Jornalistas devem se manter atentos aos riscos da tecnologia

Por Ethevaldo Siqueira, com New York Times
14/05/2018 - Violação da privacidade é uma questão relevante de nossos dias. Jornalistas que cobrem tecnologia sabem bem disso. Mas todos os demais profissionais da notícia deveriam estar atentos ao problema.

A respeito, acabo de ler matéria extraordinária do NY Times, em que o jornal mostra que Alexa e Siri podem ouvir um comando oculto, que você não ouve. E mais: que os pesquisadores podem agora enviar instruções secretas de áudio que não detectáveis pelo ouvido humano para assistentes virtuais como o Siri da Apple, o Alexa da Amazon e o assistente do Google.

Leia apenas a abertura para ter uma ideia do que se passa:

“Muitas pessoas cresceram acostumadas a falar com seus dispositivos inteligentes (smartphones, tablets, laptops etc.) pedindo-lhes para ler um texto, tocar uma música ou definir um alarme. Mas alguém mais pode estar falando secretamente com seus dispositivos também.”

“Ao longo dos últimos dois anos, pesquisadores da China e dos Estados Unidos demonstraram que aqueles aparelhos podem enviar comandos ocultos — indetectáveis pelo ouvido humano — para Siri da Apple, Alexa da Amazon e para o assistente do Google. Nos laboratórios universitários, pesquisadores foram capazes de ativar secretamente os sistemas de inteligência artificial em smartphones e alto-falantes inteligentes, fazendo-os discar números de telefone ou sites abertos. O perigo está na possibilidade de, em mãos erradas, a tecnologia ser usada para destravar portas, liberar dinheiro online ou comprar o material via internet – de forma tão simples quanto tocar uma música no seu rádio.”

Íntegra no jornal aqui:

 

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton