As empresas Fujifilm e Xerox unem-se para ingressar na Indústria 4.0

Por Ethevaldo Siqueira
12/02/2018 - A mudança de paradigmas tecnológicos e econômicos tem sido impiedosa e implacável, ao abater gigantes como a RCA, a Kodak, a AT&T dos velhos tempos, a Nortel, a Blockbuster, o Yahoo!, MySpace, PanAm, Atari, Blackberry. Agora, chegou a vez da Xerox.

Conforme registrou a imprensa mundial na semana passada, a Fujifilm decidiu fundir-se totalmente com a Xerox, depois de mais de 50 anos de existência de uma joint venture. Com todo seu passado pioneiro em copiadoras e impressoras, a Xerox decidiu – como esforço final para sobreviver à queda nas vendas de seus produtos – entregar seu controle à japonesa Fujifilm, num negócio estimado em US$ 6,1 bilhões, já aprovado pelos acionistas de ambas as companhias.

A nova empresa preservará o nome Fuji Xerox e terá dois escritórios centrais, um nos Estados Unidos, outro no Japão. O negócio também permitirá que a Fuji Xerox tenha unidades em mais de 180 países. Em muitos deles, a marca Xerox (sem “Fuji”) será mantida, pelo menos por algum tempo.

A história gloriosa do PARC

Ninguém sabe o futuro do PARC, criado pela Xerox e do qual foi dona exclusiva até agora. O governo dos EUA dificilmente permitirá a transferência dessa laboratório para as mãos dos japoneses. Como aconteceu com os Laboratórios Bell, após o fim da AT&T. A Alcatel-Lucent não conseguiu comprá-los. O PARC é um dos ícones entre os mais competentes laboratórios de pesquisa e desenvolvimento dos anos 1960 até 2000.

O grande erro estratégico da Xerox foi não saber industrializar suas extraordinárias inovações. O PARC criou algumas das mais importantes tecnologias da era digital. Inovou em computadores, impressão a laser, a rede Ethernet, peer-to-peer, desktop, interfaces gráficas, mouse e muito mais.

Steve Jobs só criou a interface gráfica de seus computadores após uma visita ao centro da Xerox, no coração do Vale do Silício. Como muitas outras empresas e líderes, Jobs não foi o único a “copiar” a inovações do PARC.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton