Duplo relâmpago: um que sobe e outro que desce

suplo_relampago.jpgPor Ethevaldo Siqueira, com APOD, da NASA
09/10/2019 - “Relâmpago inverso” poderia ser uma tradução aceitável de Sprite Lightning para o português, para designar essa forma de descarga elétrica que algumas vezes é disparada de baixo para cima a partir do topo de uma nuvem cúmulo-nimbus, durante uma tempestade de rádios ao mesmo tempo em que um relâmpago é disparado para baixo e que usualmente parece um raio de luz alaranjada.

O fenômeno ocorre no céu sobre nossas cabeças, não o mar. É um tipo de relâmpago conhecido, em inglês, como Red Sprite, e raramente já foi fotografado com os detalhes desta foto. Embora esses raios tenham sido registrados e estudados há mais de 30 anos, sua causa dominante permanece desconhecida. Algumas tempestades apresentam esses raios, mas a maioria não.

Estes misteriosos estouros de luz na atmosfera superior lembram momentaneamente Medusa gigantescas. Há alguns anos, vídeos de alta velocidade foram utilizados para pesquisar como os sprites vermelhos realmente se desenvolvem.

A imagem em destaque foi capturada no mês passado (setembro de 2019) com imagem em alta definição na Itália. Uma característica incomum dos sprites é o fato de serem relativamente frios — acontecem e se desenvolvem mais como os tubos claros fluorescentes longos do que como ampolas compactas quentes. Em geral, os sprites vermelhos levam apenas uma fração de segundo para ocorrer e são melhor vistos quando tempestades poderosas são visíveis do lado.

Crédito: Stephane Vetter (TWAN)

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton