Astrônomo de Harvard argumenta que alienígenas nos visitaram em 2017

Por Ethevaldo Siqueira, com Victor Tangerman

"A percepção de que não estamos sozinhos terá implicações dramáticas para nossos objetivos na Terra e nossas aspirações pelo espaço."

Ainda este mês, o pesquisador de astronomia de Harvard, Avi Loeb, publicará um livro com o título provocativo "Extraterrestre: O Primeiro Sinal da Vida Inteligente Além da Terra".

No livro, Loeb dobra sua controversa teoria de que 'Oumuamua, um objeto interestelar visto pelos astrônomos em 2017, pode ser uma sonda alienígena que foi enviada por uma civilização extraterrestre avançada.

De acordo com uma declaração da editora de Loeb, HMH Books, recebida pelo Boston Globe,Loeb "mostrou que não era um asteroide; ele estava se movendo muito rápido ao longo de uma órbita estranha, e não deixou rastro de gás ou detritos em sua esteira.

Para Loeb, é uma evidência convincente de que uma civilização alienígena avançada veio para uma visita. É uma teoria impressionante, mas que o coloca em desacordo com a grande maioria dos pesquisadores do SETI, que sustentam que ainda não encontramos provas convincentes de vida além da Terra.

Antes de 2017 não se havia visto ou encontrado nada como 'Ou-mua-mua. É o primeiro objeto interestelar a ser observado diretamente, o que o tornou objeto de extensa especulação desde que foi detectado pela primeira vez por astrônomos do Observatório Halea-kalā, do Havaí, em 19 de outubro de 2017.

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton