Mancha de Júpiter encolhe em 20 anos

saturno_mancha2.jpgEthevaldo Siqueira
20/05/2014 - As imagens da Grande Mancha Vermelha, marca registrada de Júpiter, tomadas pelo Telescópio Espacial Hubble ao longo de 20 anos, mostram a redução de tamanho da mancha nesse período.

A mancha, que é maior do que a Terra e gira como uma tempestade anticiclone, encolheu e apresenta as menores dimensões desde que vem sendo medida. Atualmente, tem 16.300 km de comprimento.

Segundo Amy Simon, do Centro de Voo Espacial Goddard, da NASA, em Greenbelt, Maryland, as observações recentes do Hubble confirmam a redução da mancha, que vem sendo acompanhada pelos astrônomos desde os anos 1930.

Segundo observações históricas desde o começo do século 19 estimavam o tamanho da Grande Mancha Vermelha em 40.800 km em seu eixo maior.

Para mais informações, visite o site www.nasa.gov/hubble

Crédito da imagem: NASA/ESA

Comentário (0) Hits: 1108

NASA anuncia botes salva-vidas

nasa_spaceboats2.jpgEthevaldo Siqueira
19/05/2014 - A próxima geração de espaçonaves americanas projetadas para levar astronautas até a Estação Espacial Internacional (ISS) ou outros pontos em órbita baixa da Terra (até 600 km de altitude) também terá a função de um bote salva-vidas. Esses novos veículos deverá estão prontos dentro de sete meses e deverão substituir os antigos ônibus espaciais (Space Shuttles).

A NASA não espera utilizar a curto prazo as espaçonaves com a função de salva-vidas – à semelhança dos botes que salvam pessoas quando um navio naufraga – mas tem que estar preparada para eventualidades desse tipo, "to quickly evacuate people, but it has to be ready for that job just in case" – acentua a notícia distribuída hoje (1º de maio). Achei muito engraçada essa explicação... "just in case".

Fotos: NASA

Comentário (0) Hits: 1064

As belas cores das camadas da atmosfera terrestre

cores2.jpgEthevaldo Siqueira
07/05/2014 - Astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS) fizeram esta bela foto das camadas da atmosfera da Terra no dia 31 de julho de 2011. A troposfera, camada mais baixa, é mostrada em vermelho-alaranjado. A estratosfera que começa a 12.000 metros e vai até 100 mil, vem em seguida. Os instrumentos instalados em satélites possibilitam ao cientistas compreender a química e a dinâmica que se desenvolve entre essas camadas.

A agência espacial monitora os sinais vitais provenientes da Terra, do ar e do espaço com uma frota de satélites e programas ambiciosos de sistemas terrestres de observação. A NASA desenvolve também novos meios de observação e de estudo dos sistemas naturais interconectados do planeta com o registro de dados de longo prazo e ferramentas de análise de computadores para melhor mostrar como o planeta está mudando.

A agência compartilha esses dados com a comunidade científica mundial e trabalha com instituições nos EUA e no resto do mudo que contribuem para o entendime nto e da proteção do planeta Terra.

Comentário (0) Hits: 3380

Nasa explica como iremos a Marte em 2030

marte2.jpgEthevado Siqueira
29/04/2014 - Assista a este vídeo divulgado hoje, 29 de abril de 2014. É um documento histórico – para ser conferido daqui a 16 anos. Ele dura pouco mais de 5 minutos. Nesse tempo você saberá como a NASA vê hoje o desafio de levar os primeiros seres humanos a Marte (e trazê-los de volta, vivos) por volta de 2030.
https://www.youtube.com/watc h?v=noEod29Tr6c&feature=youtu.be

Comentário (0) Hits: 1859

NASA descobre primeiro planeta similar à Terra

novo_planeta2.jpgExame
17/04/2014 -
A NASA (agência espacial americana) anunciou nesta quinta-feira a descoberta de um planeta de tamanho aproximado ao da Terra e no qual pode existir água em forma líquida. O planeta, que orbita a estrela anã Kepler-186 e que recebeu o nome provisório de Kepler-186f, fica na constelação do Cisne, a cerca de 500 milhões de anos luz da Terra.

Ele foi analisado pelos telescópios Gemini North, de oito metros, e Keck II, de dez metros, ambos instalados em Mauna Kea, no Havaí.

"É extremamente difícil detectar e confirmar planetas do tamanho da Terra, e agora que encontramos um, queremos encontrar mais", disse em uma teleconferência Elisa Quintana, pesquisadora do Instituto para a Busca de Inteligência Extraterrestre (SETI).

"As observações de Keck e de Gemini combinadas com outros dados e cálculos numéricos nos permitem acreditar 99,98% que Kepler-186f é real", declarou Thomas Barclay, do Instituto de Pesquisa Ames, da Nasa.

Em fevereiro, a agência espacial americana anunciou que o telescópio Kepler, que orbita a 149,5 milhões de quilômetros da Terra há cinco anos, tinha acrescentado 715 exoplanetas à lista de mil corpos que orbitam estrelas a uma distância que torna possível a existência de água e, portanto, de vida.

aventuras na pesquisa espacial, e embora já tenham sido detectadas centenas de planetas do tamanho do nosso e outros menores, eles circulam em órbitas próximas demais de suas estrelas para que haja água líquida em sua superfície.

O Kepler-186f é o quinto e mais afastado de um sistema de cinco planetas, todos com tamanho parecido com o da Terra. A intensidade e o espectro de radiação da estrela coloca o Kepler-186f na zona estelar habitável, ou seja, se o planeta tivesse uma atmosfera e água em sua superfície, como a Terra, essa água provavelmente existe em forma líquida.

http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/nasa-descobre-primeiro-planeta-potencialmente-habitavel

Comentário (0) Hits: 1187

Eclipse transforma a Lua em uma "bola de fogo"

sol2.jpgseuhistory.com
14/04/2014 - Hoje, 15 de abril, a Lua poderá ser vista como uma grande bola vermelha. O fenômeno acontecerá no momento em que a Terra ficar entre o Sol e a Lua, em função do eclipse lunar total. Além do grande espetáculo visual, essse tipo de eclipse específico pode levar anos para ocorrer novamente.

O fenômeno será totalmente visível no Brasil. Seu início será por volta de 1:50 da madrugada do dia 15, com a totalidade ocorrendo em torno de 3:45. O maior obscurecimento terá início a partir de 3h, com término às 5:20h, mas permanecerá parcial até 6:30 (com o dia claro, é mais difícil de observar o eclipse).

Como todo fenômeno natural de certa magnitude, a chamada "Lua de Sangue" também vem acompanhada por diversas previsões de várias origens e superstições. Segundo a descrição do Apocalipse, último livro da bíblia cristã, "o Sol se transformará em trevas e a Lua em sangue, antes que chegue o grande dia do Senhor".

http://noticias.seuhistory.com/olho-no-ceu-no-dia-15-de-abril-fenomeno-transformara-lua-em-uma-bola-de-fogo

Comentário (0) Hits: 1284

newsletter buton