CEO da Neon explica a tecnología por trás de humanos artificiais

Por Thais Sogayar, com informação do The Verge
10/01/2020 - O CEO da Neon, Pranav Mistry disse aos jornalistas para pensar em Neon como um confidente, uma espécie de "diário querido" virtual que reage como uma pessoa real.

A Neon, estreou nessa segunda-feira, 06 na CES 2020, em Las Vegas.  A empresa misteriosa, emergente dos Laboratórios de Tecnologia e Pesquisa Avançada da Samsung (também conhecida como STAR Labs), não desenvolveu um gadget que você possa ver ou tocar e descreveu sua tecnologia como "um ser virtual criado computacionalmente, que se parece e se comporta como um ser humano real, com a capacidade de mostrar emoções e inteligência".

O CEO da Neon, Pranav Mistry disse aos jornalistas para pensar em Neon como um confidente, uma espécie de "diário querido" virtual que reage como uma pessoa real / Crédito: Sam Byford / The Verge

E que a empresa tem prometido é tão ambicioso que é difícil compreender completamente a proposta. Na biografia do projeto no Twitter simplesmente se lê "Artificial Human", o que pode significar qualquer coisa, desde um chatbot de IA até um android completo. Vídeos promocionais publicados antes da CES, no entanto, sugerem que o Neon estaria muito mais próximo da primeira opção. A conferir.

Saiba mais aqui:

 

 

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton