Diebold Nixdorf Brasil comemora os resultados conquistados em 2019

Por Ethevaldo Siqueira
27/11/2019 - Diebold Nixdorf Brasil, a terceira maior subsidiaria do grupo, comemora a liderança no mercado de equipamentos, software e serviços bancários, com 51% no market share de caixas eletrônicos do setor.

A subsidiária brasileira tem se tornado cada vez mais relevante para os resultados globais da empresa. Prova disso, é que a operação local responde por cerca de 5% do faturamento global. Comparativamente com outras companhias de tecnologia, a região latino-americana costuma responder por 3% dos faturamentos globais no setor de TI. No caso da Diebold Nixdorf, só o Brasil já supera essa marca.

Durante coletiva de imprensa realizada em São Paulo, Elias Rogério da Silva, presidente da Diebold Nixdorf no Brasil, apresentou um breve balanço das operações da empresa em 2019 e o panorama para o próximo ano

De acordo com o executivo, a empresa possui 51% dos caixas eletrônicos em operação no Brasil e oferece um dos mais completos portfólios de soluções integradas que conectam os canais físico e digital de forma conveniente, segura e eficiente para milhões de consumidores todos os dias. Com apoio de uma equipe composta por cerca de 3 mil colaboradores, a Diebold Nixdorf atua nacionalmente com mais de 30 escritórios e possui duas unidades fabris em Manaus (AM) e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento localizado em Indaiatuba/SP, para estudo e criação de novas tecnologias.

“Estamos muito animados com os resultados e o crescimento dos negócios no Brasil, país que já representa uma das maiores operações da Diebold Nixdorf no mundo”, anunciou Elias Rogério da Silva, CEO da Diebold Nixdorf Brasi, durante coletiva de imprensa realizada hoje em São Paulo.

ATM recicladoras

A Diebold Nixdorf lançou a quarta geração de recicladores, denominada RM4. Com a solução, é possível identificar eletronicamente notas inseridas em ATMs para depósito bancário, realizar transações em tempo real e disponibilizar cédulas para saque, de forma rápida e segura.

Uma das principais preocupações e custos dos bancos e operadores de caixas eletrônicos é a segurança no abastecimento e no controle das movimentações dos terminais, incluindo questões como a guarda de valor e a logística, por exemplo. Com a tecnologia RM4, pode-se obter uma grande economia por reduzir drasticamente as variáveis desses processos, otimizando a gestão do dinheiro e das operações de forma automática e totalmente integrada à rede geral.

Os recicladores da quarta geração são capazes de ler e gerenciar até 10 notas por segundo e permitem depósito direto de notas e cheques, sem uso de envelopes. Outra grande vantagem é a tecnologia inteligente embarcada, que possibilita uma movimentação completa no caixa eletrônico, com identificação imediata na conta do cliente de valores depositados nos terminais.

Internacionalmente, a Diebold Nixdorf também está crescendo em ritmo acelerado. No terceiro trimestre de 2019, registrou 25,5% de aumento de receita, comparando com o mesmo período do ano anterior. Além disso, atingiu a marca de mais de dois milhões de PDVs e ATMs instalados no mundo, fazendo com que um em cada três caixas eletrônicos em funcionamento no planeta leve a sua marca

 

          

 

Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

newsletter buton