Data science terá 40% de automatização até 2020

16/02/2017 - O Gartner estima que mais de 40% das tarefas da Ciência de Dados serão automatizadas até 2020, resultando em um aumento de produtividade e maior uso de Dados e Analytics por citizen data scientists.

Esse tipo de profissional é definido pelo Gartner como a pessoa que cria ou gera modelos que usam Analytics avançado de diagnóstico ou capacidades preditivas e prescritivas, mas que tem função principal de trabalho fora do campo da estatística e da análise de dados.

De acordo com o Gartner, os citizen data scientists podem encurtar as distâncias entre o Analytics de autosserviço tradicional usado por usuários de negócios e as técnicas de Analytics avançado de cientistas de dados. Eles são capazes de realizar análises sofisticadas que anteriormente demandariam mais conhecimento, fornecendo Analytics avançado sem ter as habilidades que caracterizam os cientistas de dados.

Com a Ciência de Dados emergindo como um significativo diferenciador nas indústrias, a maior parte dos fornecedores de plataformas de software de Dados e Analytics agora está concentrada em fazer da simplificação seu principal objetivo por meio da automação de várias tarefas, tais como integração de dados e construção de modelos.

"Tornar os produtos da Ciência de Dados mais fáceis para o uso pelos citizen data scientists aumentará o alcance dos fornecedores na empresa e ajudará a superar as falhas nas competências. O segredo para a simplicidade são a automação de tarefas que são repetitivas, a intensidade manual e não exigir conhecimento profundo dessa ciência ", explica Alexander Linden, Vice-Presidente de Pesquisas do Gartner.

Linden afirma que o aumento da automação também proporcionará melhorias significativas na produtividade para cientistas de dados. Poucos profissionais serão necessários para fazer a mesma quantidade de trabalho, mas cada projeto avançado da Ciência de Dados ainda precisará de pelo menos um ou dois cientistas.

O Gartner também prevê que os citizen data scientists ultrapassarão os cientistas de dados na quantidade de análises avançadas produzidas até 2019. Muitos materiais produzidos pelos citizen data scientists alimentarão e impactarão os negócios, criando um ambiente conduzido por Analytics mais abrangente, enquanto, ao mesmo tempo, suportarão os profissionais tradicionais que podem mudar seu foco para uma análise mais complexa.

"A maioria das organizações não tem cientistas de dados suficientes que estejam consistentemente disponíveis no negócio, mas elas possuem muitos analistas de informações qualificados que poderiam se tornar citizen data scientists", afirma Joao Tapadinhas, Diretor de Pesquisas do Gartner. "Equipados com ferramentas apropriadas, eles podem realizar análises diagnósticas complexas e criar modelos que alavanquem o Analytics preditivo ou prescritivo. Isso permite a eles ir além do alcance da análise de dados comum de negócios para processos com maior profundidade e amplitude."

De acordo com o Gartner, o resultado será o acesso a mais fontes de dados, incluindo tipos mais complexos, uma variedade de capacidades analíticas mais amplas e sofisticadas e o empoderamento de um grande público de analistas em toda a organização, com uma forma simplificada da Ciência de Dados.

"Atualmente, o acesso à Ciência de Dados é desigual devido à falta de recursos e à complexidade. Nem todas as empresas poderão alavancá-la. Para algumas organizações, a citizen data science será, portanto, uma solução mais simples e rápida. O melhor caminho para o Analytics avançado", completa Tapadinhas.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton