• Você sabe realmente o que é uma TV Android?

    Por Ethevaldo Siqueira
    17/01/2018 - O Google já havia lançado a sua, há algum tempo. Agora foi a vez da Westinghouse, que também apresentou sua TV Android. Que significa isso? Eu explico: uma TV Android tem acesso ao Google Play Store. Assim, os desenvolvedores – com um aplicativo móvel – podem facilmente fazer

    Leia mais
  • Num show mágico, Intel diz que falha dos chips deve ser compartilhada

    Por Ethevaldo Siqueira – de Las Vegas
    14/01/2018 - Em palestra memorável – sob o título de “Experimente o Poder dos Dados” (Experience the Power of Data), o CEO da Intel, Brian Krzanich, deu uma demonstração do poder e dos incríveis recursos da Realidade Virtual, dos algoritmos e de conceitos totalmente novos no

    Leia mais
  • Embratel e T-Systems formam parceria para oferecer IoT no Brasil

    16/01/2018 - A Embratel e a T-Systems anunciam uma parceria para oferta de conectividade IoT (do inglês, Internet das Coisas) para o mercado brasileiro. O acordo vai permitir a oferta, no Brasil, do IoT Service Portal, já disponibilizado pelo Grupo Deutsche Telekom em diversos mercados globais, incluindo Europa, Estados Unidos e

    Leia mais
  • Alexa, o que mais você poderá fazer?

    Por Thais Sogayar
    16/01/2018 - Matéria interessante do jornal The New York Times constata que a maioria dos usuários americanos usa o dispositivo para situações básicas, como saber a previsão do tempo, ou para ouvir música. Temos um longo caminho até que a casa digital faça parte do nosso dia a

    Leia mais
  • Mobileye acelera o mapeamento de cidades

    Por Thais Sogayar
    11/01/2018 - O Mobileye da Intel colocará milhões de carros nas ruas para acelerar a implantação de carros autônomos, através do mapeamento das cidades

    A Mobileye Aftermarket anunciou durante a CES 2018 diversas parcerias e planos de colaboração com empresas e órgãos governamentais que ajudarão a acelerar o

    Leia mais
  • No CES, a Inteligência Artificial domina os novos produtos

    Por Ethevaldo Siqueira, de Las Vegas
    09/01/2018 - O grande destaque deste CES 2018 é, sem dúvida, a Inteligência Artificial, que está presente em quase todos os novos produtos, aparelhos e dispositivos.

    Um dos melhores exemplos desse avanço foram apresentados à Imprensa nesta segunda-feira, dia 8, pelas LG e a Samsung,

    Leia mais
  • Faraday Future apresenta o FF91 no CES 2018

    11/01/2018 - FF91, o automóvel totalmente elétrico, conectado e autônomo lançado em Las Vegas parece ser um concorrente à altura da Tesla.

    De acordo com Faraday, o carro vai de 0 a 60 em 2.39 segundos, o que o tornaria o SUV com a aceleração mais rápida no mundo, possui bateria

    Leia mais
  • Samsung lança a "The Wall", supertela modular de 146”

    Por Ethevaldo Siqueira, de Las Vegas
    09/01/2018 - Parece até um milagre a continuidade da tela modular graças à tecnologia MicroLED da Samsung, que tornou viável a The Wall, uma tela de TV gigantesca de 146 polegadas (ou 3,70 metros) de diagonal. E a boa notícia é que ela chegará ao

    Leia mais
  • LG lança nova TV OLED 4K com Inteligência Artificial

    Por Ethevaldo Siqueira, de Las Vegas
    09/01/2018 - Em entrevista coletiva à imprensa no CES Las Vegas, a LG exibiu seus lançamentos, num show de inteligência artificial, robôs e TVs. A empresa deixou claro que um de seus objetivos daqui para o futuro é tornar seus aparelhos domésticos e aparelhos cada

    Leia mais
  • Uma palestra imperdível de Brian Krzanich, CEO da Intel

    Por Ethevaldo Siqueira, de Las Vegas
    10/01/2018 - Com esse link , você pode assistir à magnífica palestra  Brian Krzanich, CEO da Intel, como keynote speaker, no dia 8 de janeiro de 2018, na abertura do CES Las Vegas. Brian Krzanich mostra nesta palestra os avanços em inteligência artificial, da conectividade 5G,

    Leia mais
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • Todas
  • Internet
  • Lançamentos
  • TI
  • Eventos
  • Telecomunicações
  • Socialnetworks
  • NASA
  • Tendências
  • Ciência
  • Publieditoriais
  • Portáteis
  • Mobilidade
Veja mais / Tecla shift carrega tudo carregar tudo

 

newsletter buton

 

 

 


Notas

Falhas na governança de dados afetam as empresas na Era Digital

15/01/2018 - A Stibo Systems alerta que o volume de dados gerados pelas empresas aumentou significativamente nos últimos anos e que essa tendência continuará. De acordo com pesquisas, esse número deverá crescer 30% ao ano até 2025, com 20% dos registros globais sendo críticos em termos de segurança, o que terá impacto direto e imediato na saúde e no bem-estar dos usuários.

A proteção de dados tem se tornado um fator de diferenciação e é cada vez mais crucial para as empresas, implementação de projetos de governança corporativa nas organizações tem grande influência tanto na base de clientes como no volume de negócios, já que cerca de 90% dos programas falham na primeira tentativa. "Se a companhia tentar resolver todos os problemas com uma única iniciativa é altamente provável que ela fracasse. É mais recomendável concentrar-se em único tipo de dados e ciclo de vida, fazendo o acompanhamento do início ao fim. Foque em áreas nas quais a maioria dos problemas realmente ocorre ou áreas em que os erros podem causar mais danos. É mais fácil adicionar testes e processos de aprovação do que remover ou eliminar processos quando já implementados", explica Ricardo Fornari, Country Manager da Stibo Systems.

Ter objetivos pouco claros é um erro bem comum quando uma empresa implementa a governança. "Planeje antecipadamente o que deseja alcançar e escolha o escopo certo do projeto para o início do projeto. Certifique-se de que seus objetivos e metas sejam mensuráveis. Para fazer isso, é necessário estar ciente de tudo o que muda, como economia de custos, aumentos nas taxas de reutilização de dados, redução de taxas de erro, prazos de entrega mais curtos, melhorias na satisfação do usuário, entre outros. Todos esses indicadores devem ser monitorados e os resultados devem ser regularmente compartilhados com a organização", explica o Country Manager da Stibo Systems. Outro motivo para que muitas iniciativas falhem é a falta de suporte dentro da empresa com relação ao nível de gerenciamento. Se a gerência sênior não perceber os benefícios da governança de dados e apenas enxergar os custos associados, o programa poderá não ter sucesso. Existe o risco de que os processos necessários não sejam executados corretamente. Além disso, por causa dos custos, as melhorias críticas podem não ser implementadas ou o programa pode precisar ser encerrado prematuramente.

Leia mais...

Eutelsat e China Unicom fornecerão serviços de comunicação por satélite

eutelsat_china_unicom.jpg17/01/2018 - Por ocasião da visita de Estado do presidente francês Emmanuel Macron à China, a Eutelsat Communications assinou um Memorando de Entendimento com a China United Network Communications focando o rápido crescimento do mercado de comunicações por satélite na região da Ásia-Pacífico, no âmbito da iniciativa "Cinto e Estrada", um ambicioso projeto de infraestrutura chinês que pretende melhorar a conectividade entre os países da região.

O memorando foi assinado em 9 de janeiro por Rodolphe Belmer, CEO da Eutelsat e Xiaochu Wang, presidente da China Unicom. Tem como objetivo principal aproveitar recursos no satélite Eutelsat 172B para melhorar os serviços de conectividade em toda a área que se estende da costa oeste da América do Norte até a Ásia e Austrália. Uma cooperação para desenvolver os serviços de comunicação por satélite em todo o mundo também está sendo avaliada.

 

Leia mais...

Mais três Estados brasileiros terão sistema de alerta de desastres naturais via SMS

Sistema implantado pelas prestadoras começa a operar na próxima segunda-feira em Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais

12/01/2018 - O SindiTelebrasil informa que as prestadoras de telefonia móvel expandiram para os Estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais o sistema que dará suporte ao envio de alertas para informar a população, via SMS, sobre o risco de ocorrência de desastres naturais, como chuvas fortes, alagamentos, enchentes e deslizamentos. O sistema, que passa a operar nesses três Estados na segunda-feira (15), começou a funcionar em fevereiro deste ano e está disponível, também, nos Estados do Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. A operação nos nove Estados vai compreender mais de 125 milhões de telefones móveis.

Desde fevereiro, cerca de 2 milhões de cidadãos já se cadastraram e foram encaminhadas 25 milhões de mensagens de alerta. A previsão é que ainda no primeiro trimestre o sistema esteja disponível em todo o País. De acordo com o cronograma, a partir de 19 de fevereiro, será a vez do Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins. E, em 19 de março, na última fase, o sistema entrará em operação nos Estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Sergipe.

Coordenado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), do Ministério da Integração, o sistema está sendo implantado em parceria com a Defesa Civil dos Estados e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). As pessoas que se cadastrarem no sistema pelo celular recebem os alertas gratuitamente, pois o custo do envio das mensagens ficará a cargo das prestadoras.

Leia mais...

Intel e Micron deixam de desenvolver memórias NAND em conjunto

09/01/2018 - Intel e Micron anunciaram nesta segunda-feira, 8 de janeiro, mudanças na parceria que ajudou a trazer soluções NAND líderes de mercado. As duas companhias irão trabalhar de forma independente nas futuras gerações do 3D NAND assim que a terceira geração estiver pronta para chegar ao mercado – o que está previsto para acontecer entre o final ano e no início de 2019. A decisão deve ajudar a otimizar a tecnologia e os produtos para que cada uma possa atingir seus os objetivos de negócios.

De acordo com a Intel e a Micron, esse novo acordo não afetará a cadência de seus respectivos desenvolvimentos. Atualmente, elas estão criando produtos baseados na segunda geração de tecnologia 3D NAND de 64 camadas.

Leia mais...

CRM versus SFA: entenda a diferença

08/01/2018 - Essa é uma dúvida comum: Sales Force Automation (SFA) e Customer Relationship Management (CRM) são a mesma coisa? Se não, como eles interagem um com o outro?

Os dois sistemas não desempenham o mesmo papel nas empresas, tendo cada um a sua função. Mas a verdade é que alguns desenvolvedores realmente usam os dois termos de forma similar, ou criam softwares com conjuntos de recursos que emprestam funcionalidades um do outro. Isso causa muita confusão para o cliente, que por vezes acaba adquirindo um CRM que possui funcionalidades de SFA ou vice-versa.

Uma das principais diferenças entre a Automação da Força de Vendas (SFA) e o Gerenciamento do Relacionamento com Clientes (CRM) é que enquanto o SFA analisa todo o processo de vendas e acompanha todos os esforços dos vendedores, principalmente na reta final do processo de venda, o CRM já trabalha totalmente focado no próprio cliente. No CRM, o foco total é o cliente. No SFA, o foco é a venda.

CRM – Customer Relationship Management ou Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente

O CRM tornou-se um dos mais proeminentes softwares de gestão empresarial. Mesmo nas suas primeiras versões, quando ainda era pouco sofisticado, já era possível reconhecer suas qualidades para gerir o atendimento ao cliente. O Customer Relationship Management (CRM) sempre foi uma ferramenta focada no cliente, e se concentra principalmente nas relações entre um negócio e seus consumidores.

Uma das funções mais clássicas do CRM é o detalhamento do perfil do cliente. Muitos softwares foram adaptados para apresentar dashboards - com uma visão detalhada sobre as preferências e ações do cliente - que são consultados pelos atendendentes de call centers enquanto eles conversam com o próprio consumidor. Isso faz a empresa ganhar tempo e permite um atendimento muito mais assertivo.

Outra importante função é o histórico, um extenso relatório com dados comportamentais do cliente e o suas informações de compras e contatos com a empresa. Tudo é armazenado em contas individuais, para ajudar o vendedor a entender as verdadeiras motivações do cliente em relação ao seu negócio.

SFA – Sales Force Automation ou a Automação da Força de Vendas

O modo de trabalho do SFA parte de uma estratégia totalmente diferente. Analisando o processo de vendas de cada empresa, ele busca automatizar muitas etapas que costumavam ser feitas manualmente. O Sales Force Automation (SFA) aborda questões logísticas e práticas envolvidas na geração de leads, negociação e fechamento de vendas.

A principal questão a ser observada é que o SFA e o CRM possuem, originalmente, plataformas com diferentes conjuntos de recursos.

Como já foi mencionado, o CRM é focado no cliente. Por isso, muitas de suas principais características incluem diferentes ferramentas de perfil de cliente, focadas tanto na obtenção, quanto na manutenção e rastreamento da sua comunicação. A ideia é saber mais sobre o que ele tem a dizer em cada possível ponto de contato com a sua empresa.

Mas qual seria uma característica única do SFA?
Ele, na verdade, precisa ser pensado como um conjunto de recursos para uma perfeita gestão dos processos de vendas. Essas soluções podem oferecer ferramentas de precificação, funções referentes à central de chamadas ou até mesmo recursos de gerenciamento de fluxo de trabalho. Frequentemente eles monitoram o funil de vendas e ajudam a tornar as operações mais transparentes enquanto implementam funções de automação que eliminam a complexibilidade das ações manuais de manutenção de vendas intensivas.

Essas são apenas algumas das tecnologias entregues pelo SFA. Não é um CRM, é um suporte de vendas muito mais abrangente. Grande parte de seus recursos estão focados em operações internas, rastreando cotas e auxiliando na competição pelas vendas. De modo geral, o SFA certifica-se de que o negócio está fazendo tudo o que pode para aumentar seus lucros com um gerenciamento de força de vendas eficaz. O principal benefício das soluções de SFA é o aumento substancial da produtividade do time de vendas.

Para trabalhar com as duas plataformas de maneira integrada, é preciso ter muita atenção na hora da compra. Diversas companhias vendem soluções de CRM e SFA com nomes similares, que podem confundir o consumidor. Nesse momento, o melhor é conversar com o seu fornecedor e pedir detalhes sobre cada solução.

Analise cuidadosamente qual a necessidade da sua empresa e adquira a plataforma que mais se adapte à sua realidade. Você pode perceber que precisa mais de um SFA com algumas funções de CRM ou que deseja trabalhar com as duas plataformas de modo integral, mas em separado. Descubra quais tipos de ferramentas serão mais úteis para o seu negócio e boas vendas!

* Por Marcos Póvoa, CEO da MC1 Win The Market – Multinacional brasileira com foco em processos de inteligência de negócios utilizando soluções tecnológicas de mobilidade. Mais informações no site: www.mc1.com.br

 

Leia mais...

Estudo aponta as tendências de inovação mais desejadas pelo mercado

08/01/2018 - Levantamento feito pelo movimento 100 Open Startups ouviu aceleradoras, executivos de grandes empresas, investidores e especialistas de mercado

Com a finalidade de entender quais são as tecnologias e inovações demandadas pelo mercado e as que vêm sendo desenvolvidas por startups, o movimento 100 Open Startups acaba de lançar o estudo "As tendências de inovação mais desejadas pelo mercado e as oportunidades para startups".

A lista, composta por 43 tecnologias, é uma compilação do relatório do Observatório de Inovação de Negócios da Comissão Europeia, do Index de Tendências Tecnológicas da KPMG e da pesquisa realizada na base do movimento 100 Open Startups.

Foram recebidas 3.665 respostas de aceleradoras, executivos de grandes empresas, investidores e especialistas. As top cinco tendências, na opinião do mercado, são Big Data, Internet das Coisas, Design para Inovação, Inovação em Modelos de Negócio para Competitividade Global e Experiência do Consumidor.

"Como Big Data & Analytics e Internet das coisas integram o desenvolvimento de outras tendências, essas acabam se destacando como as mais desejadas e também exploradas. Entretanto, o estudo aponta oportunidades de desenvolvimento de inovação em setores menos explorados em relação à demanda existente, como Computação Quântica, Nanotecnologia, Realidade Aumentada, Impressão 3D, além do desejo por Parcerias Público Privadas", explica Bruno Rondani, CEO e fundador do movimento 100 Open Startups.

Leia mais...

CES 2018

   
   
   

Vídeos

Calendário de Eventos

JANEIRO 2018   

30 a 04 de fevereiro - #CPBR11, é considerado o maior acontecimento de tecnologia, inovação, criatividade e cultura digital do mundo, no Pavilhão do Anhembi Parque, São Paulo, SP

FEVEREIRO   

26 a 01 de março – Mobile World Congress - O maior evento mundial de mobilidade e tecnologia GSM, Barcelona, Espanha

Veja mais aqui