Sputnik 1 mudou a história da humanidade há 60 anos

Por Ethevaldo Siqueira
04/10/2017 - Parece que foi ontem. Às 11 horas da noite do dia 4 de outubro de 1957, a Agência Tass (da União Soviética), divulgava em Moscou uma das notícias de maior impacto do século: o lançamento do primeiro satélite artificial da Terra, o Sputnik 1.

O único jornal de grande circulação no mundo a dar a notícia no mesmo dia (4 de outubro) foi o Los Angeles Times, beneficiado por 11 fusos horários a oeste de Moscou. Sua manchete, em caixa alta, dizia RUSS SATELLITE CIRCLES EARTH.

Para mim, foi um momento inesquecível. Na manhã seguinte, 5 de outubro de 1957, acordei bem cedo para dar a primeira aula daquele dia na Escola Senai de Santo André – que começava às 7 horas – e ainda no caminho, descendo a Rua Coronel Oliveira Lima, parei para ler a notícia de impacto na manchete do Estadão: “LANÇOU A RÚSSIA O PRIMEIRO SATÉLITE ARTIFICIAL DA TERRA”.

Em minha quarta viagem a Moscou em 1977 (quando a União Soviética comemorava os 60 anos da Revolução Russa), tive a oportunidade de visitar o que seria o núcleo do Museu do Cosmos e ver de perto uma réplica do Sputnik 1 – uma esfera de alumínio de 83,6 kg com quatro antenas.

Se você tem interesse pela história da astronáutica, leia o excelente material que a NASA publica hoje, sob o título de “Sputnik – The Dawn of the Space Age”. E complementa: “History changed on Oct. 4, 1957, when the Soviet Union successfully launched Sputnik”

Saiba mais aqui

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton