1995, tendo colaborado com os principais veículos de comunicação no Brasil. Sua produção está centralizada no site Trabalho Sujo (www.trabalhosujo.com.br).


Comentário (0) Hits: 1098

newsletter buton