A queda da maçã revelou a força da gravidade

einstein_maca2.jpgEthevaldo Siqueira
12/02/2016 - Isaac Newton é uma figura incrível na história da ciência. Dois séculos antes da Teoria Geral da Relatividade de Einstein (e da previsão das ondas gravitacionais), ele mostrou a existência dessa força e elaborou a Lei da Gravitação Universal. E tudo começou com a queda de uma maçã diante de seus olhos.

Conta-se que Newton costumava refletir profundamente sobre a causa de vários fenômenos físicos como a gravidade. Um dia, sentado sob uma macieira, foi atraído pela queda casual de uma maçã que se despencou naturalmente da árvore. Segundos depois, Newton exclamou: "Ah, a maçã não caiu por acaso: foi atraída por uma força em direção ao centro da Terra". Meses depois, ele formulou o que chamamos de Lei da Gravidade (ou da Atração Universal), assim apresentada, com relativa modéstia:

"Na natureza, tudo se possa como se matéria atraísse matéria na razão direta de suas massas e na razão inversa do quadrado da distância que as separam." Mais tarde, em seu famoso livro Principia Mathematica, Newton publicou a formula da força da gravidade

F = G. m1.m2 /r²

onde:
• F = força gravitacional entre dois objetos
• m1 = massa do primeiro objeto
• m2 = massa do segundo objeto
• r = distância entre os centros de massa dos objetos
• G = constante universal da gravitação

Uma pequena estátua de Albert Einstein foi exposta nos Arquivos Einstein da Universidade Hebraica de Jerusalém, durante a apresentação de 100 anos dos documentos originais da previsão da existência de ondas gravitacionais.

Crédito: Abir Sultan / EPA

Fonte: Washingtonpost.com

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton