Atividade humana resseca a Floresta Amazônica, diz estudo

  • Imprimir

Por Ethevaldo Siqueira, com notícia da NASA
06/11/2019 - Um novo estudo da NASA mostra que nos últimos 20 anos, a atmosfera acima da Floresta Amazônica vem ressecando, aumentando a demanda por água e deixando os ecossistemas vulneráveis a incêndios e secas. Também mostra que essa perda de umidade é principalmente o resultado de atividades humanas.

A floresta amazônica / Créditos: Marcio Isensee e Sa / Adobe Stock

Cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da NASA em Pasadena, Califórnia, analisaram décadas de dados terrestres e de satélite sobre a Floresta Amazônica para rastrear a quantidade de umidade na atmosfera quanto a quantidade de umidade necessária para manter o sistema de floresta tropical.

"Observamos que nas últimas duas décadas, houve um aumento significativo no ressecamento na atmosfera, bem como na demanda atmosférica por água acima da floresta tropical"," disse Armineh Barkhordarian, do JPL, autor principal do estudo. "Ao comparar essa tendência com dados de modelos que estimam a variabilidade climática ao longo de milhares de anos, determinamos que a mudança na aridez atmosférica está muito além do que seria esperado da variabilidade climática natural.

Acesse a notícia da NASA aqui:

 


Deixar seu comentário

0
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado