O futuro do smartphone parece estar na câmera

Por Ethevaldo Siqueira
03/09/2017 - Todos conhecemos o que aconteceu com os smartphones durante a última década: eles ficaram cada vez mais finos e mais rápidos e mais finos. E mais do que isso: eles nos proporcionaram a imagem. Ou melhor: imagens cada vez melhores.

Mas é muito cedo para considerá-los chatos ou aborrecidos. Esses gadgets continuam a evoluir com as novas tecnologias. E num caminho surpreendente que o smartphone do futuro pode indicar. Volte sua atenção para as câmeras do dispositivo, para o software e os sensores que eles parecem assinalar.

Crédito: Minh Uong/The New York Times

Eis aqui está uma rápida visão de como a futura câmera pode entrar em jogo: assim que você pegar seu dispositivo, ele irá te reconhecer e confirmar que você é seu dono e, em seguida, desbloquear a tela. No mundo exterior, você poderá apontar a câmera em um menu de restaurante para traduzir itens para sua língua nativa. Ao comprar móveis, você poderá apontar a câmera do seu telefone no chão da sala de estar e colocar uma renderização virtual de uma mesa para ver como ela ficaria no ambiente e você poderá mover e espiar por baixo dela.

Algum futurismo como esses, já está começando a acontecer.

Continue a ler esta magnífica reportagem de Brian X. Chen, no New York Times (se for assinante do jornal) aqui:

 

 

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton