Tecnologias com propósito quebram, finalmente, as barreiras da inclusão digital

  • Imprimir

Tecnologias com propósito são tendências que estão impulsionando a agenda de inclusão de pessoas com deficiência. Não é pouca gente. Segundo levantamento feito pelo IBGE, cerca de 45 milhões de pessoas têm alguma deficiência visual, física, auditiva ou intelectual no Brasil. E é no campo digital que as tecnologias estão se revelando mais disruptivas.

Trabalhando pela acessibilidade na web a EqualWeb, startup de origem israelense, trouxe para o Brasil uma solução de acessibilidade digital que oferece até 31 funcionalidades distintas. É a única empresa que, com uma tecnologia, traz um portfólio extenso de soluções para as diversas necessidades específicas de navegação dos usuários.

A solução de acessibilidade desenvolvida pela empresa trabalha com inteligência artificial e machine learning e tornou a adaptação dos sites mais baratas, simples e rápidas. Em vez de uma reconfiguração completa do design, a solução não altera o código fonte do site e disponibiliza para os usuários funções de acessibilidade desenhadas para necessidades individuais distintas, alinhadas com a tendência de mercado de oferecer soluções sob medida para o consumidor.

Eis algumas delas:

1) Comando de Voz: executa comandos programados por intermédio do microfone, ferramenta direcionada especialmente a pessoas com limitação motora, com ausência de braços/mãos, paralisia, ou para pessoas com deficiência visual.

2) Leitor de Texto: transforma o texto selecionado em áudio, atende diversas necessidades especiais de pessoas com deficiência visual, paralisia cerebral e afasia (transtorno de linguagem que ocorre após lesão cerebral).

3) Cor Personalizada: altera as cores do plano de fundo, cabeçalho e conteúdo. A ferramenta é especialmente útil para que pessoas com daltonismo tenham acessibilidade ao conteúdo.

4) Teclado virtual: facilita às pessoas com mobilidade reduzida a redação de textos, sem a necessidade de utilizar as mãos, e acessar o teclado convencional do computador. O teclado virtual aparece na tela do computador, permitindo a produção de textos mediante a pulsação de teclas virtuais (através do mouse).

5) Ajuste de fontes: aumenta o tamanho dos caracteres e o espaçamento entre linhas e palavras. A ferramenta é especialmente indicada para quem possui dificuldades de enxergar ou baixa visão.

6) Navegação por teclado: algumas pessoas não conseguem usar o mouse e a ferramenta de navegação por teclado permite acionar o cursor para acessar o conteúdo e obter a mesma experiência de navegação de todos os usuários.

7) Descrição de imagem: exibe a descrição de uma imagem em uma janela pop-up, funcionalidade essencial para pessoas com deficiência visual.

8) Bloqueio de brilho: bloqueia o brilho e cintilidade da tela e dos elementos móveis. É uma ferramenta importante para pessoas que têm crises convulsivas ou fotossensibilidade.

Negócio com impacto social

A EqualWeb foi fundada em 2012, em Israel. Chegou há um ano no Brasil pelas mãos dos sócios Jaques Haber, Edmundo Fornasari, Ricardo Hechtman e Marcelo Herskovitz. Neste período, a empresa conquistou clientes como a FGV, Coca-Cola, Motorola e Suvinil, entre outras, e já tornou mais de 10 mil sites acessíveis no mundo. É um mercado em transformação. Por ora, dos quase 17 milhões de sites no Brasil apenas 5,4% dos sites corporativos são digitalmente acessíveis, 4,6% dos sites de instituições educativas têm ferramentas de navegação para pessoas com deficiência e somente 1,46% do e-commerce no Brasil oferece oportunidades para que pessoas com deficiência possam acessar o conteúdo e consumir de maneira independente e autônoma, segundo pesquisa da Big Data Corp.

Além do negócio, os sócios se destacam pelo ativismo pela inclusão. Jaques Haber, casado com Andrea Schwarz, cadeirante, empreendedora e palestrante no mundo digital pela inclusão, é também ativo militante pela e acessibilidade e celebra o forte impacto social gerado pela atuação da startup. Ele espera que o Brasil se torne uma referência de inclusão e acessibilidade na América Latina. “A tecnologia é hoje a maior aliada da inclusão, porque ela consegue dar escala e velocidade na resolução de grandes e complexos problemas da sociedade”, conclui.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado